Desigualdade de oportunidades no ensino superior: um estudo de caso dos estudantes da Universidade Federal de Pernambuco

Autores

Palavras-chave:

desigualdade de oportunidades educacionais, cotistas, background social

Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar os efeitos do background social no processo de escolha de cursos superiores entre estudantes da Universidade Federal de Pernambuco, com enfoque nos cotistas matriculados em 2017, mediante o uso de um modelo de regressão linear múltipla. Com o uso do International Socio-Economic Index of Occupational Status (ISEI), uma escala métrica internacional que mede status de ocupações, determinadas variáveis do background social do aluno foram testadas, tendo em vista as desigualdades de oportunidades educacionais (DOE) apontadas por Carlos Antonio Ribeiro e Sérgio Costa Ribeiro, com o intuito de se analisar uma possível desigualdade no processo de escolha de cursos entre os estudantes. Como resultados, apontam-se o sexo dos estudantes, as notas no Enem e a modalidade de concorrência como as características mais impactantes na escolha de cursos de maiores ou menores status.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clara de Lima Hordonho, Universidade Federal de Pernambuco

Graduada em Ciências Sociais- bacharelado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2018, atualmente é discente do programa de pós-graduação em Sociologia da UFPE e pesquisadora no Observatório do Mercado de Trabalho de Pernambuco (OMT-PE). Tem interesse nas áreas temáticas de estratificação e mobilidade social, ensino superior, políticas afirmativas e metodologia quantitativa.

Referências

BREEN, R. Foundations of a neo-Weberian class analysis. In: OLIN-WRIGHT, E. (Org.). Approaches to class analysis. Cambridge: Cambridge University Press, 2005.

BRITO, M. A. M. Novas tendências ou velhas persistências? Modernização e expansão educacional no Brasil. Cad. Pesqui., vol. 47, n. 163, p. 224 – 263, Jan./Mar. 2017.

GANZEBOOM, H.B.G; De GRAAF, P.M; TREIMAN, D.J. A Standard International Socio-Economic Index of Occupational Status. Social Science Research, 21, p. 1-56, 1992.

GANZEBOOM, H.B.G; TREIMAN, D.J. Internationally Comparable Measures of Occupational Status for the 1988 International Standard Classification of Occupations. Social Science Research, 25, p. 201-239, 1996.

GUERRINE, D.; PICONI, L.; STURION, L.; MATA, Ednei. Acesso e democratização do ensino superior com a Lei nº 12.711/2012: o câmpus de Londrina da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Rev. bras. Estud. Pedagog., v. 99, n. 251, p. 17-36, jan./abr. 2018.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE. Síntese de Indicadores Sociais Uma Análise de Condições de Vida da População Brasileira. Estudos e Pesquisa Informação demográfica n. 36. Rio de Janeiro 2016.

JATOBÁ, F. Classe, Raça e Ação Afirmativa: A Política de Inclusão Social numa Universidade Pública de Pernambuco. 2012.Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo.

______ Ações Afirmativas e Raça No Brasil: dinâmicas na trajetória de institucionalização da temática. Estudos de Sociologia (UFPE), v. 1, p. 291-330, 2016

LOPES, E. M. T.; FARIA FILHO, L. M.; VEIGA, C. G. 500 Anos de Educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica 2003.

MARTINS, Z.; BASTHI, A.; JULIE, R.; MOURA, A.; MICHELLE, L. Do racismo epistêmico às cotas raciais: a demanda por abertura na universidade. Revista ECO- Pós (UFRJ), v. 21, n. 3, p. 122 – 145, 2018

PEREIRA, O. A. V. Desigualdade de Oportunidades Educacionais no Brasil: o caso do Ensino Superior. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais.

RIBEIRO, C. A. C. Desigualdade de Oportunidades no Brasil. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2009. p. 21-70.

______ Estrutura de Classe, Raça e Mobilidade Social no Brasil. Edusc-ANPOCS, Baurú-São Paulo, 2007.

RIBEIRO, S. C. A Divisão Interna da Universidade: posição social das carreiras. Educação e Seleção, São Paulo, n. 5, 1982.

______ Quem vai para a Universidade. Ciência hoje, ano 1, n.4, jan/fev, 1983

.

______ Mecanismos da Escolha da Carreira e Estrutura Social da Universidade. Educação e Seleção, n. 3, 1981.

______ O Vestibular 1988: Seleção ou exclusão? Educação e Seleção, São Paulo, n.18, jul/dez, 1988.

SILVA, N. V. Expansão Escolar e Estratificação Educacional no Brasil. In: HASENBALG, C.; SILVA, N. V. (Org.). Origens e Destinos: Desigualdades sociais ao longa da vida. Rio de Janeiro: Topbooks, 2003, p. 105-147.

SOUZA, P. R. C. A Reforma Universitária de 1968 e a Expansão do Ensino Superior Federal Brasileiro: Algumas Ressonâncias. Cadernos de História da Educação, Itumbiara-Goiás, n. 7, jan./dez, 2008.

Downloads

Publicado

2021-12-20 — Atualizado em 2021-12-22

Versões

Como Citar

Hordonho, C. de L. (2021). Desigualdade de oportunidades no ensino superior: um estudo de caso dos estudantes da Universidade Federal de Pernambuco. Século XXI: Revista De Ciências Sociais, 10(2), 38–64. Recuperado de https://periodicos.ufsm.br/seculoxxi/article/view/39885 (Original work published 20º de dezembro de 2021)

Edição

Seção

Artigos