Determination of intensive rainfall equations for the top of the northeast of Rio Grande do Sul

Taison Anderson Bortolin, Clauber Corso, Ludmilson Abritta Mendes, Alan de Gois Barbosa, Vania Elisabete Schneider

Abstract


The relationship intensity, duration and frequency is very important for the hydraulic project’s development, mainly in regions where there is no study updated data. This paper objective was to determine the intensity-duration-frequency curves at Rio Grande do Sul hillside, in order to provide tools for hydraulic structures design and hydrological studies in the region. For the return periods 2, 5, 10, 20, 25, 50 and 100 - year precipitation determination was used Gumbel’s and log-normal statistical distributions, using the Rain Relationship Duration Method for 20 rainfall stations. For Gumbel’s distribution data adherence verification, was used the Kolmogorov-Smirnov adhesion tests and Chi-Square adhesion, with, 5% significance level. The general IDF equation coefficients a, b, c and d were obtained through non-linear regression and the adjustment quality was measured by both determination coefficient and standard error. Different intense rainfall curves were obtained with the methodology applied, for the region, each one shows a good parameters adjustment, important tool for extreme precipitations estimating.


Keywords


Intense rainfall, IDF equations, Relationship method

References


ÁLVARES, C.A.; STAPE, J.L.; SENTELHAS, P.C.; MORAES GONÇALVES, J.L.; SPAROVEK, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, n. 6, p. 711-728, 2013.

ALVES, A. V. P. et al. Análise dos métodos de estimação para os parâmetros das distribuições de Gumbel e GEV em eventos de precipitações máximas na cidade de Cuiabá-MT. Revista Eletrônica de Engenharia Civil, [s. l.], v. 6, n. 1, p. 32–43, 2013.

ANA. HidroWeb - Sistema de Informações Hidrológicas. 2019. Disponível em: http://www.snirh.gov.br/hidroweb/publico/apresentacao.jsf. Acesso em: 30 jan. 2019.

ARAGÃO, R. et al. Chuvas intensas para o estado de Sergipe com base em dados desagregados de chuva diária. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 17, n. 3, p. 243–252, 2013.

ARAÚJO, L. E. et al. Análise estatística de chuvas intensas na bacia hidrográfica do Rio Paraíba. Revista Brasileira de Meteorologia, [s. l.], v. 23, n. 2, p. 162–169, 2008.

BACK, Á. J. Seleção de distribuição de probabilidade para chuvas diárias extremas do estado de Santa Catarina. Revista Brasileira de Meteorologia, [s. l.], v. 16, n. 2, p. 211–222, 2001.

BACK, Á. J. Chuvas intensas e chuva para dimensionamento de estruturas de drenagem para o Estado de Santa Catarina. Florianópolis: Epagri, 2013.

BACK, Á. J. et al. Variação espacial da chuva máxima diária no estado de Santa Catarina. Revista de Iniciação Científica, [s. l.], v. 14, n. 1, p. 59–72, 2016.

BACK, Á. J.; BONETTI, A. V. Chuva de projeto para instalações prediais de águas pluviais de Santa Catarina. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, [s. l.], v. 19, n. 4, p. 260–267, 2014.

BECK, H. E. et al. Present and future Köppen-Geiger climate classification maps at 1-km resolution. Scientific Data, [s.l.], v. 5, n. 1, p.1-12, 2018.

BELTRAME, L. F. S.; LANNA, A. E. L.; LOUZADA, J. A. S. Chuvas intensas. Porto Alegre: Instituto de Pesquisas Hidráulicas - IPH/UFRGS, 1991.

BERTONI, J. C.; TUCCI, C. E. M. Precipitação. In: TUCCI, C. E. M. (Ed.). Hidrologia: ciência e aplicação. 4. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS/ABRH, 2007. p. 177–231.

BLAIN, G. C.; BRUNINI, O. Caracterização do regime de evapotanspiração real, em escala decendial, no estado de São Paulo. Revista Brasileira de Meteorologia, [s. l.], v. 22, n. 1, p. 75–82, 2007.

CALDEIRA, T. L. et al. Modelagem probabilística de eventos de precipitação extrema no estado do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 19, n. 3, p. 197–203, 2015.

