Educação de Jovens e Adultos, multisseriação e recursos didáticos digitais: uma tentativa de diálogo

Gabriel Moreira Beraldi, Francisco Roberto Pinto Mattos, Aira Suzana Ribeiro Martins

Resumo


O presente trabalho pretende responder à seguinte pergunta de investigação: “De que forma a Educação de Jovens e Adultos multisseriada, aliada ao uso de tecnologias, pode contribuir para o processo ensino-aprendizagem?”. Para tanto, tem como objetivo investigar as contribuições da multisseriação e da utilização de recursos didáticos digitais no processo ensino-aprendizagem do aluno da EJA. Regulada por uma legislação específica, a EJA tem sido difundida nos últimos anos como importante ferramenta de inclusão. Em algumas instituições, no entanto, ela está aliada à realidade da multisseriação, que comporta alunos de diferentes séries em uma mesma sala de aula. Pesquisas recentes mostram os desafios dos docentes no trabalho em turmas da EJA. Esta pesquisa é de cunho qualitativo e se utilizou de pesquisa bibliográfica e entrevistas semiestruturadas em uma amostra de 20 alunos de Ensino Médio multisseriado da modalidade EJA de uma das unidades da Escola SESI/RJ. As conclusões apontaram para uma avaliação positiva da junção entre EJA, multisseriação e recursos didáticos digitais.


Palavras-chave


Educação de Jovens e Adultos; Multisseriação; Recursos didáticos digitais.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à Metodologia do Trabalho Científico: elaboração de trabalhos na graduação. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

BEHRENS, Marilda Aparecida. O paradigma emergente e a prática pedagógica. Curitiba: Champagnat, 1999.

BERRY, Chris. Multigrade Teaching: a discussion document. 2010. Disponível em http://www.ioe.ac.uk. Acesso em 12 de setembro de 2018.

BRASIL. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.393/96. Diário Oficial da União, 20/12/1996.

CAMINHA, Ivanete Saskoski; OLIVEIRA, Adriana Leônidas de. Características da Educação de Jovens e Adultos na percepção de egressos matriculados no Ensino Superior. In: X Encontro Latino Americano de Pós Graduação. São José dos Campos-SP. Mostra Científica – UNIVAP – X Encontro Latino Americano de Pós Graduação, 2010.

CANDAU, Vera Maria. Construir ecossistemas educativos - reinventar a escola. In: CANDAU, Vera Maria (org.). Reinventar a escola. 5 Ed. Petrópolis: Vozes, 2007. p. 11-16.

FERRI, Cassia. Classes multisseriadas: que espaço escolar é esse? 1994. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1994.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. 45ª ed. São Paulo: Cortez, 2003.

INEP - INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Panorama da educação no campo. Brasília: INEP, 2007.

JESUS, Eliângela Ferreira de; MACHADO, Liliane Campos. Reflexões sobre a proposta curricular da Educação de Jovens e Adultos. In: III Congresso Norte-Mineiro de Pesquisa em Educação: Diferentes Linguagens na Formação do Professor. 2011, Montes Claros. Anais. Montes Claros: Unimonte, 2011. v. 1. p. 1-22.

LEMOS, Marlene Emília Pinheiro de. Proposta Curricular. In: BRASIL. Salto para o futuro: Educação de Jovens e Adultos. Brasília: Ministério da Educação. SEED, 1999. Vol. 10, p. 19-25, 112p.

OLIVEIRA, Rita de Cássia da Silva. EJA em Ponta Grossa: Características do Público Discente. Revista HISTEDBR Online. Campinas. n. 41, p. 255-269, mar. 2011.

ROSA, Ana Cristina Silva da. Classes multisseriadas: desafios e possibilidades. In: Educação & Linguagem. Ano 11, n. 18, p. 222-237, jul./dez. 2008.

SOUSA, Kesia Costa.; CUNHA, Nathan da Silva. Perfil dos alunos da Educação de Jovens e Adultos de Teresina. In: VI Encontro de Pesquisa em Educação da UFPI. 2010. VI Encontro de Pesquisa em Educação da UFPI, Teresina: UFPI, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644434990

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar