Fidelidade em cooperativa agropecuária: Um estudo de caso

Gustavo Fontinelli Rossés, Marcelo Tomazi, Fabiana Letícia Pereira Alves Stecca, Douglas Cavalheiro de Oliveira, Carla Rosane da Costa Sccott

Resumo


Esse estudo teve como objetivo avaliar a fidelidade dos cooperados numa cooperativa agropecuária gaúcha quanto à entrega ou não de sua produção, na safra 2012/2013. Utilizou-se o método qualitativo, desenvolvido através de um estudo de caso na Cooperativa Tritícola Sepeense Ltda – COTRISEL. O estudo consistiu-se de uma pesquisa aplicada (bibliográfica, documental e direta), de caráter exploratório, visando gerar informações de aplicação prática a respeito dos motivos que levaram os cooperados a depositarem parcial ou totalmente sua produção de soja na cooperativa. A pesquisa classificou o cooperante de acordo com sua fidelidade na entrega da produção de soja na cooperativa. Ao final da pesquisa concluiu-se que, de maneira geral, 63,9% dos cooperados entrevistados foram fiéis à cooperativa. Outros 16,7% foram moderadamente fiéis; 11,1% foram pouco fiéis; e por fim, 8,3% foram infiéis. O estudo permitiu concluir que os principais fatores que estimularam a fidelidade dos associados estão relacionados com a confiança, a honestidade e a credibilidade da cooperativa, pontualidade nos pagamentos, estrutura de armazenagem, assistência técnica, prazo de pagamento dos insumos para safra (financiamento do cooperado), afinidade com a cooperativa, distribuição das sobras líquidas conforme estatuto social e contratos de troca-troca (grão por insumos). Os fatores que desestimularam a fidelidade, relatados pelos cooperados, foram os descontos praticados pela cooperativa na hora da entrega da produção de soja, o preço pago pela soja (muitas vezes o cooperado encontra preços mais competitivos em outros estabelecimentos) e uma falta de agilidade no recebimento e descarga da soja.


Palavras-chave


Cooperativism. Agricultural cooperatives. Fidelity

Texto completo:

PDF

Referências


BIALOSKORSKI NETO, S. (Org.) Trabalho III Workshop Internacional de Tendências do Coo-perativismo - Cooperativas: Um Ensaio sobre Eficiência Econômica, Contratos e Fidelidade. Ribeirão Preto, ago. 2002. Disponível em:. Acesso em: 10 out. 2013.

BORK, F. S. Caracterização da percepção dos asso-ciados na sua relação com a COOPAR – Coope-rativa Mista de Pequenos Agricultores da Região Sul. São Lourenço do Sul, RS. 2011. Trabalho de conclusão submetido ao Curso de Graduação Tecnológico em Planejamento e Gestão para o desenvolvimento Rural – PLAGEDER, da Fa-culdade de Ciências Econômicas da UFRGS, como quesito parcial para obtenção do Título de Tecnólogo em Planejamento e Gestão para o De-senvolvimento Rural. 66p. Disponível em: Acesso em: 09 out. 2013.

CAMPOMAR, M. C. Do uso de “estudo de caso” em pesquisas para dissertações e teses em admi-nistração. Ver. De Administração: São Paulo, v. 26, n. 3, p. 95-97, jul./ago. 1991. Disponível em: . Acesso em: 24 jun. 2011.

COTRISEL – Cooperativa Tritícola Sepeense Ltda. Empresa. São Sepé-RS. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2011.

FARIA, V. P. de. Produção e cooperativas de pro-dutores de leite no Brasil. In: Seminário as Coo-perativas e a Produção de Leite no Ano 2000, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Orga-nização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais, 1995. p. 13-19 GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. – 3. Reimpr. – São Paulo: Atlas, 2010.

MELESKO, B. M. Fidelidade e lealdade: uma rela-ção dos cooperados com sua cooperativa. Mono-grafia apresentada ao Curso de Pós-Graduação lato sensu em Gestão de Cooperativas da UNI-JUÍ – UNIVERSIDADE REGIONAL DO ES-TADO DO RIO GRANDE DO SUL - DACEC-DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS, CONTÁBEIS, ECONÔMICAS E DA COMUNICAÇÃO. 2012. Disponível em: < http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/bitstram/handle/123456789/556/Bruno%20Mateus%20Melesko.pdf?sequence=1>. Acesso em: 10 out. 2013.

MOGLIA, L. C.; PARADA JUNIOR, I.; BIALOSKORSKI NETO, S.; MARCHI, D. Fidelidade e reciprocidade do cooperado: o caso da CAROL. 2004.Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2013.

OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras. Apresentação Institucional 2012. Brasília. Dis-ponível em: . Acesso em: 24 jan. 2012.

OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras. Ramos. Brasília. Disponível em: . Acesso em: 24 jan. 2012.

OCERGS. Cooperativismo: Conceitos e Princípios. Porto Alegre, RS. 2012. 9 p. Disponível em: . Acesso em: 9 jul. 2013.

ROSALEM, V; SILVA, E. A. Gestão de cooperati-vas: um estudo sob o olhar do cooperado. Revis-ta Administração Pública e Gestão Social. Minas Gerais, MG, v. 1, n. 1, 2009. Universidade Fede-ral de Goiás Universidade Federal de Viçosa. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

SIMIONI, F. J.; SIQUEIRA, E. S.; BINOTTO, E.; SPERS, E. E.; ARAUJO, Z. A. S. de. Lealdade e oportunismo nas cooperativas: desafios e mu-danças na gestão. RESR, Piracicaba, SP, vol. 47, n° 03, p. 739-765, jul/set 2009 – Impressa em outubro 2009. Disponível em:. Acesso em: 18 set. 2013.

SERIGATI, F. C.; AZEVEDO, P. F. de; OREL-LANO, V. F. Fidelidade em cooperativas: um estudo empírico com as cooperativas paulistas. FGV-EESP, São Paulo, SP, Brasil. 2008. Dispo-nível em:. Acesso em: 18 set. 2013.

SHIMIDT, D,; PERIUS, V. Cooperativismo e coo-perativa. In: CATTANI, Antonio David (Org). A outra economia. Porto Alegre: Veraz Editores, 2003.

WAAK, R. S.; MACHADO FILHO, C. P. Admi-nistração estratégica em cooperativas agroindus-triais. II Workshop Brasileiro de Gestão de Sis-temas Agroalimentares – PENSA/FEA/USP – Ribeirão Preto-SP. 1999. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2013.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e méto-dos. 3 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043220111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103