SER PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA NA COMPLEXIDADE: RESISTÊNCIAS E AVANÇOS

Lúcia de Fátima Santos, Paulo Stella

Resumo


Baseado em princípios reflexivos de uma Linguística Aplicada Crítica (PENNYCOOK, 2001)  e  na  perspectiva  do  pensamento  complexo  (MORIN,  2005),  este  artigo  tem  como objetivo analisar o modo como professores em formação inicial comentam textos escritos produzidos pelos colegas e por alunos da educação básica, tomando como base dados de experiências desenvolvidas por bolsistas que participam do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) da graduação em Letras da Universidade Federal de Alagoas.

Palavras-chave


Pre service and initial in service teachers. Comments on texts. Basic education students.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2176148512194

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras B2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.