ESTUDO DE CASO PARA A VIABILIDADE DE IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTO COMPACTO NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

Marcelo Tsuyoshi Haraguchi, Fernando Ernesto Ucker, Rodrigo Kronhardt, Thiago Ferrari, Pedro Daniel da Cunha Kemerich

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236130810964

O objetivo deste estudo consiste em avaliar a viabilidade de um sistema de ETE compacta em detrimento de um sistema convencional de estações de tratamento de esgoto já consolidado no país no tratamento de esgoto sanitário, considerando seu custo, eficiência e demanda espacial. Os sistemas comparados nesta análise são: ETE Goianira, sistema convencional; ETE Campos Dourados, sistema compacto. A estação Campos Dourados não alcançou a eficiência do sistema convencional, porém os resultados estão em conformidade com o que estabelece a legislação ambiental. A ETE compacta apresenta maior custo de implantação e manutenção, mas a diferença não a torna inviável devido ao retorno na ocupação de espaço, que é substancialmente favorável comparado com o sistema convencional de lagoas de estabilização da ETE Goianira.


Palavras-chave


biofiltro aerado submerso; ETE compacta; reator UASB

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130810964

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.