A IMPORTÂNCIA INDIVIDUAL DO INTEGRANTE DA SOCIEDADE EM REDE NA PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE

Mauro Marafiga Camozzato

Resumo


A sociedade em rede em que vivemos navega sobre a compreensão do virtual como sendo a complementação do real, e não como oposição a ele. Aos poucos, as operações econômicas, jurídicas e sociais transferem-se para o ciberespaço, notadamente para a internet. Dessa maneira, a rede é o local apropriado para a solução de problemas, inclusive os de caráter ambiental. Nessa esteira, cada indivíduo tem o poder, e a responsabilidade, de buscar soluções para os problemas que lhe digam respeito, pois detém ferramental suficiente para a busca de informações e para o agrupamento de indivíduos com interesse comum. Além disso, o cidadão deve aperceber-se como integrante e ao mesmo tempo como construtor do meio ambiente urbano. Dessa maneira, pode utilizar a sociedade em rede para ajudar a construir a realidade necessária para a solução dos problemas que interessam a toda a coletividade.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198136948218

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)