Neurociência cognitiva e Educação: análise sobre a prevalência de neuromitos entre os docentes de Matemática e das demais áreas do conhecimento atuantes na SRE de Carangola-MG

Adrielle Lourenço de Sá, Ana Lucia do Carmo Narciso, Herman Fialho Fumiã

Resumo


A Neurociência Cognitiva busca, através de diversas metodologias investigativas, analisar como se dão as atividades mentais relacionadas à cognição em áreas cerebrais importantes para a Educação. Tendo em vista que as atividades desenvolvidas no Sistema Nervoso Central influenciam no processo de aprendizagem, e que os Neuromitos são o principal entrave para que se estabeleça um diálogo entre Neurociência e Educação, o presente trabalho apresentou resultados acerca da prevalência de Neuromitos entre professores atuantes em escolas pertencentes à 5ª Superintendência Regional de Ensino de Carangola - MG. Para isso, foi aplicado um questionário aos professores com asserções relativas a aspectos básicos do funcionamento do Sistema Nervoso, mescladas com alguns dos Neuromitos mais frequentes na Educação. A partir disso, pôde ser feita uma comparação entre os resultados obtidos pelos professores de Matemática e das demais áreas e, verificou-se que de modo geral, estes apresentam pouco conhecimento sobre o tema, embora demonstrem interesse. 


Palavras-chave


Educação Matemática; Cognição; Neuroaprendizagem.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ARANHA, Glaucio; CHICHIERCIO, Marina; SHOLL-FRANCO, Alfred . A divulgação científica como instrumento de desmistificação e conscientização pública sobre neurociências. In: EKUNI, Roberta; ZEGGIO, Larissa ; BUENO, Orlando Francisco Amodeo (Org.). Caçadores de Neuromitos. São Paulo: Memnon, 2015. cap. 15, p. 204-220.

ARCE, João Pedro Sperluk; SOUZA, Mayara Marques de; VARGAS, Liane da Silva; MELLO- CARPES, Pâmela Billig. Divulgando a neurociência: ações para desmistificação de neuromitos. Revista Elo - Diálogos em Extensão, Viçosa, v. 06, n. 01, p.64-73, abr. 2017. Quadrimestral.

BARBOSA, Ierecê ; MARTINS, P. C. S. ; SILVA, J. T. ; BATISTA, E. C. ; SANTIAGO JUNIOR, C. O. ; NAVEGANTES, P. M. B. . Neurociência, aprendizagem e estratégias cognitivas: um relato de experiências. In: Augusto Fachin Teran; Saulo Cezar Siffert Santos. (Org.). Temas sobre ensino de ciências em espaços não formais: avanços e perspectivas.. I ed.Manaus: UEA Edições, 2016, v. I, p. 223-229.

BARBOSA, Laura Monte Serrat. Dificuldades de aprendizagem. Anais [...] Conselho Regional de Psicologia, 8ª Região. Paraná, 1989.

BARROS, Carlos Eduardo et al. O organismo como referência fundamental para a compreensão do desenvolvimento cognitivo. Revista Neurociências. São Paulo, v. 12,n. 14, 2004.

BARROS, Euzeni Almeida de. Ensinando matemática através de jogos e neuroeducação: uma experiência na sala de recursos. Os Desafios da Escola Pública Paranaense na Perspectiva do Professor PDE: Produções Didático-Pedagógicas, Paraná, p.01-17, 2013. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_uenp_mat_artigo_euzeni_almeida_de_barros.pdf. Acesso em: 19 jan. 18.

BARTOSZECK, Amauri Betini. Neurociência na educação. Revista Eletrônica Faculdades Integradas Espírita, v. 1, p. 1-6, 2006.

BROCKINGTON, Guilherme. Neurociência e Educação: investigando o papel da emoção na aquisição e uso do conhecimento científico. 2011. 202 f. Tese (Doutorado)- Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

BROCKINGTON, Guilherme; MESQUITA, Lucas. As consequências da má divulgação científica. Revista da Biologia, São Paulo, v. 01, n. 15, p.9-14, jan. 2016.

BRUM, Ismael do Nascimento; GARCIA, Alexandre; VARGAS, Liane da Silva de; MELLO-CARPES, Pâmela Billing. O que você sabe sobre seu cérebro é verdade?: esclarecendo neuromitos. In:

SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 3., 2017, Bagé. Anais [...] Rio Grande do Sul, 2017. v. 8, p. 1 - 2.

CAMPOS, Anna Lucia. Neuroeducación: uniendo las neurociencias y la educación en la búsqueda del desarrollo humano. La Educación, Revista Digital, v. 143, p. 1-14, 2010.

CARANGOLA, Secretaria Regional de Educação de. Lista de escolas. Disponível em: http://srecarangola.educacao.mg.gov.br/home/lista-de-escolas. Acesso em: 09 maio 2018.

CASTRO FILHO, Tamilson Jorge de; MEIRELES, Juliane Conceição de; REBELO, Wilde Raniely Xavier. FAZER E APRENDER

MATEMÁTICA COM O APOIO DO CÉREBRO: educação matemática e neurociência. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MATEMÁTICA (ENEM), 13., 2016, São Paulo. Anais [...] . São Paulo: Sbem, 2016. p. 1-6.

