Paisagens de Aprendizagem: acampamentos norte-americanos de verão e suas possibilidades educacionais

Lance W. Ozier

Resumo


Por mais de 100 anos pesquisadores do campo da educação têm se preocupado com “hiatos de aprendizagem no verão” de estudantes que demonstram descréscimo de aprendizagem durantes os meses de verão fora da escolar. Ao mesmo tempo, acampamentos norte-americanos de verão tem fornecido paisagens para aprendizagem de inúmeras gerações de estudantes em idade escolar com o intuito de aprimorar habilidades e construir competências. A despeito da atual disponibilidade das experiências de acampamento para atenuar esse “hiato de aprendizagem de verão”, as reformas educacionais contemporâneas não têm ainda reconhecido a aparente conexão natural entre acampamentos e escolas. Esse artigo examina, assim, tanto os laços históricos e teóricos significativos que subjazem as configurações do movimento de campistas e da escolar formal, quanto as possibilidades contemporâneas dos acampamentos para a aprendizagem do século 21, cujas competências envolvem o estabelecimento de vínculos sociais e colaborativos, redefinição de papeis, de confiança, independência e aprimoramento academic. As conclusões indicam a signficativa importância das experiências de aprendizagem nos acampamentos para as crianças, como também a necessidade de formulação de políticas educacionais que criem oportunidades de aprendizagem extra-curriculares – tais como oferecidas pelos acampamentos de verão.

Palavras-chave


Acampamentos de verão; Aprendizagem; Experiências educacionais extra-curriculares.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644428830

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao

 


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: 10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

 

Periodicidade – quadrimestral

Primeiro quadrimestre, jan./abr., limite para publicar a edição 30 abril.

Segundo quadrimestre, maio/ago., limite para publicar a edição 31 agosto.

Terceiro quadrimestre, set./dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

   

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar