Experiências educativas com narrativa fílmica: problematizando o cinema em sala de aula

Jéssica Maria Freisleben, Milena Regina Duarte Corrêa

Resumo


Este trabalho intenta apresentar experiências educativas de problematização de uma narrativa fílmica no ambiente escolar. Configura-se como relato de experiência docente no âmbito da escola pública, com jovens estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental, com idade entre 14 e 16 anos. A escola é integrante da rede municipal de educação, da cidade de Santa Maria/RS.  A experiência é focada nas questões disparadas pelo encontro com o filme “A Invenção de Hugo Cabret” assistido com duas turmas, nelas buscou-se possibilidades de inventar inusitadas tessituras e relançar outras problematizações com e para os filmes. A perspectiva narrativa foi escolhida para integrar essa investigação, visto que ao narrarmos fazemos escolhas já que narramos de acordo com nossa visão e entendimento de mundo.


Palavras-chave


Narrativas fílmicas; Experiência docente; Artes visuais

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, I. Prefácio. In: COSTA, Antônio. Compreender o cinema. Rio de janeiro: Globo, 1987.

CARDONETTI, V. K. GARLET, F. R. OLIVEIRA, M. O. de. Ressonâncias de uma intercessão fílmica que impelem a problematizar a experiência educativa. Goiânia: Educativa, 2014 v. 17, n. 2, p. 341-366.

FRESQUET, A; MIGLIORIN, C. Da obrigatoriedade do cinema na escola, notas para uma reflexão sobre a lei 13.006/14. In: Cinema e Educação: A Lei 13.006. Reflexões, Perspectivas e Propostas. Belo Horizonte: Universo Produção, 2015.

FRESQUET, A. M. Imagens do desaprender – uma experiência de aprender com o cinema: Rio de janeiro, Booklink, 2007.

_

________________ Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

GABRIEL, C. Currículo e cinema na educação básica: reflexões sobre uma articulação discursiva possível. In FRESQUET, Adriana. Currículo de cinema para escolas de educação básica. Rio de Janeiro: 2013. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GARLET, F. R. CARDONETTI, V. K. OLIVEIRA, M. O. de. A problematização como possibilidade avaliativa: Blumenau, Atos de Pesquisa em Educação - v. 9, n.3, p.662-680, set./dez. 2014.

KASTRUP, V. A invenção de si e do mundo. Uma introdução do tempo e do coletivo no estudo da cognição. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

___________ Políticas cognitivas na formação do professor e o problema do devirmestre. Educação & Sociedade: São Paulo, v.26, n.93, p.1273-1288, set-dez, 2008.

MARTINS, R.; TOURINHO, I. Pesquisa Narrativa: Concepções, Práticas e Indagações. Anais do II CEAC, UFSM, 2009.




DOI: https://doi.org/10.5902/1983734827904

 
 
 
DOI: Digital Object Identifier 10.5902/19837348

Qualis B1

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

Acessos a partir de 17/09/2015

CopySpider - Software Anti-plagio