Cenas de práticas de ensino de matemática em narrativas de futuras professoras

Denise Filomena Bagne Marquesin, Adair Mendes Nacarato

Resumo


Este texto tem como objetivo discutir como um contexto de produção de narrativas autobiográficas possibilitou a emergência de cenas vividas por futuras professoras, alunas na disciplina de Fundamentos e Metodologia de Matemática de um curso de Pedagogia numa instituição privada no interior do estado de São Paulo, sobre os modos de ensinar e aprender matemática. A disciplina foi ministrada por uma das autoras. O texto apoia-se nos estudos autobiográficos, que consideram as produções de narrativas como práticas de autoformação. O material para análise consistiu de 84 narrativas produzidas ao longo de um semestre. Realizou-se uma análise interpretativa dessas produções, buscando a construção de cenas de escolarização. Para este texto são apresentadas duas delas: cenas sobre os modos de ensinar matemática e cenas sobre a visão de matemática e o seu papel na sociedade. Os indícios encontrados apontam para a manutenção de metodologias de ensino de matemática, já denunciadas na literatura, como: procedimentos tecnicistas e autoritarismo do professor. Tais resultados sinalizam o quanto as reformas curriculares não chegam às salas de aula da educação básica.


Palavras-chave


Narrativas autobiográficas; Ensino de matemática; Formação dos professores dos anos iniciais

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

BRUNER, Jerome. Atos de significação. Trad. Sandra Costa. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

CHARLOT, Bernard. Relações com o saber, formação dos professores e globalização: questões para educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY, F. Michael. Pesquisa narrativa: experiências e história na pesquisa qualitativa. Tradução do Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEL/UFU. Uberlândia: EDUFU, 2011.

COCHRAN-SMITH, Marilyn; LYTLE, Susan Landy. Relationships of knowledge of practice: teacher learning in communities. Review of Research in Education, USA, n. 24, p.249-305, 1999.

CONNELLY, F. Michael; CLANDININ, D. Jean. Relatos de experiencia e investigación narrativa. In: LARROSA, Jorge et al. Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y educación. Barcelona: Laertes, 1995. p. 11-59.

DELORY-MOMBERGER, C. Biografia e educação: figuras do indivíduo projeto. Trad. Maria Conceição Passegi, João Gomes da Silva Neto e Luis Passegi. Natal: Ed. UFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terrra, 1997.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

NACARATO, Adair M. A formação matemática das professoras das séries iniciais e a escrita de si como prática de formação. Bolema – Unesp, Rio Claro, v. 23, n. 37, p. 905-930, dez. 2010.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Narrar é humano! Autobiografar é um processo civilizatório. In: PASSEGGI; Maria da Conceição; SILVA, Vivian Batista da. (Org.). Invenções de vida, compreensão de itinerários e alternativas de formação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 103-130.

PINEAU, Gaston. As histórias de vida em formação: genese de uma pesquisa-ação-formação existencial. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.2, p. 329-343, maio/ago. 2006.

SOUZA, Elizeu C. Pesquisa narrativa e escrita (auto) biográfica: interfaces metodológicas e formativas. In: SOUZA, Elizeu C.; ABRAHÃO, Maria Helena B. Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: Edipucrs, 2006. p. 135-147.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644434090

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar