Preditores de crenças no processo de avaliação das ações educacionais à equipe de saúde

Gabriela Cristina Costa Gonçalves, Daniela Miori Pascon, Melissa Messias, Patrícia Tavares dos Santos, Everson Cristiano de Abreu Meireles, Vera Lucia Mira

Resumo


Objetivos: avaliar a dimensionalidade e a consistência interna da escala de crenças; verificar existência de relações entre as variáveis-critério e variáveis crenças; investigar as variáveis preditoras de crenças no processo de avaliação de ações educativas da equipe de saúde. Método: estudo quantitativo correlacional, desenvolvido em 14 instituições de saúde, com a participação de 992 trabalhadores, em que se aplicou uma escala Likert composta por 31 itens relativos às crenças da equipe no processo de avaliação de treinamentos. A dimensionalidade/estrutura interna da escala foi realizada por meio de análises fatoriais exploratórias; análises de regressão múltipla padrão, testes t de Student, ANOVA e análises post hoc, também foram aplicadas. Resultados: encontrados três fatores; as variáveis preditoras foram "número de treinamentos nos últimos 12 meses”; “participação em treinamento no momento da pesquisa” e “idade”. Conclusões: a escala apresentou consistência interna e houve identificação de correlações e variáveis preditoras. Descritores: Desenvolvimento de pessoal; Educação continuada; Avaliação Educacional 


Palavras-chave


Desenvolvimento de pessoal; Educação permanente; Avaliação

Referências


Balarin CS, Zerbini T, Martins LB. A relação entre suporte à aprendizagem e impacto de treinamento no trabalho. REAd Rev Eletrônica Adm [Internet]. 2014 [acesso em 2017 jun 15]; 2(2):341-70. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-23112014000200341&script=sci_abstract&tlng=pt.

Brant SRC, Borges-Andrade JE. Crenças no contexto do trabalho: características da pesquisa nacional e estrangeira. Rev Psicol Organ Trab [Internet]. 2014 [acesso em 2017 jun 15];14(3):292-302. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-66572014000300005.

Bastos LFL, Ciampone MHT, Mira VL. Avaliação de suporte à transferência e impacto de treinamento no trabalho dos enfermeiros. Rev Latinoam Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2017 abr 03];21(6):1274-81. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v21n6/pt_0104-1169-rlae-21-06-01274.pdf.

Ferreira RR, Abbad GS. Training needs assessment: where we are and where we should go. BAR Braz Adm Rev [Internet]. 2013 [acesso em 2017 abr 03];10(1):77-99. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-76922013000100006.

Otrenti E, Mira VL, Bucchi SM, Borges-Andrade JE. Evaluation of formal educational processes for healthcare professionals. Invest Educ Enferm [Internet]. 2014 [acesso em 2017 maio 24];32(1):103-11. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25229909.

Frank DH, Wertenbroch K, Maddux WW. Performance pay or redistribution? Cultural differences in just-world beliefs and preferences for wage inequality. Organ Behav Hum Decis Process [Internet]. 2015 [acesso em 2017 mar 05];130:160–70. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S074959781500028X.

Bolfarine H, Bussab WO. Elementos de Amostragem. Rio de Janeiro: Blucher; 2017. Amostragem aleatória simples; p. 61-90.

Levy PS, Lemeshow S. Sampling of populations: methods and applications. 4th ed. USA: Wiley-Blackwell; 2009.

Mira VL. Avaliação de programas de treinamento e desenvolvimento da equipe de enfermagem de dois hospitais do município de São Paulo [livre-docência]. São Paulo: Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo; 2010. 225 p.

American Educational Research Association. American Psychological Association. National Council on Measurement in Education. Standards for educational and psychological testing. Washington (DC); 2014.

Mira VL. Relatório de pesquisa apresentado e aprovado pelo CNPq: crenças da equipe de saúde nas ações educativas institucionais. São Paulo; 2014.

