Educação física na educação infantil - um estudo a partir de periódicos da área

Alessandra Cacenot da Silva, Maria Cecilia Camargo Günther

Resumo


O presente artigo resulta de uma pesquisa bibliográfica que teve por objetivo analisar as produções acadêmicas sobre educação física na educação infantil presente nas publicações de cinco periódicos científicos da área, no período de 2010 a 2014. Buscou-se, desse modo, elaborar uma síntese sobre como vem sendo tratada a temática da educação física na educação infantil nas produções científicas do campo da Educação Física. O total de dezenove artigos encontrados representa um número ainda pouco expressivo de publicações e com oscilações ao longo do período investigado. A distribuição nos diferentes periódicos também pode ser indicativa de prioridades das editoras.


Palavras-chave


Educação Física; Educação Infantil; Periódicos

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, P. História social da criança e da família. Trad. de Dora Flaksman. 2° ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986.

AYOUB, E. Reflexões sobre a educação física na educação infantil. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, supl.4, p.53-60, 2001.

BATISTA, S. R.; BETTI, M. A televisão e o ensino da educação física na escola. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 26, n 2, jan. 2005.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, 1998. Volume 1: Introdução; volume 2: Formação pessoal e social; volume 3: Conhecimento de mundo. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de educação básica. Brinquedos e brincadeira de creche: manual de orientação pedagógica/Ministério da educação. Secretaria de educação básica. – Brasília: MEC/SEB,2012. Pág.158.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de educação básica. Crianças terão de ir à escola a partir de 4 anos de idade. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=18563:- criancas-terao-de-ir-a-escola-a-partir-do-4-anos-de- dade&catid=211&Itemid=86. Acessado em 03/07/14

as 11:40.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação física / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1997.

BROUGÈRE, G. Brinquedos e cultura. 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2000.

BUSS-SIMÃO, M. Educação Física na Educação Infantil: refletindo sobre a “hora da Educação Física”. Revista Eletrônica Zero-seis. v. 12, p. 01-07, 2006.

COSTA, M. B. da; LEIRO, A. C. R. Texto televisivo e educação infantil: conhecimento e trabalho pedagógico. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 31, n. 2, p. 121-135, janeiro 2010.

GALLAHUE, David, L.; OZMUN, John, C. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos, 3. Ed. São Paulo: Phorte, 2005.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. Ed. São Paulo: atlas, 2008.

GRUPO DE ESTUDOS AMPLIADO DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Diretrizes curriculares para a educação física no ensino fundamental e na educação infantil da rede municipal de Florianópolis-SC: registro da parceria NEPEF/UFSCSME/ Florianópolis, 1993 a 1996. Florianópolis, NEPEF/UFSC-SME, 1996.

GUIRRA, F. J. S.; PRODÓCIMO, E. Trabalho corporal na educação infantil: afinal quem deve realizá-lo?. Revista Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 3, p. 708-713, jul/ set de 2010.

KISHIMOTO, T. M. Política de formação profissional para a educação infantil: pedagogia e normal superior. Educação & Sociedade: formação de profissionais da educação: políticas e tendências, n.68, p.61-79, 1999.

LACERDA, C. G. de; COSTA, M. B. da. Educação física na educação infantil e o currículo da formação inicial. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 34, n. 2, p. 327- 341, abr/jun de 2012.

NAVARRO, M. S.; PRODÓCIMO, E. Brincar e mediação na escola. Revista Brasileira de Ciências no Esporte, Florianópolis v. 34, n. 3, p. 633-648, jul/ set. 2012.

OLIVEIRA, Marta, Koll; Vigotski: aprendizado e desenvolvimento um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione, 1993.

SAYÃO, D.T. Educação física na educação infantil: riscos, conflitos e controvérsias. Motrivivência, Florianópolis, v.11, n.13, p.221-38, 1999.

RICHTER, A. C.; VAZ, A. F. Educação física, educação do corpo e pequena infância: interfaces e contradições na rotina de uma creche. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 53-70, jan/mar de 2010.

SAYÃO, D. T. Corpo e movimento: notas para problematizar algumas questões relacionadas à educação infantil e à educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v.23, n. 2, p. 55-67, jan. 2002.

SAYÃO, D.T. Infância, educação Física e educação infantil. Secretária Municipal de Educação de Florianópolis, 2000.

SIQUEIRA, I. B.; WIGGERS, I. D.; SOUZA, V. P. de. O brincar na escola: a relação entre o lúdico e a mídia no universo infantil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 34, n. 2, p. 313-326, abr/jun de 2012.

VIGOTSKY, L. S. a formação social da mente. 7. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546426040



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.