O papel da pesquisa-ação no ensino intercultural de língua estrangeira

Antonio Escandiel de Souza

Resumo


Vem-se constatando que um número expressivo de alunos encontra dificuldades de perceber o texto como um mediador sócio-cultural e talvez isso deva-se ao fato de que alguns professores detêm-se apenas nas questões gramaticais. É necessário que haja um maior engajamento dos docentes em língua estrangeira no sentido de construir um novo paradigma de ensino da leitura a partir de uma visão sócio-cultural da linguagem. Para isso, devem assimilar e incorporar uma abordagem de leitura em língua estrangeira centrada na linguagem como um mediador sócio-cultural e, principalmente, oportunizar condições para que os alunos também o façam. Isso pode ser oportunizado aos alunos através de uma metodologia que envolva o dialogismo democrático e aberto e onde haja a dialética entre ação e reflexão, a saber, a pesquisa-ação.

Palavras-chave


Pesquisa-ação; Ensino intercultural; Língua estrangeira

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA FILHO, J. C. P. Dimensões comunicativas no ensino de línguas. Campinas: Pontes, 1993

BLOOM, JEFFREY W. Patterns that Connect: Rethinking our Approach to Learning and Teaching. Montreal: American Educational Research Association, 1999. (paper)

CARR, W.; KEMMIS, S. Teoria crítica de la enseñanza. Barcelona: Martins Roca, 1988.

ELLIOT, J. What is action-research in schools? In: Journal of curriculum studies. V. 10, n. 4, 1978.

GEE, JAMES P. Social Linguistics and literacies. London: The Falmer Press, 1999.

KEMMIS, S.; McTAGGART, R. Como planificar la investigación-acción. Barcelona: Laertes, 1988.

SERRANO, M. G. P. Investigación-acción: aplicaciones al campo social y educativo. Madrid: Dykinson, 1990.

ZORZI, DANIELA. Dalla Competenza Comunicativa alla Competenza Comunicativa Interculturale. In: Babylonia, 1996.




DOI: https://doi.org/10.5902/1516849228964

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores da revista L&C:

                                                                                          


Órgãos aos quais a revista L&C pertence:

 

                              

 

E-ISSN 2674-6921. Revista Qualis B3, área de Letras e Linguística, Classificações de Periódicos Quadriênio 2017-2020 (CAPES).