Alternativa de modelo linear para estimação da biomassa verde de Bambusa vulgaris Schrad. ex J.C. Wendl na existência de multicolinearidade.

Adriano Victor Lopes da Silva, Rinaldo Luiz Caraciolo Ferreira, José Antonio Aleixo da Silva, German Hugo Guttierez Cespedes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi utilizar um método estatístico multivariado como opção para estimar a biomassa verde da haste principal do bambu, Bambusa vulgaris Schrad. ex J. C. Wendl., na existência de multicolinearidade. Os dados foram provenientes de um experimento conduzido pela empresa Agroindustrial Excelsior S. A. (Agrimex) localizada no Engenho Itapirema, município de Goiana, PE. Foram utilizadas 450 hastes de bambu, que tiveram sua biomassa verde quantificada por meio do peso e mensuração de quatro variáveis independentes. Inicialmente, comprovou-se a existência da multicolinearidade por meio da matriz de correlação das variáveis independentes e pelo fator de inflação da variância e a opção utilizada foi à regressão linear com os componentes principais que tem como base a matriz de covariância. O resultado indicou que ao existir uma interpretação para os componentes principais o modelo apresenta um ajuste satisfatório aos dados, podendo ser utilizado para estimar a biomassa verde da haste principal do bambu.


Palavras-chave


bambu; componentes principais; regressão por componentes principais.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONANGELO, A.; FENNER, P. T. Identificação de riscos de erosão em estradas de uso florestal através do critério do fator topográfico LS. Energia Agrícola, Botucatu, v.20, n.3, p.1-20, 2005.

BATISTA, J.L.F.; MARCHESINI, M.; VIANA, V.M. Equações de volume para árvores de caixeta (Tabebuia cassinoides) no estado de São Paulo e sul do estado do Rio de Janeiro. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 65, p.162-175, jan./jun. 2004.

BONILLA, O. H. Análises quantitativas da produção de bambusa vulgares Scharder ex Wendland for vulgares no estado da Paraíba. 1991. 89 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.

BRITTO, J. O.; TOMAZELLO FILHO, M.; SALGADO, A. L. B. Produção e caracterizaçãodo carvão vegetal de espécies e variedades de bambu. Instituto de Pesquisas Florestais – IPEF, Piracicaba, n. 36, p. 13-17, 1997.

CAIXETA, R. P. et al. Propriedades e classificação da madeira aplicadas à seleção de genótipos de Eucalyptus. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 1, p. 43-51, jan./fev. 2003.

DIAS, L. T.; FARO, L.; ALBUQUERQUE, L. G. Estimativas de herdabilidade para perímetro escrotal de animais da raça nelore. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 32, n. 6, p. 1878-1883, 2003. (Suplemento 2).

DRAPER, N.; SMITH, H. Applied regression analysis. 2nd ed. New York: John Wiley & Sons, 1981. 709 p.

HOERL, A. E., KENNARD, R. W. Ridge regression: Applications to nonorthogonal problems. Technometrics, v.12, n.1, p.69-82. 1970a.

HOERL, A.E., KENNARD, R.W. Ridge regression: Biased estimation for nonorthogonal problems. Technometrics, v.12, n.1, p.55-68. 1970b.

JOHNSON, R. A.; WICHERN, D. W. Applied multivariate statistical analysis. 4. ed. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1998. 816p.

KENDALL. M. G. Factor analysis. Journal of the Royal Statistical Society, London, v. 12, p. 60-94, 1950.

MALHOTRA, N.K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3ª Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001. 719p.

MARCHIORETTO, M.S.; MAUHS, J.; BUDKE, J.C. Fenologia de espécies arbóreas zoocóricas em uma floresta psamófila no sul do Brasil. Acta Botânica Brasílica., v.21, n.1, p.193-201, 2007.

MINGOTTI, S.A. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada – uma abordagem prática. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005. 295p.

MONTGOMERY, D. C.; PECK, E. A.; VINING, G. G. Introduction to linear regression analysis. 4. ed. New York: John Wiley & Sons, 2006. 612p.

NUTTO, L.; SPATHELF, P. Modelagem da desrama natural de Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze. Floresta, v. 33, n.3, p.295-309, 2003.

OLIVEIRA, M.L.R.; SOARES, C.P.B.; SOUZA, A.L.; LEITE, H.G. Equações de volume de povoamento para fragmentos florestais naturais do município de Viçosa, Minas Gerais. Revista Árvore, v.29, n.2, Viçosa, 2005.

PAULA, G. A. Modelos de regressão com apoio computacional. São Paulo: IME/USP, 2004. 253p.

ROLIM, S.G.; COUTO, H.T.Z.; JESUS, R.M. et al. Modelos volumétricos para a Floresta Nacional do Tapirapé-Aquirí,Serra dos Carajás (PA). Acta Amazônica, v.36, n.1, p. 107-114, 2006.

SCHUMACHER, F., HALL, F. Logarithmic expression of timber-tree. Journal of Agricultural Research, v.47, n.9, p.719-734, 1933.

SILVA, J. A. A. ; BONILLA, O. H. . An exercise in the determination of optimal plot shape and size for estimating stem biomass in plantations of Bambusa vulgaris Scharader ex Wendland in the State of Paraiba, Brazil. The International Tree Crops Journal, Oxford, v. 9, p. 261-266, 1998.

TOMÉ, M.; TOMÉ, J.; RIBEIRO, F. et al. Equação de Volume Total, Volume Percentual e de Perfil do Tronco para Eucalyptus globulus Labill. em Portugal. Silva Lusitana, v.15, n.1, p.25 - 39, 2007.

VACCARO, S.; FINGER, C.A.G.; SCHNEIDER, P.R. et al. Incremento em área basal de árvores de uma floresta estacional decidual, em três fases sucessionais, no município de Santa Tereza, RS. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, n. 2, p. 131-142, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098411

Licença Creative Commons