A pertinência da utilização do sistema de avaliatividade como referência em pesquisas sobre recepção de livros didáticos: reflexões teóricas e metodológicas

Renato Caixeta da Silva

Resumo


Apresentam-se reflexões sobre a pertinência do Sistema de Avaliatividade como referencial para pesquisas sobre recepção de materiais /livros didáticos por docentes e discentes, considerando que esse sistema prevê a expressão das atitudes, gradação e engajamento pelos falantes. Também apresentam-se questões acerca de metodologia e de instrumentos de coleta de informações para pesquisas dessa natureza. O artigo pode contribuir para referendar o Sistema de Avaliatividade como referencial para pesquisas relacionadas ao uso e à recepção de materiais didáticos, podendo tais investigações ser importantes para entendimentos locais e para políticas públicas na área educacional.

Palavras-chave


Avaliatividade; Pesquisa; Livro didático; Recepção

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F., S. D. P. Avaliação na linguagem - os elementos de atitude no discurso do professor, um exercício em análise do discurso sistêmico-

-funcional. São Carlos - SP: Pedro e João Editores/ FAPEMAT, 2010.

ALLWRIGHT, D. Six Promising Directions in Applied Linguistics. In: Gieve, S.; Miller, I. K. (Ed.) Understanding the language classroom, Hampshire, United Kingdom: Palgrave Macmillan. 2006, p 11-17.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BARBARA, L. A teoria sistêmico-funcional e o ensino. In.: NININ, M. O. G.; ROMERO, T. R. S. Linguística sistêmico-funcional como instrumento na educação. São Carlos (SP): Pedro e João Editores, 2008, p. 103-109.

BATISTA, A. A. G.; ROJO, R. Livros escolares no Brasil: a produção científica. In.: VAL, M. G. C.; MARCHUSCHI, B (org.). Livros didáticos de língua portuguesa: letramento e cidadania. Belo Horizonte: Ceale/ FAE/ UFMG, Autêntica, 2005, p. 13-46.

BAUER, M.W.; GASKELL, G. (org.) Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 7 ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

BRASIL / MEC / FNDE. Edital PNLD 2011. Brasília, MEC / FNDE, 2009.

CASSIANO, C. C. F. O mercado do livro didático no Brasil do século XXI: a entrada do capital espanhol na educação nacional. São Paulo: Editora UNESP, 2013.

CHOPPIN, A. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.30, n.3, set./dez. 2004, p. 549-566.

CORACINI, M. J. O livro didático nos discursos da Linguística Aplicada e da sala de aula. In: CORACINI, M. J. (Org.). Interpretação, autoria e legitimação do livro didático. Campinas: Pontes, 1999. p. 17- 26.

CUNNINGSWORTH, A. Choosing your coursebook. Oxford. Heinemann, 1995.

DIAS, R. Critérios para a avaliação do livro didático de língua estrangeira no contexto do segundo ciclo do ensino fundamental. In.: DIAS, R.; CRISTÓVÃO, V. L. (org). O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas. São Paulo: Mercado de Letras. 2009, p. 199-234.

DIAS, R.; CRISTÓVÃO, V. L. (org). O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas. São Paulo: Mercado de Letras, 2009.

DIONÍSIO, A. P; BEZERRA, M.A. (org.) O livro didático de português: múltiplos olhares. 3ed. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2005.

GUBA, E.; LINCOLN, Y. Competing Paradigms in Qualitative Research. In.: DENZIN, N.K.; LINCOLN, Y.S. Handbook of qualitative research. Thousand Oaks: Sage Publications, 1994.

GUBA, E.; LINCOLN, Y. Controvérisas paradigmáticas, contradições e confluências emergentes. In.: DENZIN, N.K.; LINCOLN, Y.S. O planejamento da pesquisa qualitativa. 2ed, tradução de Sandra Regina Netz, Porto Alegre: Artmed, 2006, p.169-192, reimpressão 2010.

HALLIDAY, M. A. K. Part A. In: HALLIDAY, M. A. K; HASAN, R. Language, context and text: aspects of language in social semiotic perspective. Oxford: Oxford University Press, 1989.

HALLIDAY, M. A. K. An Introduction to functional grammar. 2nd. ed. London: Arnold, 1994.

HALLIDAY, M. A. K.; MATHIESSEN, C. M. I. M. An Introduction to functional grammar. 3rd. London: Hodder Arnold, 2004.

LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. Pesquisa pedagógica – do projeto à implementação. Porto Alegre: Artmed, 2008.

LITTLEJOHN, A. Why are English language teaching materials the way they are? PhD Thesis. Lancaster: Lancaster University, 1992, 299 fls.

MARTIN, J. R. Analysing genre: functional parameters. In.: CHRISTIE, F.; MARTIN, J. (ed). Genre and institutions: social processes in the workplace and school. London: Cassell. 1997. 3-39. Disponível em: http://wwww.wagsoft.com/Systemics/MartinPapers/BC1997AnalysingGenreFunctionParameters.PDF. Acesso em 20.04.2014.

