Indicadores da modernização agrícola do Estado de Mato Grosso

Elizangela Beckmann, Antônio Cordeiro de Santana

Resumo


A modernização da produção agrícola de Mato Grosso resultou das combinações entre insumos químicos, máquinas e equipamentos mecânicos e biotecnologia com as variáveis relacionadas à educação, assistência técnica, inovações na organização e gestão da atividade. Assim, para destacar o estado na produção agrícola foram identificados e analisados os fatores que determinam a modernização da agricultura e apresentada sua configuração nos municípios por meio de um Índice de Modernização Agrícola Municipal. Para tanto, utilizou-se a Análise Fatorial para extrair os fatores e hierarquizar os municípios de acordo com o nível de modernização. Foram identificados cinco fatores responsáveis pela modernização agrícola de Mato Grosso e, dentre estes, a agricultura de altos insumos se mostrou como um fator positivo na maioria dos municípios, enquanto o fator produtivo se mostrou negativo na maior parte dos municípios do estado. O nível de modernização apresentado pela maioria dos municípios foi baixo, sendo que nenhum obteve índice alto, o que reafirma o caráter ainda extensivo da agricultura matogrossense e a distribuição não homogênea da tecnologia. Os resultados obtidos neste estudo auxiliam visualizar os pontos fortes e fracos relacionados a modernização da agricultura em Mato Grosso, permitindo ações condizentes com o contexto atual de cada município.


Palavras-chave


agricultura, análise fatorial, índice de modernização.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA EMBRAPA DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA - AGEITEC. Disponível em: < http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/index.html >. Acesso em: 04 mai. 2016.

BALSAN, R. Impactos Decorrentes da Modernização da Agricultura Brasileira. Campo-Território: Revista de Geografia Agrária, v. 1, n. 2, p. 123-151, 2006. Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2012.

BARROS, G. S. C. Agricultura e indústria no desenvolvimento brasileiro. In: BUAINAIN, A. M.; ALVES, E.; SILVEIRA, J. M.; NAVARRO, Z. O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília, DF: Embrapa, 2014. 1182p.

BORGES FILHO, E. L. O desenvolvimento do plantio direto no Brasil: a conjunção de interesses entre agricultores, indústria e o estado. 2001. 156f. Dissertação (Mestrado em Economia do Meio Ambiente) - Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2001.

BUAINAIN, A. M.; PEDROSO, M. T. M.; VIEIRA JÚNIOR, P. A.; SILVEIRA, R. L. F.; NAVARRO, Z. Quais os riscos mais relevantes nas atividades agropecuárias? In: BUAINAIN, A. M.; ALVES, E.; SILVEIRA, J. M.; NAVARRO, Z. O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília, DF: Embrapa, 2014. 1182p.

CAMPOS, S. A. C.; PEREIRA, M. W. G.; TEIXEIRA, E. C. Trajetória de Modernização da Agropecuária Mineira no Período de 1996 a 2006. Economia Aplicada, v. 18, n. 4, p. 717-739, 2014.

COSTA, C. C. M.; REIS, P. R. C.; FERREIA, M. A. M.; MOREIRA, N. C. Modernização Agropecuária e Desempenho Relativo dos estados Brasileiros. Agroalimentaria, Mérida, v. 18, n. 34, p. 43-56, 2012.

CUADRA, F. M. A teoria da inovação induzida: uma crítica. Traduzido do espanhol por José Eugenio Guimarães. Estudos Sociedade e Agricultura, 2, p. 107-112, jun. 1994. Disponível em: < http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/brasil/cpda/estudos/dois/cuadra2.htm>. Acesso em: 31 ago. 2016.

CUNHA, N. R. S.; LIMA, J. E.; GOMES, M. F. M.; BRAGA, M. J. A Intensidade da Exploração Agropecuária como Indicador da Degradação Ambiental na Região dos Cerrados, Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 46, n. 2, p. 291-323, 2008. Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2015.

