A consulta de enfermagem na Estratégia de Saúde da Família: realidade de um distrito sanitário

Kelly Maciel Silva, Silvia Maria Azevedo dos Santos

Resumo


Objetivo: discutir as fragilidades e os aspectos limitantes para a execução da consulta de enfermagem no contexto da Estratégia de Saúde da Família. Método: pesquisa qualitativa, convergente-assistencial, cujos dados foram coletados entre maio e junho de 2012, por meio de entrevista estruturada com 20 enfermeiros, que atuam na Estratégia de Saúde da Família de um Distrito Sanitário do Sul do país. A análise dos dados envolveu processos de apreensão, síntese, teorização e transferência, resultando três categorias: percepção do enfermeiro acerca da consulta de enfermagem; a dialética da consulta de enfermagem entre os membros da equipe e os usuários; o cotidiano do trabalho. Resultados: a consulta de enfermagem é uma importante ferramenta de educação em saúde, favorece o vínculo profissional e usuário, possibilita o desenvolvimento da autonomia e independência profissional. Considerações finais: apesar do reconhecimento do papel da consulta de enfermagem na práxis dos enfermeiros ainda se verifica entraves para sua execução.  


Palavras-chave


Enfermagem; Prática profissional; Atenção primária de saúde; Processos de Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769218079



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.