A filantropia como gênese da Educação Especial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X42685

Palavras-chave:

Educação Especial, Filantropia, Terceiro setor.

Resumo

O objetivo deste estudo é discutir a filantropia como a gênese da Educação Especial a partir das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). As Apaes, como instituições para o atendimento das pessoas com deficiência, foram se popularizando e se disseminaram, constituindo, gradativamente, um sistema de Educação Especial, com a existência de mais de duas mil unidades espalhadas em todo o país, com federações estaduais e uma federação nacional. Como campo empírico, elegeu-se a revista Mensagem da Apae no período de 1974 a 2016, totalizando 105 edições. Para analisar o conteúdo das revistas, buscaram-se as contribuições de Gramsci (2001; 2014), delimitando categorias de análise, como Estado Integral e hegemonia. A partir das análises, dividiu-se o período histórico em três momentos ligados à filantropia: filantropia tradicional, profissionalização da filantropia e a nova filantropia e o “terceiro setor”. Concluiu-se que a filantropia acompanha a Educação Especial desde os seus primórdios, embora tenha sofrido modificações ao longo do tempo, e que a marca da deficiência é que define a ajuda aos desvalidos, a caridade e a benemerência. O atendimento às pessoas com diagnóstico de deficiência intelectual e múltipla em instituições privadas filantrópicas, especialmente nas Apaes, deu-se com o aval do Estado.

Biografia do Autor

Márcia de Souza Lehmkuhl, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, SC

Pedagoga doutora na Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Referências

ABRAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BARBOSA, Eduardo. Palavra do presidente. Mensagem da Apae, ano 39, n. 94, p. 4, 2007.

BUENO, José Geraldo Silveira. Educação especial brasileira: integração/segregação do aluno diferente. 2. ed. São Paulo: Educ, 2004.

CARVALHO, Graziela Figueiredo de. A assistência social no Brasil: da caridade ao direito. Monografia (Graduação em Direito) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

COUTINHO, Adelaide Ferreira. Filantropia em educação no Brasil: a outra face da oferta de educação básica aos pobres ou demissão do estado? In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2008, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: Anped, 2008. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/gt05-4561-int.pdf. Acesso em: 29 jan. 2016.

D’ANTINO, Maria Eloísa Fama. A máscara e o rosto da instituição especializada: marcas que o passado abriga e o presente esconde. São Paulo: Memnon, 2013.

ESCORSIM, Silvana Maria. A filantropia no Brasil: entre a caridade e a política de assistência social. Espaço Acadêmico, n. 86, jul. 2008. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/220366106/A-Filantropia-No-Brasil-entre-a-Caridade-e-a-Politica-de-Assistencia-Social. Acesso em: 13 jul. 2016.

FENAPAES. Mensagem da Apae. Brasília, ano 8, n. 25, jul./set. 1981.

FENAPAES. ¬¬¬Mensagem da Apae. Brasília, ano 9, n. 27, jan./mar. 1982.

FONTES, Virgínia. O Brasil e o capital-imperialismo: teoria e história. 3. ed. Rio de Janeiro: EPSJV/UFRJ, 2010.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso. Interações voltadas à cidadania e à filantropia na escolarização de sujeitos que apresentam sequelas motoras. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1998.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. V. 2: Os intelectuais. O princípio educativo. Jornalismo. 2. ed. Trad. de Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. V. 3: Maquiavel: notas sobre o Estado e a política. 6. ed. Trad. de Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

JANNUZZI, Gilberta. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

JANNUZZI, Gilberta; CAIADO, Katia Regina Moreno. APAE: 1954 a 2011: algumas reflexões. Campinas: Autores Associados, 2013.

LANNA JÚNIOR, Mário Cleber Martins. História do movimento político das pessoas com deficiência no Brasil. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, 2010.

MONTAÑO, Carlos. Novas configurações do público e do privado no contexto capitalista atual: o papel político-ideológico do “terceiro setor”. In: ADRIÃO, Theresa; PERONI, Vera (org.). Público e privado na educação: novos elementos para o debate. São Paulo: Xamã, 2008. p. 27-49.

MONTAÑO, Carlos. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de interação social. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

PERONI, Vera. A relação público/privado e a gestão da educação em tempos de redefinição do papel do Estado. In: ADRIÃO, Theresa; PERONI, Vera (org.). Público e privado na educação: novos elementos para o debate. São Paulo: Xamã, 2008. p.111-127.

PERONI, Vera. Políticas educacionais e a relação público/privado. In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2009, Caxambu. Anais eletrônicos... Caxambu: Anped, 2009. Disponível em: http://32reuniao.anped.org.br/arquivos/trabalho_encomendado/32%20ra%20-%20trabalho%20encomendado%20-%20gt15%20-%20VERA%20MARIA%20VIDAL%20PERON.pdf. Acesso em: 14 set. 2017.

RAFANTE, Heulália Charalo; LOPES, Roseli Esquerdo. Helena Antipoff e a educação dos “excepcionais”: uma análise do trabalho como princípio educativo. Revista HISTEDBR On-line, n. 33, p. 228-252, mar. 2009. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639565/7134. Acesso em: 21 ago. 2017.

SILVA, Adriane Giugini da. O movimento apaeano no Brasil: um estudo documental (1954-1994). Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1995.

SILVA, João Henrique da. Federação Nacional das Apaes no Brasil: hegemonia e propostas educacionais (1990-2015). Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2017.

Downloads

Publicado

2021-07-27

Como Citar

Lehmkuhl, M. de S. (2021). A filantropia como gênese da Educação Especial. Revista Educação Especial, 34, e33/1–15. https://doi.org/10.5902/1984686X42685

Edição

Seção

Artigos – Demanda contínua