DALMORO, Marlon; VIEIRA, Kelmara Mendes. Dilemas na construção de escalas Tipo Likert: o número de itens e a disposição influenciam nos resultados? Revista gestão organizacional, v. 6, n. 3, 2013.

D’AMBRÓSIO, Beatriz Silva. Formação de professores de matemática para o século XXI: O Grande Desafio. Proposições, v. 1, n. 4, p. 35-41, mar. 1993.

D’AMBRÓSIO, Ubiratan. Matemática, ensino e educação: uma proposta global. Temas e Debates, n. 3, p. 1-15, 1991.

EKUNI, Roberta; POMPÉIA, Sabine. O impacto da divulgação científica na perpetuação de neuromitos na educação. Revista da Biologia, v. 15, n. 1, p. 1-8, 2016.

EKUNI, Roberta; POMPÉIA, Sabine. O impacto da divulgação científica na perpetuação de neuromitos na educação. Revista da Biologia, v. 15, n. 1, p. 1-8, 2016.

EYSENCK, Michael W.; KEANE, Mark t. Manual de Psicologia Cognitiva-7. Artmed Editora, 2017.

FILIPIN, Geórgia; et al. Neuroblitz: uma proposta de divulgação da neurociência na escola. Revista Ciência em Extensão, v. 10, n. 3, p. 69-76, 2014.

FISCHER, Kurt W. Mind, brain, and education: building a scientific groundwork for learning and teaching. Mind, Brain, and Education, v. 3, n. 1, p. 3-16, 2009.

FONSECA, Laerte; CÁSSIA, Adriana de. Um estudo preliminar sobre a neurociência cognitiva nos cursos de licenciatura em matemática de Sergipe/Brasil: necessidades de incorporação de uma Engenharia neurodidática. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE, 06., 2012, São Cristovão. Anais... . São Cristovão, 2012. p. 1 - 18.

GAZZANIGA; IVRY, Richard B.; MANGUN, George Ronald. Neurociência cognitiva: a biologia da mente. Artmed, 2006.

GODINO, Juan. Marcos teóricos de referencia sobre la cognición matemática. Colección Digital Eudoxus, n. 8, 2009.

GONCHOROSKI, Taylor. Neurociências na educação: conhecimento e opiniões de professores. 2014. 16 f. TCC (Graduação) - Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

GROSSI, Márcia Gorett Ribeiro; et al. Uma reflexão sobre a neurociência e os padrões de aprendizagem: A importância de perceber as diferenças. Debates em Educação, v. 6, n. 12, 2014.

GROSSI, Márcia Gorett Ribeiro; LOPES, Aline Moraes; COUTO, Pablo Alves. A neurociência na formação de professores: um estudo da realidade brasileira. Revista da FAEEBA-Educação e Contemporaneidade, v. 23, n. 41, 2014.

GUERRA, Leonor Bezerra. O diálogo entre a neurociência e a educação: da euforia aos desafios e possibilidades. Revista Interlocução, v. 4, n. 4, p. 3-12, 2011.

HASSE, Vitor Geraldi.; FERREIRA, Fernanda Oliveira. Neurociência cognitiva e educação matemática. In: IV ENCONTRO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA DE OURO PRETO, 2010, Ouro Preto. Anais eletrônicos. Disponível em . Acesso em: 19 jun. 2018.

KANDEL, Eric et al. Princípios de Neurociências-5. AMGH Editora, 2014.

NASCIMENTO, Rosilene Maria do. Dificuldade de aprendizagem: as contribuições da neurociência para o ensino da matemática. 2015. 169 p. Dissertação (Mestrado), Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

OLIVEIRA, Gilberto Gonçalves de. Neurociências e os processos educativos: um saber necessário na formação de professores. Educação Unisinos, v. 18, n. 1, p. 13-24, 2013.

RATO, Joana; CASTRO-CALDAS, Alexandre. Neurociências e educação: Realidade ou ficção?. 2010.

REZENDE, Mara Regina Kossoski Felix. A neurociência e o ensino-aprendizagem em ciências: um diálogo necessário. 2008. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Ensino de Ciências da Amazônia)–Universidade do Estado do Amazonas, Manaus, 2008.

RUGG, Michael D. Cognitive neuroscience. Psychology Press, 2013.

SANTO, Eniel Espírito; BRUNO, Reginalva dos Santos. As bases neuropsicológicas da memória e da aprendizagem e as suas contribuições para os profissionais de educação. Educere-Revista da Educação da UNIPAR, v. 9, n. 2, 2009.

SANTOS, Denise Russo. Contribuições da neurociência à aprendizagem escolar na perspectiva da educação inclusiva. Revista Edu. Tec., v. 2, n. 1, 2011.

TRÓPIA, Guilherme. Reflexões sobre o discurso na divulgação neurocientífica. Ciência & Ensino (ISSN 1980-8631), v. 2, n. 2, 2008.

VARGAS, Rose de Pinho. O papel da emoção no neuroprocessamento da aprendizagem Matemática. In:

CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENSINO DA MATEMÁTICA, 06., 2013, Canoas. Anais... . Canoas, 2013. p. 1 - 13.

VASCONCELOS, Leila. Neuropsicologia da atividade matemática: aspectos funcionais. RIBEIRO DO VALE, LE (editora científica) Neuropsicologia e Aprendizagem. São Paulo: Tecmedd, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644436426

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar