Trabalho de enfermagem no centro de atenção psicossocial: estresse e estratégias de coping

Daniele Cabral Avelino, Priscilla Maria de Castro Silva, Lorena de Farias Pimentel Costa, Elisângela Braga de Azevedo, Alynne Mendonça Saraiva, Maria de Oliveira Ferreira Filha

Resumo


Doi: 10.5902/2179769214163

Objetivo: identificar os motivos causadores de estresse e as possibilidades de enfrentamento que os profissionais de enfermagem encontram ao trabalhar com o portador de sofrimento psíquico. Método: trata-se de um estudo exploratório-descritivo de abordagem qualitativa realizado com 12 profissionais de enfermagem do CAPS III - Reviver. A análise dos dados ocorreu a partir da análise de conteúdo. O estudo foi submetido ao comitê de ética em pesquisa nº CAAE0115.0.000.405-10.Resultados: aponta-se fatores como o medo, tensão e esgotamento emocional como desencadeadores do estresse em profissionais que atuam em serviços de saúde mental. Para tanto, estratégias benéficas e maléficas foram citadas como estratégia de enfrentamento a exemplo da bebida alcoólica e musicoterapia. Conclusões: verificou-se a necessidade de apoio psicológico aos profissionais de enfermagem, por enfrentam fatores estressores em seu cotidiano, exigindo um planejamento estratégico melhor direcionado por parte dos gestores e equipe interdisciplinar que atuam nesses serviços.


Palavras-chave


Estresse profissional; saúde mental; serviços de saúde mental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769214163



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.