As Contribuições do Ensino de Ciências para o Desenvolvimento Cognitivo de Alunos nos Primeiros anos de Escolarização – Estudo de Caso Comparativo

Janaína Pretto Carlesso, Luiz Caldeira Brant de Tolentino-Neto, Anaelena Bragança de Moraes

Abstract


O objetivo deste estudo é analisar as correlações entre os níveis do desempenho cognitivo obtidos nas provas operatórias piagetianas e o número de acertos nos testes de ciências, matemática e língua portuguesa obtidos na avaliação diagnóstica dos alunos. A amostra foi composta por dois grupos: grupo com intervenções e grupo sem intervenções. Para o grupo sem intervenções não houve correlação significativa entre os resultados das provas piagetianas e os números de acertos nos três testes. Já para o grupo com intervenções houve correlação positiva significativa entre os níveis de desempenho cognitivo na prova de conservação de líquidos e o número de acertos no teste de matemática. Pode-se observar através da amostra estudada que houve relação entre os níveis cognitivos e o desempenho dos alunos nas áreas avaliadas. A análise do estudo aponta que o incentivo ao ensino de ciências nos anos iniciais contribui e repercute de forma importante no desenvolvimento cognitivo do aluno.


Keywords


cognição; ensino de ciências; avaliação; prova operatória; desempenho.

References


BIZZO, N. Ciências Fácil ou Difícil? São Paulo: Atica, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Ciências naturais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

DIAS, P.K.S; SILVA, F.G. Avalia BH - Revista Pedagógica Ciências da Natureza – 1º Ciclo, Juiz de Fora. v. 3, jan/dez. 2011. Disponível em:

Acesso: 29 de fev.de2015.

DUCATTI-SILVA, K.C. A formação no curso de Pedagogia para o ensino de ciências nas séries iniciais. 2005 Dissertação (Mestrado em Educação, Faculdade de Filosofia e Ciências) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília-SP, 2005.

FERRACIOLI, F. Aspectos da Construção do conhecimento e da aprendizagem na obra de Piaget. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 16, n. 2, p. 180-194, ago. 1999. Disponível em: < https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/6808 > Acesso em: 12 de mar. de 2015.

FRACALANZA, H; AMARAL I.A; GOUVEIA, M.S.F. O ensino de ciências no primeiro grau. São Paulo: Atual, 1986.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

__________. Le Jugement et le Raisonnement chez L Enfant. Neuchâtel: Delachaux et Nestlé, 1924. [O Raciocínio da Criança. Rio de Janeiro: Record, 1967].

__________. A equilibração das estruturas cognitivas. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

REVISTA AVALIA BH. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 de fev. de 2015.

SILVA, A.F.A. Ensino e aprendizagem de Ciências nas séries iniciais: concepções de um grupo de professoras em formação. 2006. Dissertação (Mestrado em Inter-unidades em Ensino de Ciências) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

ZANON, D.A.V. Ensinar e aprender Ciências no ensino fundamental com atividades investigativas: enfoque no projeto ABC na Educação Científica Mão na Massa. 2005. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos – SP, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X17300

Copyright (c)



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.