JOGOS LIVRES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA ABORDAGEM SEMIÓTICA

Rodrigo Wanderley de Sousa Cruz, Pierre Normando Gomes-da-silva, Eliane Gomes-da-Silva

Resumo


Pela Pedagogia da Corporeidade o jogo é compreendidocomo situação de movimento privilegiada para percepção de si e do mundo,compreendido como espaço comunicativo, produtor de signos. Esta pesquisaobjetivou analisar a produção sígnica nos jogos livres, realizados por 15 criançasno intervalo da educação infantil, em João Pessoa – Paraíba. As observaçõesocorreram três vezes por semana, totalizando 240 minutos, com quase 30 cenasde jogos registradas, a partir de um protocolo. Pela análise da semiótica peircianadestacou-se a riqueza cognitiva, motora e social das situações de movimentocriadas pelas crianças, umas com as outras em relação ao ambiente.

Palavras-chave


Jogo; Semiótica; Infância; Escola.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546420725



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.