Alunos com deficiência: investigação e análise das condições de atendimento de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no Brasil

Cesar Gomes de Freitas, Cristina Maria Delou, Helena Carla Castro

Resumo


Instituições de ensino buscam oferecer educação de forma inclusiva a todos os estudantes. Contudo, a acessibilidade ainda não é garantida de forma plena e inclusiva para todos os indivíduos com necessidades especiais. Este público tem o direito à educação, mas ainda tem que ser lembrado considerando os diferentes ambientes que permeiam suas vidas, incluindo os ambientes educacionais de educação superior. Neste trabalho investigamos as condições institucionais oferecidas por um dos 38 Institutos Federais que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Neste estudo o comparamos com a Universidade Federal Fluminense que já trabalha com a questão de acessibilidade em seus campi. Os resultados mostram que existe a meta de adequação nos quatro campi do referido Instituto Federal. Contudo, a completude do atendimento ainda se distancia da prestação de uma educação verdadeiramente inclusiva. Os dados deste trabalho indicam uma necessidade de que esta instituição promova a adequação de forma contínua para atender ao público em foco, podendo inferir que este quadro de inadequação possa estar sendo compartilhado por outros institutos federais.


Palavras-chave


Acessibilidade; Educação especial, Institutos Federais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X15747

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOI10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – quadrimestral

Primeiro quadrimestre, jan./abr., limite para publicar a edição 30 abril.

Segundo quadrimestre, maio/ago., limite para publicar a edição 31 agosto.

Terceiro quadrimestre, set./dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação. Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________