DAEE; CETESB. Drenagem urbana: manual de projeto. São Paulo: DAEE-CETESB, 1979.

DAMÉ, R. de C. F. et al. Hidrograma de projeto em função da metodologia utilizada na obtenção da precipitação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 14, n. 1, p. 46–54, 2010.

FAN, Fernando Mainardi et al. Evaluation of upper Uruguay river basin (Brazil) operational flood forecasts. RBRH, Porto Alegre , v. 22, e37, 2017.

FECHINE SOBRINHO, V. et al. Desenvolvimento de equações Intensidade-Duração-Frequência sem dados pluviográficos em regiões semiáridas. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 18, n. 7, p. 727–734, 2014.

GARCIA, S. S. et al. Determinação da equação intensidade-duração-frequência para três estações meteorológicas do Estado de Mato Grosso. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 15, n. 6, p. 575–581, 2011.

MANDELLI, F. Relações entre variáveis meteorológicas, fenologia e qualidade da uva na “Serra Gaúcha”. 2002. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.

NAGHETTINI, M.; PINTO, É. J. A. Hidrologia Estatística. Belo Horizonte: CPRM, 2007.

RIBEIRO NETO, Alfredo; BATISTA, Larissa Ferreira David Romão; COUTINHO, Roberto Quental. Methodologies for generation of hazard indicator maps and flood prone areas: municipality of Ipojuca/PE. RBRH, Porto Alegre, v. 21, n. 2, p. 377-390, June 2016

OLIVEIRA, L. F. C. et al. Intensidade-Duração-Frequência de chuvas intensas para localidades no estado de Goiás e Distrito Federal. Pesquisa Agropecuária Tropical, [s. l.], v. 35, n. 1, p. 13–18, 2005.

PFAFSTETTER, O. Chuvas intensas no Brasil: Relação entre precipitação, duração e frequência de chuvas em 98 postos com pluviógrafos. 2a ed. Rio de Janeiro: Ministério da Viação e Obras Públicas; Departamento Nacional de Obras de Saneamento, 1982.

SAMPAIO, M. V. Determinação e espacialização das equações de chuvas intensas em bacias hidrográficas do Rio Grande do Sul. 2011. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.

SANTOS, G. G. et al. Intensidade-duração-frequência de chuvas para o Estado de Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s. l.], v. 13, n. suppl, p. 899–905, 2009.

SILVA, B. C.; CLARKE, R. T. Análise estatística de chuvas intensas na bacia do rio São Francisco. Revista Brasileira de Meteorologia, [s. l.], v. 19, n. 3, p. 265–272, 2004.

SILVA, C. B.; OLIVEIRA, L. F. C. Relação Intensidade-Duração-Frequência de chuvas extremas na região Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Climatologia, [s. l.], v. 20, p. 267–283, 2017.

SILVA, C. R.; QUINTAS, M. C. L.; CENTENO, J. A. S. Estudo do método de interpolação do inverso da distância a uma potência. In: II SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GEOCIÊNCIAS; V COLÓQUIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS GEODÉSICAS 2007, Presidente Prudente. Anais... Presidente Prudente: UNESP, 2007.

SIMONOVIC, S. P. et al. A web-based tool for the development of Intensity Duration Frequency curves under changing climate. Environmental Modelling & Software, [s. l.], v. 81, p. 136–153, 2016.

TUCCI, C. E. M. Hidrologia: ciência e aplicação. 4. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS/Associação Brasileira de Recursos Hídricos, 2009. 943 p.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X40357

Copyright (c) 2020 Ciência e Natura

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

1. IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

2. THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

3 IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

4. IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

5. IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

6. IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

7. IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

8.  IF THE STATEMENT BY THE ETHICS COMMITTEE (IF IT INVOLVES HUMANS) WAS ADDED;

9. IF THE DECLARATION OF ORIGINALITY WAS ADDED.

10. IF THE TEXT IS ORIGINAL. IF THE IDEA HAS ALREADY BEEN REGISTERED IN SUMMARY FORM, OR PUBLISHED IN CONGRESS ANNUALS, PLEASE INFORM THE EDITOR.