ASPECTOS DO BACHARELISMO EM MACHADO DE ASSIS

Yury Vieira Tupynambá de Lélis Mendes, Josélia Batista Mendes

Resumo


Este trabalho, de forma interdisciplinar, visa a estudar dimensões do bacharelismo presentes na obra machadiana. Assim, utilizaremos do método histórico para entendermos o bacharel em Direito na obra machadiana bem como sua imagem no século XIX e sua importância para a formação do Estado Nacional Brasileiro. Para tanto, inicialmente, aborda-se este último processo, e, a posteriori, a formação do Bacharel em Direito como componente da Elite desse Estado. Além disso, analisa-se o arquétipo do personagem bacharelesco machadiano, e correlaciona-se a ficção com o momento histórico em que se inseriam autor e obra, desfazendo-se, assim, a imagem apolítica que muito se atribuiu a Machado de Assis. Em seguida, analisam-se algumas personagens machadianas, verificando-se a estereotipização do bacharel em Direito brasileiro. Por fim, conclui-se a necessidade desta figura na literatura machadiana, como ente da Elite sócio-político-cultural de nossa nação, em seu primeiro século como Estado Soberano.


Palavras-chave


Bacharel em Direito; Direito, História e Literatura; Machado de Assis.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Sérgio. Os aprendizes do poder: o bacharelismo liberal na política brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

ALMEIDA FILHO, José Carlos de Araújo. O Ensino Jurídico, a Elite dos Bacharéis e a Maçonaria do Séc. XIX. (Dissertação de Mestrado, Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro-RJ, 2005).

ARAÚJO, Laíse Helena Barbosa. Bacharelismo e Retórica na Construção do Estado Brasileiro. In: Mnemosine Revista, vol. 1, nº 01, jan./jun. 2010.

ARAÚJO, Laíse Helena Barbosa. O Medalhão do Século XIX: o bacharelismo em Machado de Assis. (Monografia, CESUPA, Belém-PA, 2008).

ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

ASSIS, Machado de. Esaú e Jacó. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

ASSIS, Machado de. Memorial de Aires. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

ASSIS, Machado de. Memórias Póstumas de Brás Cubas. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

ASSIS, Machado de. Papéis Avulsos. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

ASSIS, Machado de. Quincas Borba. São Paulo (SP): Escala Educacional, 2008.

BONAVIDES, Paulo. Teoria do Estado. São Paulo: Malheiros, 1995.

CARVALHO, José Murilo de. A construção da ordem: a elite política imperial. 4ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

CARVALHO, José Murilo de. Teatro de sombras: a política imperial. São Paulo: Edições Vértice, 1988.

CITAÇÕES E ALUSÕES NA OBRA DE MACHADO DE ASSIS. Disponível em http://www.machadodeassis.net/. Acesso em 13 de março de 2012, às 15h30min.

CRUZ, Breno de Paula Andrade; MARTINS, Paulo Emílio Matos. O poder do bacharel no espaço organizacional brasileiro: relendo Raízes do Brasil e Sobrados e mucambos. In: www.ebape.fgv.br/cadernosebape, Volume IV – Número 3 – Outubro 2006.

FERNANDES, Pádua. Machado de Assis e o olhar irônico no país dos bacharéis. Revista Ética e Filosofia Política – Nº 14 – Volume 2 – Outubro de 2011.

GONÇALVES, Marina Leite. Masculinidade e Elite Imperial Brasileira: uma reinterpretação das obras “Ressurreição”, “A Mão e a Luva”, “Helena”, e “Iaiá Garcia”. (Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros-MG, Março/2011).

KOZIMA, José Wanderley. Instituições, Retórica e o Bacharelismo no Brasil. In: WOLKMER, Antônio Carlos (Org.). Fundamentos de História do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 1996.

LEME, Odilon Soares; SERRA, Stella Maria Garrafa; e PINHO, José Albertoni de. Assim se escreve... Gramática - Assim escreveram... Literatura: Brasil – Portugal. São Paulo: EPU, 1981.

NEVES, Gilson Pereira. Machado de Assis e o Mito Antissemita: A genealogia como contraponto crítico ao estereótipo do judeu em Papéis avulsos. (Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros-MG, Janeiro/2011).

PRADO, Daniel Nicory do. Aloysio de Carvalho Filho: pioneiro nos estudos sobre “Direito e Literatura” no Brasil? Artigo obtido pela Internete.

TUFANO, Douglas. Estudos de Língua e Literatura: volume 1. São Paulo: Moderna, 1977.

VENÂNCIO FILHO, Alberto. Das Arcadas ao bacharelismo: 150 anos de ensino jurídico no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1977.

VENÂNCIO FILHO, Alberto. Os Juristas. In: http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=63&sid=258. Acesso em: 13 mar. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1981369413670

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)