DILLON, W. R.; GOLDSTEIN, M. Multivariate analysis–methods and applications. Wiley, New York: 1984, 587p.

EHLERS, E. M. O que se entende por agricultura sustentável? 1994. 165 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Ambiental) - Programa de Pós-Graduação FEA/USP, São Paulo,1994. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/90/90131/tde-25112011-091132/pt-br.php>. Acesso em: 10 ago. 2016.

FERO. A. O Setor de Máquinas Agrícolas no Brasil: evolução nos últimos anos e perspectivas. Revista Eletrônica Céleres, 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2016.

FERREIRA JUNIOR, S.; BAPTISTA, A. J. M. S.; LIMA, J. E. A Modernização Agropecuária nas Microrregiões do estado de Minas Gerais. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 42, n. 1, p. 73-89, 2004. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2015.

FORNAZIER, A.; VIEIRA FILHO, J. E. R. Heterogeneidade estrutural no setor agropecuário brasileiro: evidências a partir do Censo Agropecuário de 2006. Texto para Discussão, n. 1.708. Brasília: Ipea, 2012.

FUGLIE, K. O. Productivity growth and technology capital in the global agricultural economy. In: FUGLIE, K. O.; WANG, S. L.; BALL, V. E. (Ed.). Productivity growth in agriculture: an international perspective. Oxforshire: CABI International, 2012. p. 365-368.

GAMA, Z. J. C.; SANTANA, A. C.; MENDES, F. A. T.; KHAN, A. S. Índice de desempenho competitivo das empresas de móveis da região metropolitana de Belém. Revista de Economia e Agronegócio, v. 5, n. 1, p. 127-160, 2007. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2015.

GASQUES, J. G.; BASTOS, E. T.; BACCHI, M. R. P.; VALDES, C. Produtividade total dos fatores e transformações da agricultura brasileira: análises dos dados dos censos agropecuários. In: GASQUES, J. G.; VIEIRA FILHO, J. E. R.; NAVARRO, Z. (Org.). A agricultura brasileira: desempenho, desafios e perspectivas. Brasília, DF: Ipea, 2010. p. 19-44.

GASQUES, J. G.; VIEIRA FILHO, J. E. R.; NAVARRO, Z. Agricultura brasileira: desempenho, desafios e perspectivas. Brasília: Ipea, 2010. 298 p. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

HAIR, J. F; BLACK, W. C.; BABIN, B. J.; ANDERSON, R. E.; TATHAM, R. L. Análise multivariada de dados. 6ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. 688p.

HAYAMI, Y.; RUTTAN, V. Desenvolvimento agrícola: teoria e experiências internacionais. Brasília, DF: Embrapa, 1988.

HERNANI, L. C. (Ed.). Sistema plantio direto. Brasília, DF: Embrapa, 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 mai. 2016.

HOFFMANN, R. A dinâmica da modernização da agricultura em 157 microrregiões homogêneas do Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 30, n. 4, p. 271-290, 1992.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo agropecuário do ano de 2006. Disponível em: . Acesso em: 15 mai. 2012.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Sistema IBGE de Recuperação Automática. Pesquisa agrícola municipal. Disponível em: < http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pam/default.asp?o=29&i=P>. Acesso em: 04 mai. 2016.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. Brasil em desenvolvimento 2010: estado, planejamento e políticas públicas. Brasília, DF: 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2015.

JOHNSON, R. A.; WICHERN, D. W. Applied multivariate statistical analysis. 3ed Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice Hall, 1992.

LOCATEL, C. Tecnificação dos territórios rurais no Brasil: políticas públicas e pobreza. Scripta Nova: Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales, v. XVI, n. 418 (66) , Barcelona: Universidad de Barcelona, 1 de nov. 2012. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2016.

MALMANN, M. S.; LAGO, I. C. Os Agricultores e a “Modernidade”: Uma Análise da Relação entre Cultura e Tecnologia no Meio Rural de Cerro Largo / RS. Extensão Rural, Santa Maria v. 19, n. 1, Jan./Jun. 2012. Disponível em:. Acesso em: 19 mar. 2017.