MARTIN, J. R. Meaning Beyond the Clause: SFL Perspectives. Annual Review of Applied Linguistics: v.22, USA: Cambridge University Press, 2000. pp. 52-74. Versão online: http://journals.cambridge.org/action/displayAbstract?aid=135889 Acesso em 03.02.2010.

MARTIN, J.; ROSE, D. Working with discourse: meaning beyond the clause. London and New York: Continuum, 2003.

MARTIN, J.; ROSE, D. Genre relations: mapping cultures. London, Oakville: Equinox, 1st Gallery,.2006.

MARTIN, J.; ROSE, D. Working with discourse: meaning beyond the clause. London and New York: Continuum, 2007.

MARTIN, J.; WHITE, P. R. R. The language of evaluation: Appraisal in English. New York, London, UK: Palgrave Macmillan, 2005.

MONTEMÓR, H. S. M. Representações Discentes Acerca da Importância da Aprendizagem da Teoria Gramatical Analisada pela GSF. In.: NININ, M. O. G.; ROMERO, T. R. S. Linguística sistêmico-funcional como instrumento na educação. São Carlos (SP): Pedro e João Editores, 2008, p. 11-122.

NATIVIDADE, C.; PIMENTA, S. A Semiótica Social e a Multimodalidade. In.: PIMENTA, S.M.O, AZEVEDO, A.M. et al. Incursões semióticas: teoria e prática de gramática sistêmico-funcional, multimodalidade, semiótica social e análise crítica do discurso. Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2009, pp. 21-29.

NININ, M.O.G. Te(Ce)Cendo a Formação Pré-Serviço do Futuro Professor da Área de Letras. In.: NININ, M. O. G.; ROMERO, T. R. S. Linguística sistêmico-funcional como instrumento na educação. São Carlos (SP): Pedro e João Editores, 2008, p. 181-203.

NÓBREGA, A. N. A. Narrativas e avaliação no processo de construção do conhecimento pedagógico: abordagem sociocultural e sociossemiótica. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro, PUC-Rio Departamento de Letras, 2009.

PEREIRA, A.; GOTTHEIM, L. Materiais didáticos para o ensino de língua estrangeira: processos de criação e contextos de usos. Campinas-SP, Mercado de Letras, 2013.

RAMOS, R. C. G. O livro didático de língua inglesa para o ensino fundamental e médio: papéis, avaliação e potencialidades. In.: DIAS, R.; CRISTÓVÃO, V.L. O livro didático de línguas estrangeiras: múltiplas perspectivas. São Paulo: Mercado de Letras. 2009, pp. 173-198.

SÁ, C. P. A Construção do objeto de pesquisa em representações sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ, 1998.

SCHEYERL, D.; SIQUEIRA, S. Materiais didáticos para o ensino de línguas na contemporaneidade: considerações e propostas. Salvador: EDUFBA, 2012.

SILVA, R. C. Estudos recentes em Linguística Aplicada no Brasil a respeito de livros didáticos de língua estrangeira. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte: Faculdade de Letras UFMG / ALAB, v. 10, n. 1, p. 207-226, 2010. Disponível em http://www.letras.ufmg.br/rbla/2010_1/09-Renato-Silva.pdf. Acesso em 23.04.2012.

SILVA, R. C. Representações do livro didático de inglês: análise dos discursos de produtores e usuários com base na Linguística Sistêmico-

-Funcional. Tese de Doutorado. Orientação Barbara Jane Wilcox Hemais. Rio de Janeiro: Departamento de Letras PUC-Rio, 2012, 332fls.

SILVA, R. C. Pesquisas sobre livros didáticos de línguas: reflexões. Anais do SILEL. Volume 3, Nº 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.

SILVA, R. C.; RABELO, C. S.N.. A controvérsia sobre a substituição de material didático impresso pelo tablet em um curso de EAD. Pesquisas em discurso pedagógico (Online), v. especial, p. 1-15, 2014.

SILVA, R. C.; PEREIRA, M. L. P. O. A. A recepção por professores dos livros didáticos do PNLD na Educação Profissional Técnica de Nível Médio (EPTNM) do CEFET-MG. Apresentação 41 Congresso Internacional de Linguística Sistêmico-Funcional e X Congresso ALSFAL. Mendoza: Universidad Nacional de Cuyo, abril, 2014.

SILVA, R. C.; PIAZZI, G. S. A avaliação por alunos dos livros didáticos do PNLD na Educação Profissional Técnica de Nível Médio (EPTNM) do CEFET-MG. Apresentação 41 Congresso Internacional de Linguística Sistêmico-Funcional e X Congresso ALSFAL. Mendoza: Universidad Nacional de Cuyo, abril, 2014.

SILVERMAN, D. Interpretação de dados qualitativos: métodos para análise de entrevistas, textos e interações. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

SOARES, M. L. F. O papel do autor de livro didático para o ensino de língua inglesa como uma língua estrangeira: um estudo de identidade autoral. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2007, 147 fls.

SPINK, M. J. (org.) Práticas discursivas e produção de sentidos no cotidiano. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

VAL, M. G. C.; MARCHUSCHI, B (org.). Livros Didáticos de Língua Portuguesa: letramento e cidadania. Belo Horizonte: Ceale/ FAE/UFMG, Autêntica, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148520216

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Letras

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.