Audiodescrição como ferramenta do Desenho Universal para a Aprendizagem: inclusão de crianças com deficiência visual na Educação Infantil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X66118

Palavras-chave:

Inclusão Escolar, Desenho Universal para a Aprendizagem, Audiodescrição.

Resumo

Este trabalho visa contribuir para o processo de inclusão de crianças com deficiência visual na Educação Infantil, a partir da perspectiva histórico-cultural. A audiodescrição (AD) é uma tecnologia assistiva, que foi criada para tornar cinema e teatro acessíveis às pessoas cegas. Com o passar das décadas, a sua utilização em espaços educativos tem se mostrado de fundamental importância no processo de inclusão escolar de pessoas com deficiência visual. O objetivo deste trabalho, é apresentar a AD como uma ferramenta do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA) que, ao promover a inclusão de crianças com deficiência visual na Educação Infantil, traz benefícios ao desenvolvimento de toda a turma. Metodologicamente, passamos inicialmente pelo levantamento de Políticas Públicas de Inclusão de alunos com deficiência, que dialogam com o DUA e buscam construir um ambiente propício para a aprendizagem do maior número possível de alunos. Em seguida, apresentam-se estudos sobre o processo de inclusão, especificamente da criança com deficiência visual, e demonstra-se como a AD pode ser decisiva para que o aluno que não enxerga tenha mais, e melhores, oportunidades de aprender. Diante dos estudos, conclui-se que o docente que adota estratégias bem delineadas, com foco na inclusão de crianças com deficiência visual na Educação Infantil, contribui para o aprendizado e desenvolvimento de todos. 

Biografia do Autor

Aguijane Lopes Menezes, Instituto Federal de Brasília, Brasília, DF

Graduada pelo Instituto Federal de Brasília, Brasília, DF, Brasil.

Cândida Beatriz Alves, Instituto Federal de Brasília, Brasília, DF

Professora doutora do Instituto Federal de Brasília, Brasília, DF, Brasil.

Referências

AZEVEDO, Tássia Lopes de. et al. Uso da audiodescrição no brincar de uma criança com síndrome de Down na educação infantil. Revista Educação Especial. Santa Maria, v. 32, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/23667/html. Acesso em: 9 mai. 2021.

BOCK, Geisa Letícia Kempfer; GESSER, Marivete; NUERNBERG, Adriano Henrique. Desenho Universal para a Aprendizagem: a Produção Científica no Período de 2011 a 2016. Revista brasileira de educação especial. Bauru, v. 24, n. 1, mar. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382018000100143&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 11 mai. 2021.

BRAGA, Klístenes Bastos; ARAÚJO, Vera Lúcia Santiago. A audiodescrição aplicada à tradução de videoaulas utilizadas na modalidade de educação a distância no ensino superior. In: VILLELA, Lucinéa Marcelino; MARTINS, Sandra Eli Sartoreto de Oliveira; LEITE, Lúcia Pereira (Orgs.). Recursos de Acessibilidade aplicados ao Ensino Superior. Bauru, SP: FC/Unesp, 2015. p. 11-20.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn2.pdf. Acesso em: 3 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação. Brasília, DF, 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em: 20 mai. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 5 jun. 2021.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Brasília, DF, 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6949.htm. Acesso em: 15 mai. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação. Brasília, DF, 2014. Disponível em: http://pne.mec.gov.br/18-planos-subnacionais-de-educacao/543-plano-nacional-de-educacao-lei-n-13-005-2014. Acesso em: 10 fev. 2021.

BRASIL. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Brasília, DF, 2015. Disponível em: https://www.cnmp.mp.br/portal/images/lei_brasileira_inclusao__pessoa__deficiencia.pdf. Acesso em: 10 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: DF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 6 fev. 2021.

BRUNO, Maria Moraes Garcia. Educação Infantil: saberes e práticas da inclusão. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Especial, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/introducao.pdf. Acesso em: 17 fev. 2021.

