Clima e vegetação natural do estado do Rio Grande do Sul segundo o diagrama climático de Walter e Lieth.

Galileo Adeli Buriol, Valduino Estefanel, Álvaro Chagas de Chagas, Denise Eberhardt

Resumo


Relacionou-se a vegetação natural do estado do Rio Grande do Sul com as disponibilidades climáticas por meio do diagrama climático de Walter e Lieth (1967). Foram utilizadas as temperaturas médias mensais do ar e as médias dos totais mensais de chuva de 41 estações meteorológicas, no período de 1931-1960. Para cada estação meteorológica foi traçado um gráfico cartesiano no qual se colocaram, no eixo das abcisssas, os meses e, num dos eixos das ordenadas, a temperatura média mensal do ar, em °C e, no outro, a média dos totais mensais de chuva, em mm, sendo a escala da representação da chuva o dobro daquela da temperatura. Constatou-se que, pelos diagramas climáticos, todo o território do Estado se enquadra no Zonobioma de clima úmido temperado quente e vegetação de florestas. Esses resultados indicam que o modelo fitoclimático de Walter e Lieth (1967) não é adequado para representar a distribuição geográfica da vegetação natural do Estado, pois esta não é formada somente por florestas, mas também por grandes áreas de vegetação do tipo campestre.


Palavras-chave


Precipitação pluviométrica; temperatura do ar; vegetação

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, L.C. Memória sobre o clima do Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro: Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, 1930. 101p.

BEHLING, H.; BANERMANN, S.G; NEVES, P.C. Halocene environmental changes in the São Francisco de Paula region, southrn Brazil. Journal of south American Earth Sciences, Columbia, v. 14, p. 631-639, 2001.

BURGOS, J.J. Clima de la Província de Buenos Aires en relacion con la vegetacion natural y el suelo. In: CABRERA, A.L. Flora de la Província de Buenos Aires. Buenos Aires: INTA, 1969. p.33-39.

BURGOS, J.J. El clima de la Region Nordeste de la Republica Argentina en relacion con la vegetacion natural y el suelo. Boletín de la Sociedade Argetina de Botânica, Buenos Aires, v. 11, p. 37-102, 1970.

GAUSSEN, H. Theories et classification des climats et microclimats. In: CONGRES INTERNATIONALE DE BOTANIQUE, 8., 1954, Paris. Compte-Rendu... Paris, 1954. Section 7 et 3, p. 125-130. 1954.

HUEC, K.; SEIBERT, P. Vegetationskarte von Sudamerika. Mapa de la vegetación de América del Sur. Stuttgart: Gustav Fischer, 1972.

INSTITUTO DE PESQUISAS AGRONÔMICAS. Atlas agroclimático do Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura e Abastecimento, 1989. 296p. (v. 1).

KLEIN, R.M. Southern brazilian phytogeographic features and the probable influence of upper quaternary climatic changes in the floristic distribuition. Boletim Paranaense de Geociências, Curitiba, n. 33, p. 67-88, 1975.

LEITE,P.F.; KLEIN, R.M. Vegetação. In: Geografia do Brasil: Região Sul. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1990. v. 2, p.113-150.

LINDMAN, C.A.M. A vegetação no Rio Grande (Brasil Austral). Porto Alegre: Livraria Universal de Echenique Irmãos, 1906. 356p.

MAAK, R. Notas preliminares sobre clima, solo e vegetação do Estado do Paraná. Arquivo Biológico Técnico, Curitiba, v. 3, p. 103-200, 1948.

MACHADO, F.P. Contribuição ao estudo do clima do Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro : Instituto Brasileiro de Geografia, 1950. 91p.

MARCHIORI, J.N.C. Fitogeografia do Rio Grande do Sul: enfoque histórico e sistema de classificação. Porto Alegre: Edição EST, 2002. 118p.

MARCHIORI, J.N.C. Fitogeografia do Rio Grande do Sul: campos sulinos. Porto Alegre: Ed. EST, 2004. 110p.

MARKGRAF, V. Paleoclimates in Central and South America since 18000 BP based on pollen and lakelevel records. Quartenary Science reviews, London, v. 8, p. 1-24, 1989.

QUADROS, F.L.F.; PILLAR,V.de P. Transições florestas-campo no Rio Grande do Sul. Ciência e Ambiente, Santa Maria, v. 2, p. 109-118, 2002.

RAMBO, B. A fisionomia do Rio grande do Sul: ensaio de monografia natural. Porto Alegre: Selbach, 1956. 456p.

TEIXEIRA, M.B. et al. Vegetação. In: INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Levantamento de recursos naturais. Rio de Janeiro: IBGE, 1986. v. 33, p. 541-632.

WALTER, H.; LIETH, H. Klimadiagramamm-Weltatlos. Jena: Pusl. Gustav Fischer, 1967.

WALTER, H. Vegetação e zonas climáticas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1986. 325p.

WALTER, H. ; HANICKELL, E. ; MÜLLER-DOMBOIS, D. Klimadiagramm-Karten der einzelnen Kontinente und ökologische Klimagliederung de Erde. Stuttgart : Gustav Fischer, 1975. 36p. e 9 mapas.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981940

Licença Creative Commons