MAZZOLENI, E. M.; OLIVEIRA, L. G. Inovação Tecnológica na Agricultura Orgânica: estudo de caso da certificação do processamento pós-colheita. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 48, n. 3, Brasília, Jul./Set. 2010. Disponível: . Acesso em: 14 abr. 2015.

MOORI, R. G.; ZILBER, M. A. Um Estudo da Cadeia de Valores com a Utilização da Análise Fatorial. Revista de Administração Contemporânea, v. 7, n. 3, 2003. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2012.

NUNES, S. P. o desenvolvimento da agricultura brasileira e mundial e a ideia de desenvolvimento rural. Departamento de Estudos Socioeconômicos Rurais- DESER, 2007. (Boletim Eletrônico- Conjuntura Agrícola, n.157). Disponível em: . Acesso em: 05 set. 2015.

PEREIRA, B. D.; MARTINS, V. F.; MENDES, C. M.; FARIA, A. M. M.; SILVA, G. R. Reflexões Sociais sobre Efeitos da Modernização da Agricultura de Mato Grosso. Revista de Estudos Sociais, ano 8, n. 1 e 2, p. 33-48, 2006.

PEREIRA, B. D.; MENDES, C. M. A Modernização da Agricultura de Mato Grosso. Revista de Estudos Sociais, n. 7, p. 61-76, 2002.

PEREIRA, P. A. A.; MARTHA JUNIOR, G. B.; SANTANA, C. A. M.; ALVES, E. The development of Brazilian agriculture, future technological challenges and opportunities. In: MARTHA JUNIOR, G. B.; FERREIRA FILHO, J. B. de (Ed.) Brazilian agriculture development and changes. Brasília, DF: Embrapa, p. 13-42, 2012.

PESSÔA. V. L. S; MATOS, P. F. A Modernização da Agricultura no Brasil e Novos Usos do Território. Revista Geo UERJ, v. 2, n. 22, Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro/RJ: 2013. Disponível em:. Acesso em: 10 set. 2015.

PINTO, N. G. M.; CORONEL, D. A. Modernização Agrícola no Rio Grande do Sul: Um Estudo nos Municípios e Mesorregiões. Revista Paranaense de Desenvolvimento, v. 36, n. 128, 2015. Disponível em: http://www.ipardes.pr.gov.br/ojs/index.php/revistaparanaense/article/view/712>. Acesso em: 02 fev. 2016.

POSSAS M.; SALLES FILHO, S.; SILVEIRA, J. M. An evolutionary approach to technological innovation in agriculture: some preliminary remarks. Research Policy, n. 25, p. 933-945, 1996.

RAMMINGER, R.; GRASEL, D.; ZAVALA, A. A. Z. Agricultura e Indicadores de Renda no estado de Mato Grosso (1980-2005). Informe GEPEC. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, v. 12, n. 2, p. 56-72, 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2012.

RUTTAN, V. La teoría de la innovación inducida del cambio técnico en el agro de los países desarrolhados, Cambio técnico en el agro latinoamericano. San José, Costa Rica, Piñeiro y Trigo, IICA, 1985.

RUTTAN, V. Usher and Schumpeter on invention, innovation and technological change. Quarterly Journal of Economics, p. 596-606, nov. 1959.

SALLES FILHO, S. L. M. A. Dinâmica tecnológica da agricultura: perspectivas da biotecnologia. 1993. 248f. Tese (Doutorado em Economia) - Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas: Campinas, 1993. Disponível em: < http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000061988>. Acesso em: 10 jul. 2016.

SANTANA, A. C. Índice de desempenho competitivo das empresas de polpa de frutas do estado do Pará. Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso), v. 45, p. 749-775, 2007.

SANTANA, A. C.; SANTANA, Á. L.; SANTANA, ÁDINA L.; COSTA, N. L.; NOGUEIRA, A. K. M. Planejamento Estratégico de uma Universidade Federal da Amazônia: aplicação da Análise Fatorial. Revista de Estudos Sociais (UFMT), v. 32, p. 183-204, 2014.

