Modo de produção, Cultura, Escola e Currículo: uma visão antropológica

Beatriz Mânica P. da Cruz

Resumo


O saber humano, verdadeiro ou imaginário, não pode ser conside­rado todo o saber humano, todo um saber geral. como assegura Fichte (1794) in: Os Pensadores (1980), partindo do pressuposto que um filosofo ou outro pensador tivesse abarcado todo o saber verda­deiro e pudesse, através de uma indução, provar que este saber esta contido em um sistema, com isso estaria muito a quem de ter chegado a um conhecimento total. como pretender, por sua indução, por mais complexa que seja, mas uma indução baseada na experiência do agora, demonstrar ou fixar um conhecimento acabado, limitando que no futuro nenhuma descoberta podera ser feita, que não seja adequada ou que se adapte a seu sistema, a sua conclusão?

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2316546410331



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.