Aparuhov T, Muthen LK, Muthen BO. Exploratory structural equation modeling. Struct Equ Model Multidiscip J. 2009;16(3):397-438.

Horn JL. A rationale and technique for estimating the number of factors in factor analysis. Psychometrika [Internet]. 1965 [acesso em 2015 mar 11];30(1):179-85. Disponível em: http://cda.psych.uiuc.edu/psychometrika_johnson/horn_citation_classic_number_of_factors.pdf.

Damasio BF. Uso da análise fatorial exploratória em psicologia. Aval Psico [Internet]. 2012 [acesso em 2015 abr 25];11(2):213-28. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/avp/v11n2/v11n2a07.pdf.

Kline RB. Principles and practice of Structural Equation Modeling. 3th. The Guilford Press: New York, London; 2011.

Lopes JM, Mourão L. Crenças acerca do sistema de treinamento: a predição de variáveis pessoais e funcionais. Estud Psicol [Internet]. 2010 [acesso em 2017 abr 22];27(2):197-206. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2010000200007.

Dancey CP, Reidy J. Statistics without maths for psychology. 3th ed. New Jersey: Pearson Education International; 2006.

Flores GE, Oliveira DLL, Zocche DAA. Educação permanente no contexto hospitalar: a experiência que ressignifica o cuidado em enfermagem. Trab Educ Saúde [Internet]. 2016 [acesso em 2017 mai 23];14(2):487-504. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-77462016000200487.

Cardoso RB, Ferreira BJ, Martins WA, Paludeto SB. Programa de educação permanente para o uso do prontuário eletrônico do paciente na enfermagem. J Health Inform [Internet]. 2017 [acesso em 2017 set 08]; 9(1):25-30. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/429/302.

Oliveira B, Martino MMF. Análise das funções cognitivas e sono na equipe de enfermagem nos turnos diurno e noturno. Rev Gaúch Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2017 jun 15];34(1):30-6. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472013000100004.

Lemos CLS. Educação Permanente em Saúde no Brasil: educação ou gerenciamento permanente. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2016 [acesso em 2017 ago 13];21(3):913-22. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232016000300913&script=sci_abstract&tlng=pt.

Pinto HA, Ferla AA, Ceccim RB, Florêncio AR, Matos IB, Barbosa MG et al. Atenção básica e educação permanente em saúde: cenário apontado pelo Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Divulg Saúde Debate [Internet]. 2014 [acesso em 2017 set 05];(51):145-60. Disponível em: http://cebes.org.br/site/wp-content/uploads/2014/12/Divulgacao-51.pdf.

Abbad GS, Mourão L. Avaliação de necessidades de TD&E: proposição de um novo modelo. Rev Adm Mackenzie [Internet]. 2012 [acesso em 2017 set 23];13(6):107-37. Disponível em: https://www.redalyc.org/html/1954/195424913006/.

Mourão L, Gondim SMG, Macêdo MEC, Luna AF. Avaliação de necessidades de treinamento como preditora do impacto do treinamento no trabalho. Rev Psicol Organ Trab [Internet]. 2013 [acesso em 2017 maio 23];13(2):203-16. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-66572013000200008.

Sapatini, TF, Gasparino RC, Polli L, Oliveira AS. Avaliação de um programa admissional para a equipe de enfermagem. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2017 jun 22];20(3). Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=127745807010.

Francisco THA, Vefago YB, Ramos AM, Souza IR. Para além das metodologias ativas: uma reflexão sobre a indução da qualidade em cursos de Administração. Rev Bras Ensino Super [Internet]. 2017 [acesso em 2018 abr. 27];3(2):38-57. Disponível em: https://seer.imed.edu.br/index.php/REBES/article/view/2024. doi: https://doi.org/10.18256/2447-3944.2017.v3i2.2024.

Gerhardt TE, Silveira DT [organizadoras]. Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Ed. UFRGS; 2009. Disponível em: http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769229250

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.