Duas contadoras de histórias: entrecruzamentos entre arte e educação especial

Daniela Medeiros, Daniele Noal Gai

Resumo


O artigo aborda algumas fissuras entre o entrecruzamento Arte - Educação Especial embasando-se em uma experiência vivenciada em minha graduação em Educação Especial durante o estágio de déficit cognitivo. Tal estágio se deu em uma turma de classe especial de uma escola pública do município de Santa Maria/RS/Brasil, salientando que durante todo este período de experimentações pude contar com a participação e presença de uma amiga e colega de estágio (Pati) e também com as orientações de uma professora (Daniele). Para tanto, o trabalho que aqui apresento será explanado no plural, visto que os momentos geradores de tal escrita envolvem tantas outras pessoas além de mim, envolvem amigas, professoras, alunos e até mesmo personagens, compreendendo a proposta geradora do processo. A proposta deste estágio buscou as Artes como um novo pressuposto de investigação e prática na área da Educação Especial, assim como na constituição de sujeitos marcados pelo rótulo do déficit cognitivo. Partindo da literatura usou-se das Artes Visuais e Cênicas como aliadas no processo de busca pelo conhecimento, gerando momentos e sensações ainda desconhecidos por alguns alunos. Buscamos outras formas possíveis e até mesmo arriscadas de instigar e provocar esta busca, a busca pelo novo, pelo desconhecido, pelo conhecimento.


Palavras-chave


Arte; Educação Especial; Intervenção cênico-pedagógica

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS. Diana Luz Pessoa de, FIORIN, José Luiz. Dialogism o, Polifonia, Intertextualidade. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

CORAZZA, Sandra Mara. Artistagens – Filosofia da diferença e educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

KASTRUP, Virgínia. A aprendizagem da atenção na cognição inventiva. Revista Psicologia e Sociedade, 2004, vol.16, nº 3. Disponível em: http://www.psicologia.ufrj.br/pospsi/aprendizagem.pdf. Acesso em: 12/02/2009.

KASTRUP, Virgínia. Cartografias Literárias. Revista do Departamento de Psicologia da UFF, 2002. Disponível em: http://www.psicologia.ufrj.br/pospsi/cartografias.pdf. Acesso

em: 12/02/2009.

LARROSA, Jorge e SKLIAR, Carlos. Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

LOPES, M. C., DAL’IGNA, M. C. I n/ Exclusão nas tram as da escola. Canoas: Ed. ULBRA, 2007.

SALVADOR, César Coll. Aprendizagem Escolar e Construção do Conhecim ento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

SPRITZER, Mirna. A form ação do ator – um diálogo de ações. Porto Alegre: Mediação, 2003.

STANISLAVSKI, Constantin. A construção da personagem . Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia da arte. São Paulo: Martins Fontes, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5902/198373482171

 
 
 
DOI: Digital Object Identifier 10.5902/19837348

Qualis B1

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

Acessos a partir de 17/09/2015

CopySpider - Software Anti-plagio