Panorama do processo de avaliação na Educação de Jovens e Adultos em Vila Velha, Espírito Santo

Antonio Carlos dos Santos Cruz

Resumo


A partir do cenário da Educação de Jovens e Adultos no Brasil, decidiu-se realizar uma investigação do sistema avaliativo na EJA, considerando a cidade de Vila Velha, no Espírito Santo, buscando-se detectar a adequação do procedimento avaliativo na perspectiva de professores e estudantes. Tomou-se como objetivo geral, portanto, estabelecer um panorama de como estudantes e professores das escolas investigadas compreendem a avaliação, se entendem que os métodos são satisfatórios e adequados para a construção de uma formação plena e crítica. Metodologicamente, a pesquisa teve caráter misto, ou seja, em parte abordou o tema de forma qualitativa e bibliográfica, e, em parte, ofereceu análise quantitativa, descritiva e interpretativa. Empreendeu-se a pesquisa através de questionários, bem como realização de entrevistas, com amostra de 200 estudantes e 50 docentes. Constatou-se que embora os educadores tenham claras concepções em torno das especificidades de trabalho com a EJA, dificuldades e de todo o ambiente dos alunos, no que toca ao processo avaliativo, continuam mantendo a distribuição de 60% dos pontos por meio de prova escrita. Além disso, 60% dos estudantes pensam com certa frequência em desistir dos estudos por medo das notas e provas, apesar de considerarem que o sistema avaliativo é justo. Concluiu-se que há uma necessidade, para o desenvolvimento da EJA, de se abandonar a metodologia avaliativa quantitativa, partindo-se para um novo modelo, que envolva efetivamente o aluno, fomentando a avaliação mediadora do ensino-aprendizagem, como diagnóstico do que deve ser melhorado por todos os envolvidos no processo educativo.


Palavras-chave


Ensino-Aprendizagem; Procedimentos Avaliativos; Educação Mediadora.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANDRADE, Rosamaria C. Avaliação Escolar: novas perspectivas.

AMAE. Belo Horizonte, nº 282, p. 29-33, 1999.

ARANHA, Maria Lucia de Arruda. História da Educação. 2 ed. São Paulo: Moderna, 1996.

ARROYO, Miguel González. Educação de jovens-adultos: um campo de direitos e de responsabilidade pública. In: SOARES, Leôncio; GIOVANETTI, Maria A.; GOMES, Nilma L. Diálogos na educação de jovens e adultos. Belo Horizonte/MG: Autêntica, 2005. p. 19-50.

DIAZ BARRIGA, Angel. Tesis para una teoría de lá evaluación y sus derivaciones en la docencia. Didácta y curriculum: convergencias en los programas de estudio. México: Ediciones Nuevomar, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 47. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2008.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Educação e Realidade. 1993.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio. São Paulo: Editora Mediação, 23ª ed., 1998.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: Mito e Desafio. Uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Mediação 2000.

LAFFIN, Maria Hermínia Fernandes. Educação de jovens e adultos e educação na diversidade. Livro 1. Florianópolis: NUP – Núcleo de Publicações do CED, 2011.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação educacional escolar: para além do autoritarismo. In: Avaliação da aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 1995.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar. 12ª ed., São Paulo: Editora Cortez, 2002.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem: componente do ato pedagógico, São Paulo: Cortez Editora, 2011.

PERNALETE, Luis Guillermo Hernández. Hacia una didáctica popular de la historia. Cuadernos de Educación, Venezuela, nº 48, set/out. 1977.

PICONEZ, Stela Conceição Bertholo. Educação escolar de jovens e adultos. Campinas: Papirus, 2002.

ROMÃO, José Eustáquio. Avaliação Dialógica: Desafios e perspectivas. São Paulo: Cortez, 1998.

SAUL, Ana Maria Avela. Avaliação emancipatória: desafio à teoria e à prática de avaliação e reformulação de currículo. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

SOARES, Magda Becker. Avaliação educacional e clientela escolar. In: PATTO, Maria Helena Souza. Introdução à psicologia escolar. 2ª ed. São Paulo: T.A. Queiroz, 1991.

VIEIRA PINTO, Álvaro. Sete lições sobre educação de adultos. 6ª ed. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7. ed. S. P.: Martins Fontes, 2008.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644438111

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar