Acessibilidade geográfica e organizacional: obstáculos entre usários com tuberculose e os serviços de saúde.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/217976928494

Palavras-chave:

Tuberculose, Acesso aos serviços de saúde, Atenção primária à saúde, Assistência integral à saúde

Resumo

http://dx.doi.org/10.5902/217976928494

Objetivo: identificar a acessibilidade geográfica e organizacional de um serviço de referência para o tratamento de tuberculose de um município do interior do Rio Grande do Sul. Método: estudo quantitativo, descritivo, realizado com usuários com tuberculose tratados no período de 1999 a 2008. Os endereços foram localizados a partir das delimitações geográficas e territoriais propostas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Resultados: a pesquisa aponta que 80% da amostra residem distante da unidade básica, mais de 72% destes moram em ruas com obstáculos. Verificou-se que o acesso aos serviços de saúde ocorre mediante a conformação de filas para a distribuição de fichas de atendimento, revelando fragilidades organizacionais. Conclusão: a acessibilidade necessita compor a agenda dos gestores e trabalhadores de saúde para a efetivação da integralidade da atenção no Sistema Único de Saúde.

Biografia do Autor

Rosana Huppes Engel, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Enfermeira, Especialista em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúde, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/UFSM.

Teresinha Heck Weiller, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Doutora, Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem/UFSM e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/UFSM

Elaine Miguel Delvivo Farão

Enfermeira, Especialista em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúde

Iarema Fabieli Oliveira de Barros, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Acadêmica do Curso de Fisioterapia da UFSM

Juliana Bordignon, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Acadêmica do Curso de Enfermagem da UFSM

Emanuelli Mancio Ferreira da Luz, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Enfermeira, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/UFSM

Downloads

Publicado

2013-10-07

Como Citar

Engel, R. H., Weiller, T. H., Farão, E. M. D., Barros, I. F. O. de, Bordignon, J., & Luz, E. M. F. da. (2013). Acessibilidade geográfica e organizacional: obstáculos entre usários com tuberculose e os serviços de saúde. Revista De Enfermagem Da UFSM, 3(2), 307–314. https://doi.org/10.5902/217976928494

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>