SANTANA, A. C. A dinâmica do complexo agroindustrial e o crescimento econômico no Brasil. 1994. 302 f. Tese (Doutorado em Economia Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa: UFV, 1994.

SEPULCRI, O.; PAULA, N. A evolução da agricultura e seus reflexos na EMATER. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico, Universidade Federal do Paraná, Curitiba/PR: 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2016.

SILVA, C.A.F. A Transnacionalização do Grupo André Maggi a partir do Cerrado Mato-Grossense. Revista geo-paisagem (on line), ano 4, n. 5, jan-jun, 2005. Disponível em: < http://www.feth.ggf.br/Revista7.htm>. Acesso em: 15 abr. 2016.

SOUZA, P. M.; LIMA, J. E. Intensidade e Dinâmica da Modernização Agrícola no Brasil e nas Unidades da Federação. Revista Brasileira de Economia, v. 57, n. 4, p. 795-821, 2003.

TEIXEIRA, J. C. Modernização da agricultura no Brasil: impactos econômicos, sociais e ambientais. Revista Eletrônica da AGB, v. 2, n. 2, ano 2, p. 21-42, Três Lagoas/MS, set. 2005.

USHER, A. P. Technical change and capital formation, Capital formation and economic growth. National Bureau of Economic Research, p. 523-550,1955.

VIEIRA JÚNIOR, P. A.; FIGUEIREDO, E. V. C.; REIS, J. C. Alcance e limites da agricultura para o desenvolvimento regional: O caso de Mato Grosso. In: BUAINAIN, A. M.; ALVES, E.; SILVEIRA, J. M.; NAVARRO, Z. O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília, DF: Embrapa, 2014. 1182p.

ZAMBERLAM, J.; BAIOCCHI, M.; FLORÃO, S. R. Cruz Alta: as perspectivas do desenvolvimento – um estudo socioeconômico prospectivo. APROCRUZ: Associação dos Professores de Cruz Alta, Cruz Alta/RS, 1989.




DOI: https://doi.org/10.5902/2318179622992

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Licença Creative Commons
Extensão Rural está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

...................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................

*** DESDE 2014 O PERIÓDICO É PUBLICADO TRIMESTRALMENTE***

.....................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................

Geral: 10.5902/23181796 (os especificos estão nos RESUMOS - clique sobre o titulo do trabalho, no sumário) 


Periódico Extensão Rural

ISSN impresso: 1415-7802

ISSN on-line: 2318-1796

.........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................

INDEXADORES -  INDEXERS

INTERNACIONAL: 1- AGRIS 2- Latindex-Directorio 3- Diretório Luso-Brasileiro 4- REDIB 5- Journals for Free 6- EZB Nutzeranfragen 7- OAJI 8 - ROAD - 9- MIAR 10 - PUBLONS (Online e Impressa) - 11 - DOAJ

 

NACIONAL: 12- AGROBASE 13- Portal livRe! 14- Sumários.org 15- Diadorim 16- Portal SEER 17- Portal de Periódicos CAPES 18- Rede Cariniana 19- Google Scholar 20- Sabiia

 ...................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................

CONTATO:
E-mail: atendimento.extensao.rural@gmail.com- Campus Universitário - Departamento de Educação Agrícola e Extensão Rural/Centro de Ciências Rurais/Universidade Federal de Santa Maria - Prédio 44 (CCR II) - 1º Piso - CEP: 97105-900 - Santa Maria - RS - BRASIL. 

 

"Os trabalho publicados na revista Extensão Rural são de responsabilidade dos seus autores e não representam necessariamente a opinião dos editores. Reprodução dos trabalhos é permitida, desde que a fonte seja citada."

.........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................

Visite nosso perfil no Facebook

Visite nossa página no Facebook


Baseado no trabalho disponível em https://periodicos.ufsm.br/extensaorural.