INDICATIVO DE CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL POR METAIS PESADOS EM ATERRO SANITÁRIO

Pedro Daniel da Cunha Kemerich, Carlos Eduardo Balestrin Flores, Willian Fernando de Borba, Ademir Eloi Gerhardt, Bruno Acosta Flores, Alexandre Couto Rodrigues, Guilherme Barros

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236130814441

O chorume é um liquido escuro, que contém altas concentrações de compostos orgânicos e inorgânicos. Esse líquido pode conter metais pesados, sólidos suspensos e compostos orgânicos originados da degradação de substâncias que são metabolizadas, como carboidratos, proteínas e gorduras. Em virtude do local onde se encontra poderá atingir e contaminar o solo e recursos hídricos superficiais e subterrâneos, pondo em risco a população que vive nas proximidades da área. O presente trabalho teve como objetivo analisar as concentrações dos metais pesados bário, cobre e cromo em solo ocupado por aterro sanitário. Para coleta do solo foram realizadas tradagens em 10 diferentes pontos e profundidades. Para determinação dos metais foi utilizado a técnica de Fluorescência de Raios-X por Energia dispersiva e com auxilio do software Surfer 10 foram especializados os dados gerando-se os cartogramas. Todos os metais citados no presente trabalho indicam contaminação do solo em alguns pontos e profundidades, destacando-se o ponto 8 a uma cota de 538,94 m, obtendo concentrações de Bário, Cobre e Cromo indicando relação do fluxo superficial e sub superficial da água com contaminação por estes elementos, com os resultados obtidos pode-se constatar o potencial de contaminação por metais em solo ocupado pelo Aterro Sanitário.


Palavras-chave


Aquífero subterrâneo; Lixiviado; Resolução CONAMA 420/2009.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130814441

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.