Equilibrar – um tema fundamental para o ensino na educação física

Celi Zulke Taffarel, Reiner Hildebrandt- Stramann, Heicke B Beckmann, Murilo Moraes Oliveira

Resumo


O texto trata da análise de aulas de Educação Física ministradas em instituições públicas da educação básica na Alemanha e no Brasil considerando a função social da escola, a compreensão sobre Educação, aula e o movimentar-se, que compõe a cultura corporal. Os resultados nos permitem concluir que as necessidades vitais para o processo de humanização, o conhecer a si mesmo e suas capacidades de ação,  independem da região do planeta Terra em que vivemos, porque somente nos tornamos seres humanos com a apropriação da cultura.


Palavras-chave


Ensino de educação física; Equilibrar; Didática da educação física

Texto completo:

PDF

Referências


FREITAS; Luiz Carlos. (1995) Crítica da Organização do Trabalho Pedagógico e da Didática. Campinas. SP. Papirus.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. (2004). Quais os rumos da educação física? In E. Kunz & R. Hildebrandt-Stramann (Org.). Intercâmbios científicos internacionais em educação física e esportes. Ijui: Unijui. P. 71-84.

HILDEBRANDT-STRAMANN (2013a). Configuração pedagógica de movimento esportivo no ensino de aulas de educação física. In R. Hildebrandt-Stramann. Textos pedagógicos sobre o ensino da educação física. Ijui: UniJui. P. 50-68.

HILDEBRANDT;STRAMANN, R. (2013). Visão pedagógica do movimento. In R. Hildebrandt-Stramann. Textos pedagógicos sobre o ensino da educação física. Ijui: UniJui. P. 105-116.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. & TAFFAREL ZULKE, C. (2016). Saber treinar a si mesmo. Porque e como devemos ensinar treinamento nas aulas de Educação Física? Kinesis v. 34, n. 1, P. 36-61.

GRUPO DE TRABALHO PEDAGOGICO UFSM-UFPE. Visão Didática da Educação Física: Análise crítica e exemplos práticos de aulas. Rio de Janeiro. Ao Livro Técnico, 1991.

LEONTIEV; A. N. (1977). O homem e a Cultura, IN: ADAM; Y. et alli. Desporto e desenvolvimento humano. Portugal. Seara Nova.

TAMBOER, J. (1979). Sich Bewegen - ein Dialog zwischen Mensch und Welt. sportpädagogik 3, n. 2, p. 14-19.

TREBELS, A. H. (2010). A concepção dialógica do movimento humano: uma teoria do “se movimentar”. In E. Kunz & A. H. Trebels (Org.). IJUI: UNIJUI. P. 23-48.

PIAGET, J. (1978). O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Zahar.

SAVIANI; D. (2013) Pedagogia Histórico-critica. 11 ED. Campinas/SP Autores Associados.

SANTIN, S. (1990). Educação Física - outros caminhos. Porto Alegre: EST.

VYGOSTKY, L. S. (1997) Obras escogidas. Tomo I. Madrid: Visor.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546425167



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.