A visão de Professores de Física do Ensino Médio sobre o Papel de Museus e Centros de Ciências na Aprendizagem de Conceitos Científicos

Daniela de Andrade Santos, Marco Aurélio Alvarenga Monteiro

Abstract


Este Trabalho buscou Ouvir a Opinião de Professores de Física Sobre o papel das Atividades Experimentais no Aprendizado de Conceitos Científicos e da Contribuição das Atividades educativas realizadas em Museus e Centros de Ciências PARA O Processo de ensino e de aprendizagem dos Alunos. ISSO Pará, solicitamos Que OS Professores respondessem a hum Questionário Aberto e Estruturado com Dezesseis Perguntas Cujo Objetivo era Compreender Como o docente entende o Estabelecimento de Uma Parceria Entre a escola EO Museu de Ciências e qua Sua opinião Sobre a Iniciativa importancia Dessa. Os Resultados mostraram Que OS Professores reconhecem a importancia das Atividades Experimentais Para a aprendizagem, mas, apesar Disso, como utilizam com Pouca Frequência em sala de aula. Sendo ASSIM, destacam a importancia das Atividades realizadas Pelos Museus de Ciências, Tendo em vista Seu carater motivador e complementar à Educação formal. Os docentes entrevistados mostraram-se dispostos a Participar de ações Que Visam o Estabelecimento de Uma Parceria Entre o Centro de Ciência com a escola, porem, a grande maioria dos Participantes da Pesquisa, Não soube Dizer Como poderia se estabelecer, metodologicamente, ESSA Parceria.

Keywords


Ensino não formal, Museus de ciências, relação museu escola

References


ABIB, M.L.V.S. et al. Os espaços não formais e sua relação com a formação de professores no contexto brasileiro. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP - Campinas – 2012. Disponível em: http://www.infoteca.inf.br/endipe/smarty/templates/arquivos_template/upload_arquivos/acervo/docs/3183p.pdf. Acesso em 01 de mar de 2016.

ALMEIDA, A. M. Desafios da relação Museu-Escola. Comunicação e Educação, v.10, p.50-53, set/dez, 1997.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 1977.

GASPAR, A. Museus e centros de ciências: conceituação e proposta de um referencial teórico. 1993. 173 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de são Paulo – SP.

LOPES, M. M. A favor da desescolarização dos museus. Educação e Sociedade. N. 40, p. 443 – 455, 1991.

MARANDINO, M. Interfaces da relação museu-escola. Caderno Catarinense de Ensino de Física. v. 18, n. 1, p. 85 – 100, 2001.

OLIVEIRA, E. et al. Análise de conteúdo e pesquisa na área da educação. Revista diálogo educacional. Curitiba, v. 4, n. 9, p. 11 – 27, mai./ago. 2003.

VIEIRA, V.et al. Espaços não - formais de ensino e o currículo de ciências. Ciência e Cultura, v.57, n.4, p.21- 33, out./dez. 2005.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X21556

Copyright (c) 2016 Ciência e Natura



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.