Tratamentos pré-germinativos em sementes de Didymopanax morototoni (Aubl.) Dcne. et Planch.

Elci Terezinha Henz Franco, Alfredo Guí Ferreira

Resumo


Didymopanax morototoni (Aubl.) Dcne. et Planch, (caixeta), é uma espécie nativa com vasta distribuição natural, rápido crescimento, grande porte e ainda pela sua rusticidade, é considerada uma espécie pioneira de potencial florestal para o Brasil. Porém, as suas sementes apresentam baixa germinabilidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de tratamentos pré-germinativos que pudessem maximizar o processo de germinação desta espécie. Foram testados os seguintes tratamentos: pré- -embebição em H20 por 8 h; escarificação química (HCl e H2SO4 a 70%); escarificação mecânica (por picotes no tegumento e com lixamento); lavagem com água destilada e lavagem em água + álcool (1:1) por 15, 30 e 45 min. As sementes foram colocadas para germinar em diferentes substratos. Realizou-se ainda teste de germinação in vitro. Sementes foram inoculadas em meio WPM, solidificado com ágar na presença de cinetina e ácido giberélico nas concentrações (0; 0,1; 0,5; 1,0 mg/l), e caseína hidrolisada na concentração 250 mg/l. A incubação foi a 25°C 1°C em câmara de germinação sob fotoperíodo de 16 horas luz, numa intensidade de 14,3 μE.m-².s-¹ ou no escuro. A germinação foi favorecida pelos pré-tratamentos de lavagens com água e água + álcool, sendo o tempo mais eficaz o de 45 min. A adição de cinetina e ácido giberélico provocou um aumento na germinabilidade de 40 a 70 %. Estes resultados confirmam a dormência tegumentar parcial e indicam a presença provável de substancias inibidoras nos tegumentos, removidas pelas lavagens.


Palavras-chave


dormência; escarificação; reguladores de crescimento

Texto completo:

PDF

Referências


ÀQUILA, M. E. A ; FETT NETO, A. G. Influência de processos de escarificação na germinação e crescimento inicial de Leucaena leucocephala (Lamb.) de Witt. Revista Brasileira de Sementes, v. 10, n.1, p.73-85, 1988.

ARAÚJO, E. F.; ARAÚJO, R. F.; SILVA, R.F.; GOMES, J.M. Avaliação de diferentes métodos de escarificação das dementes e frutos de Stylosantes viscosa Sw. Revista Brasileira de Sementes, v. 22, n.1, p.18-22, 2000.

BARROSO, D. G.; MIRANDA, R. U.; MARINHO, C. S. Tratamento pré-germinativo de sementes de 3 espécies nativas da mata de restinga da região de Mataraca-PB. In: CONGRESSO FLORESTAL PANAMERICANO, 1., CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 7., 1993, Curitiba. Anais... Curitiba: SBEF, 1993. p. 476-477.

BIANCHETTI, A.; RAMOS, A. (c)Quebra de dormência de sementes de guapuruvu (Schizolobium parayba (Vellozo) Blake). Boletim de Pesquisa Florestal, Curitiba, n.3, p. 69-76, 1981.

BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para análise de sementes. Brasília: SNAD, DNDV, CLAV, 1992. 365 p.

BRYANT, J.A. Fisiologia da semente. São Paulo: E.P.U., 1989. 86 p.

CARVALHO, P. E .R. Espécies florestais brasileiras: recomendações silviculturais, potencialidades e usos da madeira. Colombo: CNPF – EMBRAPA, 1994. 640 p.

DANIEL, O.; COSTA, L.G.S.; OHASHI, S.T. Morototó - Didymopanax morototoni (Aubl.) Dcne et Planch. Belém: EMBRAPA. CPATU. 1994. 15p.

DAVIDE, A. C., FARIA, J. M. R., OLIVEIRA, L. M. Quebra de dormência em sementes de candiúva (Trema micrantha (L.) Blume - Ulmaceae). In: CONGRESSO FLORESTAL PANAMERICANO, 1., CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 7., 1993, Curitiba. Anais... Curitiba: SBEF, 1993. p. 463-471.

FERREIRA, A.G. Germinação de sementes de Mimosa bimucromata (DC) K. (Maricá). I Efeito da escarificação e pH. Ciência e Cultura, v.28, p.1200-1204, 1976.

FRANCO, E. T. H.; FELTRIN, I. J. Quebra de dormência de sementes de espinilho (Acacia caven Mol.). Ciência Rural, Santa Maria, v. 24, n. 2, p. 303-305, 1994.

FRANCO, E. T. H. Embriogênese somática de Didymopanax morototoni (Aubl.) Dcne. et Planch.) . 2000. 123p. Tese (Doutorado) - Departamento de Botânica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

GAMERO, J.C.; ZULOAGA, F. Dendropanax affinis, nueva combinación y sinopsis de las araciaceae argentinas. Darwiniana, v. 35, n. 1-4, p. 163-166, 1998.

HICKS, G. S. Patterns of organ development in plant tissue culture and the problem of organ determination. Bot. Rev., v.46, n.1, p. 1-23, 1980.

LABOURIAU, L. G. A germinação das sementes. Secretaria Geral da OEA, 1983. 179p.

LLOYD, G.; MCCOWN, B. Comercially-feasible micropropagation of montain laurel, Kalmia latifoliada, by use of shoot-tip culture. Combined Proceeding International Plant Propagators Society, v.30, p.421-427, 1980.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Plantarum, 1998. v. 2.

LOUREIRO, A. A.; SILVA, M. F. da C. Essências madeireiras da Amazônia. Manaus: INPA, 1979. 2. v.

MANTOVANI, N. C. Estudo da regeneração in vitro de caixeta Didymopanax morototoni (Aubl.) Dcne et Planch. 1997. 105p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria.

MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and byoassays wilt tabacco tissue cultures. Phisiol. Plant., v. 15, p.473-479, 1962.

REFOSCO, J. C.; SANTINI, E. J. Propriedades físicas e mecânicas da madeira de Didymopanax morototoni. In: CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL, 4., 1988, Nova Prata. Anais ... Nova Prata, 1988. p. 1179-1190.

REITZ, R.; KLEIN, M.; REIS, A. Projeto madeira do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas, 1988. 525p.

TAIZ, L.; ZIEGER, E. Plant physiology. Sinauer Associate Inc., 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981695

Licença Creative Commons