A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL NA FOLHA DE S. PAULO: DA RAZÃO À EMOÇÃO

Marília De Nardin Budó

Resumo


Ondas de punitivismo dirigidas a adolescentes entram e saem do discurso público ciclicamente. O engajamento da mídia hegemônica nesse tema é o objeto deste estudo, que pretende responder à questão: de que maneira o principal jornal impresso do Brasil interagiu com as propostas criminalizadoras e infracionalizadoras provenientes da esfera política e das demandas da opinião pública em seus editoriais, desde o surgimento do Estatuto da Criança e do Adolescente até o presente? O trabalho apresenta uma pesquisa exploratória da bibliografia sobre a atuação da mídia e suas consequências políticas na formação e aprofundamento de pânicos morais sobre a criminalidade juvenil. Na segunda parte, traz os resultados da análise de discurso dos editoriais do jornal Folha de S. Paulo. Os resultados apontam para uma mudança de postura do jornal, a partir de 2007, mantendo a contrariedade à redução da maioridade, mas apoiando o aumento do prazo de internação para dez anos. Apesar de no discurso apelar à razão, é a emoção que se sobressai na sustentação daquela política.


Palavras-chave


maioridade penal, jornalismo, criminologia crítica

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES FILHO, Francisco. A autoria institucional nos editoriais de jornais. Alfa, São Paulo, 50, v. 1. p. 77-89, 2006. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/view/1396. Acesso em: 20 mar. 2015.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS. Maiores jornais do Brasil. Disponível em: http://www.anj.org.br/maiores-jornais-do-brasil-2/. Acesso em: 20 jan. 2015.

BARATA, Francesc. Los mass media y la cultura del miedo. Panoptico, Barcelona, n. 6, 2º semestre de 2003, p. 11-23.

BARATTA, Alessandro. Criminologia crítica e crítica do direito penal. 3 ed. Tradução de Juarez Cirino dos Santos. Rio de Janeiro: Revan/ICC, 2002.

BARRETO, Leonardo (coord.). Mídia e política 2014: hábitos de informação e monitoramento político. 7 ed. Brasília : FSB Comunicações, 2014.

BECKER, Howard. Outsiders: Studies in the sociology of deviance. New York: The Free Press, 1996.

BECKETT, Katherine. Making crime pay. Oxford/New York: Oxford University Press, 1997.

BUDÓ, Marília De Nardin. Ideologia, hegemonia e opinião pública: As contribuições de Gramsci à criminologia crítica. Redes, v. 3, n. 1, 2015. Disponível em: http://www.revistas.unilasalle.edu.br/index.php/redes/ article/view/2172. Acesso em: 01 jun. 2015.

BUDÓ, Marília De Nardin. Mídia e controle social: da construção da criminalidade dos movimentos sociais à reprodução da violência estrutural. Rio de Janeiro: Revan, 2015.

BUDÓ, Marília De Nardin. Mídias e discursos do poder: a legitimação discursiva do processo de encarceramento da juventude pobre no Brasil. Tese (Doutorado). Programa de Pós-graduação em Direito, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2013. 542 f.

BUDÓ, Marília de Nardin. Opinião pública, política e hegemonia: para além do populismo penal. In: OLIVEIRA, Rafael Santos de; SILVA, Rosane Leal da. Direito e novas mídias. Curitiba: Íthala, 2015. p. 81-100.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. 2 ed. Tradução Ângela M. S. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2012.

CHRISTIE, Nils. The ideal victim. In: FATTAH, E. (ed.). From Crime Policy to Victim Policy. Basingstoke: Macmillan, 1986.

COHEN, Stanley. Folk devils and moral panics. 3 ed. London and New York: Routledge, 2002.

CRITCHER, Chas. Moral panics and the media. Maidenhead: Open University, 2003.

EDELMAN, Murray. Constructing the political spectacle. Chicago: The University of Chicago, 1988.

FISHMAN, Mark. Manufacturing the news. Austin: Paperback, 1988.

FLAUZINA, Ana Lucia Pinheiro. Corpo negro caído no chão: o sistema penal e o projeto genocida do Estado brasileiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008.

FOLHA DE S. PAULO, A idade da razão, Editorial, 19 ago. 1993, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Cai um mito, Editorial, 03 jan. 2004, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Comovidos com razão, Editorial, 14 fev. 2007, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Crime e castigo, Editorial, 23 nov. 2003, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Hora de agir, Editorial, 15 fev. 2007, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Infância cercada, Editorial, 13 dez. 2000, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Juventude e populismo, Editorial, 11 jun. 2002, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Maioridade legislativa, Editorial, 18 abr. 2013, p. A2.

FOLHA DE S. PAULO, Maioridade Penal, Editorial, 13 nov. 2003, p. A2.

GOODE, Erich; BEN-YEHUDA. Nachman. Moral panics: the social construction of deviance. Malden: Blackwell, 1994.

HULSMAN, Louk; CELIS, Jacqueline Bernat de. Penas perdidas. O sistema penal em questão. 2 ed. Niterói: Luam, 1997.

HUNT, Arnold. ‘Moral panic’ and moral language in the media. The British Journal of Sociology, v. 48, n. 4, dec. 1997, p. 629-648.

INNES, Martin. A short history of the idea of moral panic. Crime, media, culture. 2005, Vol 1(1): 106–111., SAGE Publications, London, Thousand Oaks, CA and New Delhi.

JEWKES, Yvonne. Media & Crime. Los Angeles: Sage, 2004. p. 201.

MÁXIMO, Helena Cristina. A presença da mídia na ação política: evidências de uma influência discursiva. Brasília: UNB, 2008. Dissertação (Mestrado), Programa de pós-graduação em ciência política, Universidade de Brasília, 2008.

MORETZSOHN, Sylvia Debossan. Mídia e sistema penal: o senso comum criminológico e as dificuldades de um discurso à contracorrente. In: OLIVEIRA, Rafael Santos de; BUDÓ, Marília De Nardin. Mídias e direitos da sociedade em rede. Ijuí: Unijuí, 2013.

SPECTOR, Malcom; KITSUSE, John I. Constructing social problems. New Jersey, 2001.

SUDBRACK, Umberto Guaspari. Grupos de extermínio: aspectos jurídicos e de política criminal. Discursos sediciosos: crime, direito e sociedade, ano 1, n. 2, 2° sem. 1996, p. 111-125.

YOUNG, Jock. Moral panics, Margate and Mary Poppins: Mysterious happenings in south coast seaside towns. Crime, media, culture. Vol 1(1): 100–105, SAGE Publications, London, Thousand Oaks, CA and New Delhi.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1981369418649

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)