CARACTERIZAÇÃO DO MATERIAL COMBUSTÍVEL SUPERFICIAL NO PARQUE NACIONAL SERRA DE ITABAIANA – SERGIPE, BRASIL

Benjamin Leonardo Alves White, Adauto de Souza Ribeiro, Larissa Alves Secundo White, Genésio Tâmara Ribeiro

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1980509815727

O Parque Nacional Serra de Itabaiana, assim como diversas outras unidades de conservação no Brasil, comumente sofrem perdas ecológicas em função dos incêndios que os atingem. Sendo assim, torna-se essencial compreender as características do material combustível para um melhor entendimento do comportamento do fogo e como melhor combatê-lo. Para tal, foram demarcadas 108 parcelas de 1 m2 onde todo o material combustível superficial foi coletado e pesado. Subamostras foram retiradas e colocadas na estufa para determinar o teor de umidade e o peso da matéria seca. No total, foram coletados, dentro da área de estudo, 91,38 kg de biomassa seca, correspondente a 8,46 t/ha. Considerando cada fitofisionomia individualmente, os Campos Graminosos apresentaram uma média de 3,7 t/ha de material combustível, as Matas 12,5 t/ha e as Areias Brancas 9,18 t/ha. Os resultados obtidos sugerem maior facilidade de ignição do material combustível nas áreas de Areias Brancas; maior dificuldade de ignição nas áreas de Matas; e incêndios de curta duração nas áreas de Campos Graminosos.


Palavras-chave


incêndios florestais; comportamento do fogo; unidades de conservação

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREWS, P. L.; BEVINS, C. D.; SELI, R. C. BehavePlus Fire Modeling System Version 2.0 User’s Guide. General Technical Report RMRS-GTR-106WWW, USDA Forest Service, Ogden, 2003. 133 p.

BATISTA, A. C. Incêndios florestais. Recife: Imprensa Universitária - UFRPE, 1990. 115 p.

BATISTA, A. C. Avaliação da queima controlada em povoamentos de Pinus taeda L. no norte do Paraná. 1995. 180f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

BEUTLING, A. Caracterização para modelagem de material combustível superficial em reflorestamento de Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze. 2005. 113f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

BROWN, J. K.; OBERHEU, R. D.; JOHNSTON, C. M. Handbook for inventorying surface fuels and biomass in the interior west. USDA Forest Service. Gen. Tech. Rep. INT-129, Ogden, UT, 1982.

BURGAN, R. E.; ROTHERMEL, R. C. BEHAVE: fire behavior prediction and fuel modeling system – fuel subsystem. Odgen, Intermountain Forest and Range Experiment Station, 1984. 126p.

CALDEIRA, M. V. W. Determinação de biomassa e nutrientes em uma Floresta Ombrófila Mista Montana em General Carneiro, Paraná. 2003. 176f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

CHANDLER, C. et al. Fire in Forestry. John Wiley & Sons, New York, 1983. 450 p.

DANTAS, T. V. P.; RIBEIRO, A. S. Caracterização da vegetação do Parque Nacional Serra de Itabaiana, Sergipe – Brasil. Biotemas, v. 23, p. 9-18, 2010.

FINNEY, M. A. Farsite: Fire Area Simulator-Model Development and Evaluation. USDA Forest Service, Intermountain Fire Sciences Laboratory, Missoula, MT, 1998, 52 p.

HÉLY, C. et al. Regional fuel load for two climatically contrasting years in southern Africa. Journal of geophysical research, v. 108, n. d13, p. 1 - 17, 2003.

MELO, L. A. M. N. et al. Modelagem do combustível florestal no Parque Nacional do Iguaçu, PR, Brasil. Revista Floresta, Curitiba, PR, v. 36, n. 3, p. 415-424, 2006.

REGO, F. C.; BOTELHO, H. S. A técnica do fogo controlado. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, 1990. 124 p.

RIBEIRO, G. A.; SOARES, R. V. Caracterização do material combustível superficial e efeitos da queima controlada sobre sua redução em um povoamento de Eucalyptus viminalis. Cerne. Lavras, v.4, n.1, p. 58-72, 1998.

ROTHERMEL, R. C. A mathematical model for predicting fire spread in wildland fuels. Research Paper INT-115. Ogden, UT: U.S. Department of Agriculture, Forest Service, Intermountain Forest and Range Experiment Station, 1972. 40 p.

SCHROEDER, M. J.; BUCK, C. C. Fire weather. USDA Forest Service, Agriculture Handbook 360, 1970. 229 p.

SOARES, R. V. Determinação da quantidade de material combustível acumulado em plantios de Pinus spp. na região de Sacramento (MG). Revista Floresta, Curitiba, v. 10, n. 1, p. 48-62, 1979.

SOARES, R. V. Incêndios florestais: controle e uso do fogo. Curitiba: FUPEF, 1985. 213 p.

SOARES, R. V.; BATISTA, A. C. Incêndios Florestais: controle, efeitos e uso do fogo. Curitiba, 2007. 264 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509815727

Licença Creative Commons