Desafios na escolarização da criança com altas habilidades/superdotação: um estudo de caso

Bruna Louzeiro de Aguiar Barros, Sandra Ferraz de Castillo Dourado Freire

Resumo


O estudo investiga a constituição de si de uma criança com altas habilidades/superdotação (AH/SD) no contexto da escola. Objetivou analisar o significado dos processos escolares para esse educando priorizando a dinâmica socio-afetiva dos posicionamentos pessoais e as concepções de si emergentes nesse período de transição. Apresenta um estudo de caso com um menino de seis anos de idade com AH/SD que atende ao primeiro ano do ensino fundamental e o programa de atendimento especializado da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Foram realizadas observações e entrevistas com a criança, familia e professores, privilegiando análise dialógica dos posicionamentos pessoais nas interações narrativas e discursivas. Resultados sinalizam que o desenvolvimento do self na criança com AH/SD se dá a partir das experiências partilhadas com o outro com significações próprias tanto na escola como na família; é fascinada pela construção do conhecimento, aprecia atividades inter e multidisciplinares. A transição para o ensino fundamental demostrou interesse renovado para conteúdos, mas mostra-se frustada e confusa com os processos escolares. Há necessidade de projetos integradores que contemplem o conhecimento em sua multiplicidade de forma lúdica e pela promoção das interações sociais.


Palavras-chave


Inclusão escolar; Altas habilidades/superdotação; Concepções Dinâmicas de Si.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X14479

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOI10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – quadrimestral

Primeiro quadrimestre, jan./abr., limite para publicar a edição 30 abril.

Segundo quadrimestre, maio/ago., limite para publicar a edição 31 agosto.

Terceiro quadrimestre, set./dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação. Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________