Environmental Mapping of Áreas Vulnerable to Contamination in the Guarani Aquifer in the Municipality of Faxinal do Soturno – RS, Brazil

Diogo Silveira Kersten, Fabiano André Marion, Michelli Freitas Mulling Kersten, Gabriel Oladele Awe, Cassiane Jrayj de Melo Victoria Bariani

Abstract


The increasing demand for natural resources, for agricultural use and urban development, could advance towards areas with possible risk of groundwater contamination, because they are not well planned and/or inadequate environmental studies appropriate to a particular condition of use. This situation is related to the natural vulnerability that evaluates soil type, geology, slope and permanent preservation area; identified as environmental conflicts, due to inappropriate activities, in areas with potential risk of groundwater contamination. Thus, the objectives of this study were to conduct a survey of potentially contaminating activities and to relate their areas of influence with the map of natural vulnerability, which defines the interrelationship among soil maps, geology, slope the municipality of Faxinal do Soturno – RS, Brazil to check possible improper soil use. For this purpose, data were collected from wells and a potentiometric surface map was generated from the static level of wells, which allowed the estimation of groundwater flow. In the municipality, potential activities, including cemeteries, hospitals, fuel station, brick kilns and sawmills with potential risk of contamination were identified. With available technical procedures, potentially contaminating activities were identified in areas of medium and high vulnerability, which characterizes the possible risk of contaminating the groundwater.


Keywords


Geoprocessing; Guarani Aquifer System; groundwater resources; vulnerability of aquifers.

References


AYOADE, J. O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1986.

ARAÚJO, L. M.; FRANÇA, A. B.; POTER, P. E. Aquífero gigante do MERCOSUL no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai; mapas hidrogeológico das formações Botucatu, Pirambóia, Rosário do sul, Buena vista, Missiones e Tacaurémbo. Mapas. Curitiba: UFPR / PETROBRÁS, 1995, 16 p.

BRASIL. MS. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria N° 518, de 25 de março de 2004. Atualizam as disposições da Portaria N° 1469, de 29 de dezembro de 2000. Brasília, 2004. Disponível em:

http://dtr2001.saude.gov.br/sas/PORTARIAS/Port2004/GM/GM-518.htm.

CONAMA. CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução nº 273, de 29 de novembro de 2000. Estabelecem diretrizes para o licenciamento ambiental de postos de combustíveis e serviços e dispõe sobre a prevenção e controle da poluição. Publicada no DOU no 5, de 8 de janeiro de 2001, Seção 1, páginas 20-23.

CONAMA. CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução no 396, de 3 de abril de 2008. Publicada no DOU nº 066, em 07/04/2008.

CNRH. CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Resolução n. 15 de 11 de janeiro de 2001. Poder Executivo, Brasília, DF, 2001. 3p.

CPRM - Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais. Serviço Geológico do Brasil. SIAFUEL. Disponível em:

< http://www.cprm.gov.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=59 >. Acesso em 24 maio 2009.

FEE - Fundação de Economia e Estatística, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Resumo estatístico Disponível em:

http://www.fee.tche.br/sitefee/pt/content/resumo/pg_municipios_detalhe.php?municipio=Faxinal+do+Soturno. Acesso em 01 nov. 2012

FOSTER, S. et al. Proteción de laCalidad Del Agua Subterránea. Washington: Groundwater Management Advisory Team, 2003.

FOSTER, S. et al. Proteção da qualidade da água subterrânea: um guia para empresas de abastecimento de água, órgãos municipais e agências ambientais. São Paulo: SERVMAR, 2006. 114 p.

FOSTER, S.; HIRATA, R. C. A. Determinação de riscos de contaminação das águas subterrâneas: um método baseado em dados existentes. São Paulo: Instituto Geológico, 1993. 87 p. (Boletim, n. 10).

FUELTMANS, D.; KIANG, C. H. Avaliação da hidrogeologia e hidroquímica do Sistema Aquífero Guarani (SAG) no estado de Mato Grosso do Sul. Águas Subterrâneas, v. 19, n. 1, p. 35-48, jan./abr. 2005.

HIRATA, R. C. A. Carga contaminante y peligros a las aguas subterráneas, Revista Latino-Americana de Hidrogeologia, n.2, 2002. p. 81-90.

KERSTEN, D. S. Avaliação ambiental por geoprocessamento como base ao Plano Diretor Municipal de Faxinal do Soturno – RS. Dissertação (Mestrado em Geomática) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2009. 127 f.

MACHADO, M. L. L.; FITZ, P. R. Mapa de reconhecimento dos solos do Estado do Rio Grande do Sul: Geoprocessamento. Porto Alegre: Divisão Técnica EMATER-RS, 2001.

MATOS, B. A. Avaliação da ocorrência e do transporte de micro-organismos no aquífero freático do cemitério de Vila Nova Cachoeirinha, município de São Paulo. 2001. 172 f. Tese (Doutorado em Recursos Minerais e Hidrogeologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 2001.

MARION, F. A. Águas subterrâneas, atividades potencialmente contaminantes e o aporte do geoprocessamento na definição de conflitos. Geoambiente online, Jataí, n17, p.31-48, jul/dez. 2011.

MIGLIORINI, R. B.; DUARTE, U. ; BARROS NETA, M. A. P. (org.). Educação Ambiental para a preservação do Aquífero Guarani na Região do Planalto dos Guimarães. Disponível em: < http://www.abas.org/ >. Acesso em: 20 jan. 2012.

MÜLLER FILHO, I. L. Notas para o Estudo da Geomorfologia do Rio Grande do Sul, Brasil. Santa Maria: Imprensa Universitária, 1970.

OLIVEIRA, A. M. S. et al. Geologia de engenharia. São Paulo: Associação Brasileira de Geologia de Engenharia, 1998, 573 p.

PACHECO, A. (Coord.). Mapa das fontes potenciais de contaminação do município de Atibaia: texto explicativo. São Paulo: USP, 2003.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria do Meio Ambiente. Código estadual do meio ambiente. Lei estadual n° 11.520 de 03.08.2000. Porto Alegre: SEMA/SEMA/FZB, 2000. 107 p.

SILVÉRIO DA SILVA, J. L.; MAZIERO, L.; SANTOS, E. F. dos. Impactos da atividade humana sobre o solo: aquíferos. In: AZEVEDO, A. C.; DALMOLIN, R. S. D.; PEDRON, F. de A. (Eds.) Solos & Ambiente - I Fórum.Santa Maria: Pallotti, 2004. p. 145-167.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X17176

Copyright (c)



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.