Avaliação da qualidade do compensado fenólico de Eucalyptus grandis.

Setsuo Iwakiri, Antonio Razera Neto, Benedito Carlos de Almeida, Cândido Petro Biasi, Daniel Chies, Francisco Prado Guisantes, José Antonio Franzoni, Patrícia Aparecida Rigatto, Wilson Paulo Bettega

Resumo


Essa pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de avaliar a qualidade do compensado de Eucalyptus grandis para uso exterior. Para efeitos de comparação, foram produzidos também painéis com lâminas de Pinus taeda e Araucaria angustifolia, utilizando a resina fenol-formaldeído com duas formulações distintas. Os painéis de Eucalyptus grandis apresentaram massa específica superior e menor redução na espessura em relação às demais espécies. Os resultados dos ensaios de resistência da linha de cola demonstraram não haver diferenças estatísticas entre as espécies. Tanto para o MOR, quanto para o MOE em flexão estática, os painéis de Eucalyptus grandis apresentaram resultados estatisticamente iguais a Araucaria angustifolia e superiores em relação a Pinus taeda. Em relação aos efeitos de diferentes formulações do adesivo, não foram constatadas diferenças estatisticamente significativas para as propriedades avaliadas, com exceção da resistência da linha de cola no teste úmido.


Palavras-chave


<i>Eucalyptus</i>; compensado; resina fenol-formaldeído

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MADEIRA PROCESSADA MECANICAMENTE. Estudo setorial. Curitiba, 2001. 27p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT/CB-31 – Projeto de Normas 31:000.05.001/1. Chapas de madeira compensada. 2001.

BENDSTEN, B.A. Properties of wood from improved and intensively managed trees. In: PROCEEDINGS OF THE ECONOMICS & FINANCIAL MANAGEMENT AND TIMBER PRODUCTION TECHNICAL COMITEES OF THE FOREST PRODUCTS RESEARCH SOCIETY. Atalanta, 1978. 78p.

EUROPEAN COMMITTEE FOR STANDARDIZATION. Plywood – Determination of shear bonding strength. EN 314-2: 1993.

IMTERAMNENSE, M.T. Utilização das madeiras de Eucalptus cloeziana, Eucalyptus maculata e Eucalyptus punctata para produção de painéis compensados. Curitiba. 81f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1998.

IWAKIRI, S.; NIELSEN, I.R.; ALBERTI, R.A.R. Avaliação da influência de diferentes composições de lâminas em compensados estruturais de Pinus elliottii e Eucalyptus saligna. Cerne, Lavras, v.6, n.2, p.19-24, 2000.

KEINERT JR, S. Laminação, produção e testes de compensados a partir de Eucalyptus spp. Curitiba, 1994. 93p. Relatório de pesquisa apresentado ao CNPq.

MARRA, A. A. Technology of wood bonding: principles in Practice. New York: Van Nostrand Reinhold, 1992. 453p.

PEDROSA, A. L. Desempenho estrutural de vigas “i” constituídas por PLP e compensado de Pinus taeda L. e Eucalyptus dunnii Maiden e OSB de Pinus spp. Curitiba. 104f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2003.

PIO, N. S. Avaliação da madeira de Eucalyptus scabra (Dum-Cours) e Eucalyptus robusta (Smith) na produção de painéis compensados. Curitiba. 101f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1996.

TSOUMIS, G. Science and technology of wood: structure, properties and utilization. New York: Van Nostrand Renhold, 1991. 494p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981925

Licença Creative Commons