COZENDEY, Sabrina Gomes; COSTA, Maria da Piedade Resende. Utilizando a audiodescrição como um recurso de ensino. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. 03, jul./set., 2018. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6683640. Acesso em: 9 mai. 2021.

GALVÃO, Nelma de Cassia Silva Sandes. Construindo um ambiente de aprendizagem e desenvolvimento para e com a criança cega. In: ARAPIRACA, Mary de Andrade; BELTRÃO, Licia Maria freire; SILVA, Cleverson Suzart. (Org.). Estudos e passagens do Proinfantil na Bahia. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 101-122.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico 2010. Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/94/cd_2010_religiao_deficiencia.pdf. Acesso em: 19 mai. 2017

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Glossário da Educação Especial. Censo Escolar 2019. Brasília, DF: INEP/MEC, 2019. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_basica/educacenso/situacao_aluno/documentos/2019/glossario_da_educacao_especial_censo_escolar_2019.pdf. Acesso em: 20 mai. 2021.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar. O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Summus, 2015.

MIANES, Felipe Leão. A Audiodescrição vai à Sala de Aula: do desconhecimento a uma formação docente inclusiva. In: Seminário brasileiro de estudos culturais e educação, 7. 2017, Canoas-RS. Anais do 7º Seminário Brasileiro de Estudos Culturais e Educação, Canoas-RS: PPGEDU, 2017. Disponível em: http://www.2017.sbece.com.br/resources/anais/7/1495132445_ARQUIVO_AAUDIODESCRICAOVAIASALADEAULA.pdf. Acesso em: 6 ago. 2020.

MICHELS, Lísia Regina Ferreira; SILVA, Mara Cristina Fortuna. A audiodescrição na escola. In: CARPES, Daiana Stockey. Audiodescrição: práticas e reflexões. Santa Cruz do Sul, RS: Editora Catarse, 2016.

MOTTA, Lívia Maria Villela de Mello. Audiodescrição na escola: abrindo caminhos para a leitura de mundo. Campinas: Editora Pontes, 2016.

NUNES, Sylvia.; LOMÔNACO, José Fernando Bitencourt. O Aluno Cego: Preconceitos e Potencialidades. Revista Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 14, n. 1, jan./jun. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v14n1/v14n1a06. Acesso em: 6 fev. 2021.

NUNES, Maria; MADUREIRA, Isabel. Desenho universal para a aprendizagem: construindo práticas pedagógicas inclusivas. Da Investigação às Práticas. Lisboa, v. 5, n. 2, jul. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.21/5211. Acesso em: 9 mai. 2021.

PASSERINO, Liliana Maria; CRUZ, Ana Maria Lima. Mídias na educação inclusiva: um estudo do uso da audiodescrição no ensino médio. In: TAROUCO, Liane Margarida Rockenbach; ABREU, Cristiane de Souza (Orgs.). Mídias na educação: a pedagogia e a tecnologia subjacentes. Porto Alegre: Evangraf, 2017, v. 1, p. 49-65. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/169656/001051855.pdf?sequence=1. Acesso em: 9 mai. 2021.

PAVÃO, Ana Cláudia Oliveira; PAVÃO, Sílvia Maria de Oliveira. Audiodescrição na intervenção pedagógica das dificuldades de aprendizagem. Educação e Fronteiras, Dourados, v. 10, n. 28, nov. 2020. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/article/view/13014/6336. Acesso em: 10 mai. 2021.

PLETSCH, Márcia Denise; SOUZA, Flávia Faissal; ORLEANS, Luis Fernando. A diferenciação curricular e o desenho universal na aprendizagem como princípios para a inclusão escolar. Revista Educação e Cultura. Rio de Janeiro, v. 14, n. 36, 2017. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/3114/1662. Acesso em: 9 mai. 2021.

