Família que convive com pessoa com transtorno mental: genograma e ecomapa

Ariane Naidon Cattani, Ana Paula Vargas Ronsani, Lisiane dos Santos Welter, Amanda de Lemos Mello, Daiana Foggiato de Siqueira, Marlene Gomes Terra

Resumo


Objetivo: analisar a estrutura, os vínculos e a rede de apoio de uma família que convive com uma pessoa com transtorno mental por meio da construção do genograma e ecomapa. Método: estudo qualitativo, exploratório e descritivo, realizado com duas pessoas de uma família que convive com pessoa com transtorno mental, em um hospital, localizado no Rio Grande do Sul. Utilizou-se entrevista semiestruturada norteada pelo Guia para Avaliação e Intervenção na Família. A análise consistiu na construção do genograma e ecomapa, com auxílio de um software de genealogia. Resultados: os vínculos familiares são fracos. A rede de apoio é centrada no serviço de emergência, ambulatorial e internação, há precariedade de serviços substitutivos e de locais para reinserção social. Conclusão: a implementação do genograma e ecomapa na assistência a pessoas com transtornos mentais são ferramentas que auxiliam no planejamento do cuidado e intervenções no contexto familiar.

Palavras-chave


Saúde Mental; Transtornos Mentais; Família; Enfermagem; Enfermagem Psiquiátrica

Referências


Brasil, Ministério da Saúde (BR). Cadernos de atenção básica: Saúde mental. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013.

Kebbe LM, Rôse LBR, Fiorati RC, Carretta RYD. Cuidando do familiar com transtorno mental: desafios percebidos pelos cuidadores sobre as tarefas de cuidar. Saúde Debate [Internet]. 2014 [acesso em 2017 nov 14];38(102):494-505. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042014000300494&lng=en doi: http://dx.doi.org/10.5935/0103-1104.20140046

Souza Filho MD, Sousa AO, Parente ACBV, Carvalho MCC, Martins MCC. Avaliação da sobrecarga em familiares cuidadores de pacientes esquizofrênicos adultos. Psicol Estud [Internet]. 2010 [acesso em 2017 nov 14];15(3):639-47. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v15n3/v15n3a22.pdf

Santin G, Klafke TE. A família e o cuidado em saúde mental. Barbarói [Internet]. 2011 [acesso em 2017 dez 12];34. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/barbaroi/article/view/1643/1567

Soares CB, Munari DB. Considerações acerca da sobrecarga em familiares de pessoas com transtornos mentais. Ciênc Cuid Saúde [Internet]. 2007 [acesso em 2017 set 05];6(3):357-62. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/4024/2717

Musquim CA, Araújo LFS, Bellato R, Dolina JV. Genograma e ecomapa: desenhando itinerários terapêuticos de família em condição crônica. Rev Eletrônica Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2018 jan 11];15(3):656-66. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/revista/v15/n3/pdf/v15n3a07.pdf

Dezoti AP, Alexandre AMC, Freire MHS, Mercês NNA, Mazza VA. Apoio social a famílias de crianças com paralisia cerebral. Acta Paul Enferm [Internet]. 2015 [acesso em 2018 out 15];28(2):172-6. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002015000200172&lng=pt

Vicente JB, Higarashi IH, Furtado MCC. Transtorno mental na infância: configurações familiares e suas relações sociais. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2015 [acesso em 2018 jan 25];19(1):107-14. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452015000100107&lng=pt

Wright LM, Leahey M. Enfermeiras e famílias: um guia para avaliação e intervenção na família. 5ª ed. São Paulo (SP): Roca; 2011.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012 [Internet]. 2012 [acesso em 2017 dez 05]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html

Garcia RP, Budó MLD, Viegas AC, Cardoso DH, Schwartz E, Muniz RM. Estrutura e vínculos de uma família após infarto agudo do miocárdio. Rev Cuid (Bucaramanga 2010) [Internet]. 2015 [acesso em 2017 nov 26];6(1):991-8. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2216-09732015000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Borges CD, Costa MM, Faria JG. Genograma e atenção básica à saúde: em busca da integralidade. Revista Psicol Saúde [Internet]. 2015 [acesso em 2017 dez 11];7(2):133-41. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rpsaude/v7n2/v7n2a07.pdf

Pereira Neto EF, Ramos MZ, Silveira EMC. Configurações familiares e implicações para o trabalho em saúde da criança em nível hospitalar. Physis (Rio J) [Internet]. 2016 [acesso em 2018 fev 01];26(3):961-79. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000300961&lng=en http://dx.doi.org/10.1590/s0103-73312016000300013 doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312016000300013

Nolasco M, Bandeira M, Oliveira MS, Vidal CEL. Sobrecarga de familiares cuidadores em relação ao diagnóstico de pacientes psiquiátricos. J Bras Psiquiatr [Internet]. 2014 [acesso em 2017 nov 01];63(2):89-97. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852014000200089&lng=en doi: http://dx.doi.org/10.1590/0047-2085000000011

Oliveira APP, Caldana RHL. As repercussões do cuidado na vida do cuidador familiar do idoso com Demência de Alzheimer. Saúde Soc [Internet]. 2012 [acesso em 2018 jan 15];21(3):675-85. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/sausoc/article/viewFile/48754/52828

Souza IP, Bellato R, Araújo LFS, Almeida KBB. Genogram and ecomap as tools for understanding family care in chronic illness of the young. Texto & Context Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2017 out 22];25(4):e1530015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072016000400301&lng=en

Campos Junior A, Amarante PDC. Estudo sobre práticas de cuidado em saúde mental na Atenção Primária: o caso de um município do interior do estado do Rio de Janeiro. Cad Saúde Coletiva [Internet]. 2015 [acesso em 2017 dez 01];23(4):425-35. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-462X2015000400425&lng=en

Costa PHA, Colugnati FAB, Ronzani TM. Avaliação de serviços em saúde mental no Brasil: revisão sistemática da literatura. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2015 [acesso em 2017 nov 01];20(10):3243-53. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015001003243&lng=en

Oliveira EC, Medeiros AT, Trajano FMP, Chaves Neto G, Almeida SA, Almeida LR. Mental health care in the territory: conceptions of primary health care professionals. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 2017 out 15];21(3):e20160040. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452017000300210

Pande MNR, Amarante PDC. Desafios para os Centros de Atenção Psicossocial como serviços substitutivos: a nova cronicidade em questão. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2011 [acesso em 2017 dez 13];16(4):2067-76. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000400006&lng=pt

Barron GR. The Alberta Mental Health Act 2010 and revolving door syndrome: control, care, and identity in making up people. Can Rev Sociol [Internet]. 2016 [acesso em 2019 jan 29];53(3):290-315. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27527994

Silva PRF, Carvalho MCA, Cavalcanti MT, Echebarrena RC, Mello AS, Dahl CM, et al. Deinstitutionalization of long stay patients in a psychiatric hospital in Rio de Janeiro. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2017 [acesso em 2017 dez 20];22(7):2341-52. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002702341&lng=en

Guimarães AN, Borba LO, Larocca LM, Maftum MA. Mental health treatment according to the asylum model (1960 to 2000): nursing professionals' statements. Texto & Context Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2017 jan 16];22(2):361-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000200012&lng=en

Brasil. Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN nº 427 de 7 de maio de 2012. Normatiza os procedimentos da enfermagem no emprego de contenção mecânica de pacientes [Internet]. 2012 [acesso em 2017 set 22]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4272012_9146.html




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769236517

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.