CHAPAS AGLOMERADAS CONFECCIONADAS COM UREIA-FORMALDEÍDO SOB ADIÇÃO DE TANINO EM PÓ

Autores

  • Fabricio Gomes Gonçalves
  • Roberto Carlos Costa Lelis
  • José Tarcísio da Silva Oliveira
  • Rosilei Aparecida Garcia
  • Edvá Oliveira Brito

DOI:

https://doi.org/10.5902/1980509830216

Palavras-chave:

adesivo, densidade, razão de compactação, Acacia mangium.

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar as propriedades tecnológicas de chapas aglomeradas fabricadas com partículas de Acacia mangium e adesivo ureia-formaldeído (UF) mediante adição de tanino comercial de Acacia mearnsii na forma de pó a suas partículas. As chapas foram fabricadas sob diferentes razões de compactação e o efeito destas nas propriedades tecnológicas foi avaliado. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial 4 x 4, sendo quatro porcentagens de adição de tanino em pó às partículas (0, 10, 20 e 30%), após aplicação do adesivo ureia-formaldeído e quatro razões de compactação nominais - 1,39, 1,55, 1,73, e 2,00. Foi utilizado o ciclo de prensagem com pressão de 3,92 MPa e temperatura de 140ºC por 8 minutos. A adição de tanino em pó às partículas encoladas com ureia-formaldeído proporcionou melhoras em algumas propriedades físicas e mecânicas. Os resultados indicam a adição do tanino em pó como alternativa viável de utilização em chapas de partículas, sem necessidade de sua diluição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

11-12-2017

Como Citar

Gonçalves, F. G., Lelis, R. C. C., Oliveira, J. T. da S., Garcia, R. A., & Brito, E. O. (2017). CHAPAS AGLOMERADAS CONFECCIONADAS COM UREIA-FORMALDEÍDO SOB ADIÇÃO DE TANINO EM PÓ. Ciência Florestal, 27(4), 1349–1363. https://doi.org/10.5902/1980509830216

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>