Panorama da formação em psicologia para transtorno do espectro do autismo em Minas Gerais

Jardel Sander da Silva, Cassia Beatriz Batista, Maria Luísa Magalhães Nogueira, Jade Chartone Eustáquio, Nicole Oliveira Carvalho

Resumo


Segundo os dados do relatório norteamericano (CDC, 2013) a prevalência do Transtorno do Espectro do Autismo/TEA é de 1 para 68, tratando-se, portanto, de questão emergente em saúde pública. O presente texto teve como objetivo desenvolver um panorama atual da formação de psicólogos quanto ao TEA. Para isso, analisamos os currículos de cursos de psicologia do estado de Minas Gerais/Brasil. Os documentos examinados foram coletados via e-mail, sites institucionais e redes sociais em 2016. As disciplinas analisadas foram agrupadas em cinco grandes áreas da psicologia: educação e educação inclusiva, desenvolvimento humano, avaliação psicológica, psicopatologia e análise comportamental. De um total de 44 instituições que disponibilizaram suas matrizes curriculares para a pesquisa, foram apontadas 530 disciplinas com potencial para abordagem da temática. Como conclusão, o estudo oferece elementos que ratificam a fragilidade presente na formação em psicologia em relação ao autismo, assunto de demanda crescente na conjuntura social e de saúde brasileira.

Palavras-chave


Educação; Currículo; Transtorno Autístico

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ASPERGER, H. Die 'aunstisehen Psychopathen' im Kindesalter. Archiv für Psychiatrie und Nervenkrankheiten. 117, 76-136, 1994.

BATISTA, C. B. (2013). Movimentos de reorientação da formação em saúde e as iniciativas ministeriais para as universidades. Barbarói, (38), 97-125.

BAIO, J. Prevalence of Autism Spectrum Disorders: Autism and Developmental Disabilities Monitoring Network, 14 Sites, United States, 2008. MMWR Surveillance Summary, 61(SS03), 1-19, 2012. Disponível em:

https://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/ss6103a1.htm?s_cid=ss6103a1_w Acesso em: 22 nov. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Nota técnica nº 24 de 21 de março de 2013. Orientação aos Sistemas de Ensino para a implementação da Lei nº 12.764/2012, março 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13287-nt24-sistem-lei12764-2012&category_slug=junho-2013-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 23 set. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Psicologia, estabelecendo normas para o projeto pedagógico complementar para a Formação de Professores de Psicologia. Resolução nº 5, de 15 de março de 2011. Diário Oficial da União, Brasília, seção 1, 19-20, 2011.

CECCIM, R. B.; CARVALHO, Y. M. Ensino da saúde como projeto da integralidade: a educação dos profissionais de saúde no SUS. In: R. B. Ceccim, R. Pinheiro, & R. A. Mattos (orgs.). Ensinar Saúde: a integralidade e o SUS nos cursos de graduação na área da saúde. Rio de Janeiro: IMS/UERJ, 2006.

CENTERS for Disease Control and Prevention. Changes in Prevalence of Parent-reported Autism Spectrum Disorder in School-aged U.S. Children: 2007 to 2011–2012. National Center for Health Statistics, 56, 1-11, março 2013. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

DAWSON G. Early behavioral intervention, brain plasticity, and the prevention of autism spectrum disorder. Developmentand Psychopatholy, 20(3), 775-803, 2008. doi: 10.1017/s0954579408000370

DSM-V - Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais 4.ed. American Psychiatric Association, 2013.

FEUERWERKER, L.; ALMEIDA, M. Diretrizes Curriculares e Projetos Pedagógicos: é tempo de ação! Revista Brasileira de Enfermagem, 56(4), 351-352, 2003.

GOMES, C. G. S; MENDES, E. G. Escolarização inclusiva de alunos com autismo na rede municipal de ensino de Belo Horizonte. Revista Brasileira de Educação Especial, 16(3), 375-396, 2010.

GRINKER, R.; DALEY, T.; MANDELL, D. Culture and Autism. In: VOLKMAR, F. R. Encyclopedia of Autism Spectrum Disorders. New York: Springer, 2013.

INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Ministério da Educação. (s/d). Senso da Educação Superior. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2015.

KLIN, A. Autismo e síndrome de Asperger: uma visão geral. Revista Brasileira de Psiquiatria, 28 (Suppl.1), 2006. Disponível em:

. Acesso em: 02 set. 2015.

KNAPP, M. Economic cost of autism in the UK. SAGE Journals,13(3), p.317-36, 2009. Disponível em:

. Acesso em: 14 set. 2016.

NOGUEIRA, M. L. M., VICARI, L. L.; BRUN, O. Transtornos do espectro autista e inclusão na rede pública de Belo Horizonte: percepção dos familiares. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 7, 2016, São Carlos/SP. Anais do Sétimo Congresso Brasileiro de Educação Especial. São Carlos-SP: UFSCar, 2016.

NUNES, D. P.; AZEVEDO, M. Q. O.; SCHMIDT, C. Inclusão educacional de pessoas com autismo no Brasil: uma revisão da literatura. Revista Educação Especial, 26(47), 557-572, 2013.

OLIVEIRA, P. S.; MENDES, E. G. Análise do projeto pedagógico e da grade curricular dos cursos de licenciatura em educação especial. Educação e Pesquisa, 43(1), 264-279, 2017. Disponível em:

. Acesso em: 30 jul. 2015.

ORTEGA, F. et.al. A construção do diagnóstico do autismo em uma rede social virtual brasileira. Interface (Botucatu), 17(44), 119-132, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2015.

PACHECO, J. Notas para uma síntese de uma década de consolidação dos estudos curriculares. Investigar em educação, 1(1), 227-273, 2002. Disponível em:

. Acesso em: 02 ago. 2015.

PAULA, C. S.; BELISÁSIO FILHO, J. F.; TEIXEIRA, M. C. T V. Estudantes de psicologia concluem a graduação com uma boa formação em autismo? Psicologia: Teoria e Prática, 18(1), 20-221, 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2015.

PINAR, W. O Que é a teoria do currículo? Porto: Porto Editora, 2007.

ROGERS S. J.; VISMARA L. A. Evidence-based comprehensive treatments for early autism. Journal of Clinical Child and Adolescent Psychology, 37(1), 8-38, 2008. doi: 10.1080/15374410701817808

ROGERS, Sally; DAWSON, Geraldine. Intervenção Precoce em Crianças com Autismo. Lisboa: Lidel, 2014.

SHAH, Kalpna. What do medical students know about autism? Autism, 5(2), 127-133, 2001. https://doi.org/10.1177/1362361301005002003

WING, L. The history of ideas on autism: legends, myths and reality. Autism, 1(1), 13-23, 1997. Disponível em:

. Acesso em: 10 maio 2015.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X40092

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________