A relação familiar com pessoas que possuem transtorno afetivo bipolar

Raíssa Ottes Vasconcelos, Marlene Gomes Terra, Mariane da Silva Xavier Botega, Keity Lais Siepmann Soccol, Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Cristiane Trivisiol Arnemann

Resumo


Objetivo: conhecer a perspectiva de familiares acerca da relação com pessoas que possuem transtorno afetivo bipolar. Método: estudo qualitativo, realizado com sete familiares. Os dados foram coletados por meio de entrevista, em março e abril de 2014 e analisados conforme análise de conteúdo. Resultados: a relação está pautada no modo com que a família organiza a rede de apoio entre seus membros e os desafios no cotidiano das relações familiares. Entre os desafios, encontram-se as alterações de humor, a sobrecarga emocional, física e financeira, a dificuldade na adesão ao uso de psicofármacos e a não aceitação do diagnóstico. Considerações finais: é importante acolher e proporcionar momentos de escuta aos familiares nos serviços de saúde, para que seja possível compreender as suas necessidades e implementar estratégias assertivas de melhoria da atenção pela equipe de saúde.


Palavras-chave


Família; Relações familiares; Transtorno bipolar; Saúde mental; Enfermagem.

Referências


Muniz MP, Tavares CMM, Abrahão AL, Souza AC. A assistência de enfermagem em tempos de reforma psiquiátrica. Rev Port Enferm Saúde Mental [Internet]. 2015 [acesso em 2018 nov 01];13:61-5. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-21602015000200008

Fernandes MA, Sousa KHJF, Andrade PCA, Carvalho LCS, Pereira DBD, Silva BJM. Transtorno afetivo bipolar, episódio atual maníaco com sintomas psicóticos e o cuidar em enfermagem. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2016 [acesso em 2018 nov 01];10(2):669-74. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11004

Borges TT, Rezende MGC, Nunes CR. Assistência de enfermagem: implicações na adesão ao tratamento de portadores de transtorno afetivo bipolar. Múltiplos Acessos [Internet]. 2017 [acesso em 2017 jul 18];1(1):34-46. Disponível em: http://www.multiplosacessos.com/multaccess/index.php/multaccess/article/view/5

Gomes ID, Lopes MAP, Monteiro MCPD, Basto ML, Oliveira CS, Botelho MAR, et al. Grupo de suporte à família da pessoa com doença mental grave: um porto de abrigo na adversidade. In: Anais do 6º Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa (CIAIQ 2017); 2017 jul 14-16; Salamanca (Espanha). Salamanca: CIAIQ; 2017 [acesso em 2017 ago 14]. Disponível em: http://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2017/article/view/1300/1259

Martins PPS, Guanaes-Lorenzi C. Participação da família no tratamento em saúde mental como prática no cotidiano do serviço. Psicol Teor Pesqui [Internet]. 2017 [acesso em 2018 jul 27];32(4). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722016000400216&lng=en&nrm=iso doi: 10.1590/0102.3772e324216

Viegas SMF, Penna CMM. As dimensões da integralidade no cuidado em saúde no cotidiano da Estratégia Saúde da Família no Vale do Jequitinhonha, MG, Brasil. Interface (Botucatu) [Internet]. 2015 [acesso em 2018 set 08];19(55):1089-100. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v19n55/1807-5762-icse-1807-576220140275.pdf

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo (SP): Hucitec; 2014.

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo (SP): Edições 70; 2011.

Brasil. Presidência da República. Lei nº 10.216, de 06 de abril de 2001. Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental [Internet]. 2011 [acesso em 2018 jun 12]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LEIS_2001/L10216.htm

Ramos AC, Calais SL, Zotesso MC. Convivência do familiar cuidador junto a pessoa com transtorno mental. Contextos Clín [Internet]. 2019 jan-abr [acesso em 2019 abr 13];12(1):282-302. Disponível em: http://www.revistas.unisinos.br/index.php/contextosclinicos/article/view/ctc.2019.121.12/60746848

Jorge MSB, Diniz AM, Lima LL, Penha JC. Apoio matricial, projeto terapêutico singular e produção do cuidado em saúde mental. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2015 mar [acesso em 2018 jun 12];24(1):112-20. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v24n1/pt_0104-0707-tce-24-01-00112.pdf

Xavier MST, Terra MG, Silva CTS, Souto VT, Mostardeiro SCTS, Vasconcelos RO. A utilização de psicofármacos em indivíduos com transtorno mental em acompanhamento ambulatorial. Enferm Glob [Internet]. 2014 out [acesso em 2017 maio 15];13(36):114-25. Disponível em: http://revistas.um.es/eglobal/article/view/201121/165631

Gama CAP, Campos RTO, Ferrer AL. Saúde mental vulnerabilidade social: a direção do tratamento. Rev Latinoam Psicopatol Fundam [Internet]. 2014 [acesso em 2015 jun 10];17(1):69-84. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47142014000100006

Kebbe LM, Rôse LBR, Fiorati RC, Carretta RYD. Cuidando do familiar com transtorno mental: desafios percebidos pelos cuidadores sobre as tarefas de cuidar. Saúde Debate [Internet]. 2014 set [acesso em 2019 abr 13];38(102):494-505. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/sdeb/2014.v38n102/494-505/pt

Xavier MS, Terra MG, Schimith MD, Leite MT, Kruse MHL, Arnemann CT. Compreensão de enfermeiras atuantes em saúde mental sobre a internação compulsória e involuntária. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 2017 maio 15];21(3):e20160262. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v21n3/1414-8145-ean-2177-9465-EAN-2016-0262.pdf

Freire EC, Feijó CFC, Fonteles MMF, Sá JSE, Carvalho TP. Adesão ao tratamento medicamentoso em usuários com transtorno do humor de centro de atenção psicossocial do nordeste do Brasil. Rev Ciênc Farm Básica Apl [Internet]. 2014 [acesso em 2017 jul 12];34(4):565-70. Disponível em: http://200.145.71.150/seer/index.php/Cien_Farm/article/viewArticle/2641

Loro MM, Roever E, Kolankiewicz ACB, Bernat AN, Herr GEG, Rosanelli CDLP. Percepção de profissionais de enfermagem frente ao atendimento de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Rev Contexto Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 2017 jul 12];11(20):1171-6. Disponível em: https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoesaude/article/view/1765/1469




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769237694

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.