ASPECTOS REPRODUTIVOS E POTENCIAL DE EMERGÊNCIA DE PLÂNTULAS DE Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne

Maria Lúcia Maurício da Silva, Leonaldo Alves de Andrade, Edlânia Maria de Souza, Patrícia Cândido da Cruz Silva

Resumo


Invasão biológica é o processo no qual um organismo exótico, quando adaptado, passa a competir com as espécies nativas causando graves impactos. A espécie Cryptostegia madagascariensis Bojer ex. Decne, introduzida no Brasil com fins paisagísticos, tem se revelado uma espécie invasora bastante agressiva no bioma caatinga formando maciços autorregenerantes principalmente em áreas degradadas e às margens dos cursos de água e lagoas temporárias. Objetivou-se com este estudo avaliar aspectos reprodutivos (através da caracterização biométrica) e o potencial de emergência de plântulas de Cryptostegia madagascariensis. Para a caracterização biométrica, frutos (com coloração verde) e sementes (com coloração branca) tiveram suas dimensões mensuradas, aferindo-se ainda o número de sementes por fruto e a massa fresca de frutos e sementes. Para a avaliação da influência da posição e profundidade de semeadura na emergência de plântulas, as sementes foram semeadas em areia esterilizada com o hilo para baixo, para cima e para o lado, nas profundidades de 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5 e 3,0 cm. A elevada produção de sementes muito leves por fruto e, por conseguinte, de sementes por indivíduo potencializa o caráter invasor de Cryptostegia madagascariensis. A emergência e o vigor de plântulas de Cryptostegia madagascariensis são reduzidos pelo aumento da profundidade.

Palavras-chave


Caatinga; invasão biológica; Apocynaceae; espécie invasora.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1980509829892

Licença Creative Commons