CHAPAS AGLOMERADAS CONFECCIONADAS COM UREIA-FORMALDEÍDO SOB ADIÇÃO DE TANINO EM PÓ

Fabricio Gomes Gonçalves, Roberto Carlos Costa Lelis, José Tarcísio da Silva Oliveira, Rosilei Aparecida Garcia, Edvá Oliveira Brito

Resumo


Este trabalho teve por objetivo avaliar as propriedades tecnológicas de chapas aglomeradas fabricadas com partículas de Acacia mangium e adesivo ureia-formaldeído (UF) mediante adição de tanino comercial de Acacia mearnsii na forma de pó a suas partículas. As chapas foram fabricadas sob diferentes razões de compactação e o efeito destas nas propriedades tecnológicas foi avaliado. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial 4 x 4, sendo quatro porcentagens de adição de tanino em pó às partículas (0, 10, 20 e 30%), após aplicação do adesivo ureia-formaldeído e quatro razões de compactação nominais - 1,39, 1,55, 1,73, e 2,00. Foi utilizado o ciclo de prensagem com pressão de 3,92 MPa e temperatura de 140ºC por 8 minutos. A adição de tanino em pó às partículas encoladas com ureia-formaldeído proporcionou melhoras em algumas propriedades físicas e mecânicas. Os resultados indicam a adição do tanino em pó como alternativa viável de utilização em chapas de partículas, sem necessidade de sua diluição.

Palavras-chave


adesivo; densidade; razão de compactação; Acacia mangium.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509830216

Licença Creative Commons