RIBEIRO, Ernani Nunes; LIMA, Francisco José. Contribuições da áudio-descrição para a aprendizagem de educandos surdos. Revista Brasileira de Tradução Visual - RBTV, v. 2, 2012. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Francisco-Lima-10/publication/267555553_Contribuicoes_da_audio-descricao_para_a_aprendizagem_de_educandos_surdos/links/560bf53108ae73e7a6a2d09a/Contribuicoes-da-audio-descricao-para-a-aprendizagem-de-educandos-surdos.pdf. Acesso em: 9 mai. 2021.

RICARDO, Débora Cristina; SAÇO, Lívia Fabiana; FERREIRA, Eliana Lúcia. O desenho universal na educação: novos olhares diante da inclusão do ser deficiente. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. esp. 2, 2017. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/10083. Acesso em: 11 mai. 2021

RIOS, Gabriela Alias. et al. Audiodescrição e inclusão na educação a distância: experiência do núcleo de educação a distância da UNESP. Journal of Research in Special Educational Needs. Lisboa, v. 16, n. s1, 2016. Disponível em: https://nasenjournals.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/1471-3802.12145 Acesso em: 9 mai. 2021

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: acessibilidade no lazer, trabalho e educação. Revista Nacional de Reabilitação (Reação), São Paulo, ano XII, mar./abr. 2009. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/211/o/SASSAKI_-_Acessibilidade.pdf?1473203319. Acesso em: 6 ago. 2020.

SILVA, Alexandra Moura. Leitura de Imagens na sala de aula: arte, cultura visual e intertextualidade. Revista Matéria Prima, v. 3, n. 2, 2015. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/27888/2/ULFBA_Materiaprima_V3N2_p229-240.pdf. Acesso em: 6 ago. 2020.

SILVA, Maria de Loudes; FEITOSA, Francisca Silva; MOTA, Janine. Contação de História: Benefícios e contribuições na Educação Infantil. 2019. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/1869 . Acesso em: 6 fev. 2021.

SOUSA, Ivan Vale de. Audiodescrição: o que é? Como se faz?. Revista Edapeci, São Cristóvão, v. 17, n. 13, set./dez. 2017. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6711168. Acesso em: 7 mai. 2021.

VERGARA-NUNES, Elton; MACHADO, Flávia Oliveira; VANZIN, Tarcísio. Audiodescrição como tecnologia assistiva para acesso ao conhecimento por pessoas cegas. In: ULBRICHT, Vania Ribas; VANZIN, Tarcísio; VILLAROUCO, Vilma. (Org.). Ambiente virtual de aprendizagem inclusivo. Florianópolis: Pandion, 2011. p. 189-232.

VERGARA-NUNES, Elton. Audiodescrição Didática. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento). Pelotas: Universidade Federal de Pelotas, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/167796/341239.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 6 ago. 2020.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A Construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 863-869, dez. 2011.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Acerca dos processos compensatórios no desenvolvimento da criança mentalmente atrasada. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 44, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022018000100750&script=sci_arttext. Acesso em: 13 fev. 2021.

UNESCO. Declaração Mundial sobre Educação para Todos. Brasília: UNESCO, 1990. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/declaracao-mundial-sobre-educacao-para-todos-conferencia-de-jomtien-1990. Acesso em: 11 mai. 2021

UNESCO. Declaração de Salamanca. Brasília: UNESCO, 1994. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em: 6 ago. 2020.

ZERBATO, Ana Paula, MENDES, Enicéia Gonçalves. Desenho Universal para aprendizagem como estratégia de inclusão escolar. Educação Unisinos. São Leopoldo, v. 22, n. 2, 2018. Disponível em: http://www.revistas.unisinos.br/index.php/educacao/article/view/edu.2018.222.04/60746207. Acesso em: 6 fev. 2021.

Downloads

Publicado

2021-10-29

Como Citar

Menezes, A. L., & Alves, C. B. (2021). Audiodescrição como ferramenta do Desenho Universal para a Aprendizagem: inclusão de crianças com deficiência visual na Educação Infantil. Revista Educação Especial, 34, e51/1–20. https://doi.org/10.5902/1984686X66118

Edição

Seção

Revisão de literatura/Estudo teórico