PRESERVAÇÃO DAS ÁGUAS NO MEIO RURAL E UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS PARA SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL: UMA PROPOSTA PARA EDUCADORES AMBIENTAIS.

Fabiane Malakowski de Almeida Wentz

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/223613084267

Um dos principais problemas enfrentados pela população brasileira é a falta de saneamento e de cuidados com a qualidade das águas, principalmente no meio rural, onde não existe controle sistemático e permanente da qualidade da água oferecida à população e, aparentemente, só existe tomada de atitude quando aparece algum problema de saúde na comunidade. O aumento da poluição ambiental ocasionado pelas novas fontes pontuais e difusas de poluição geram a necessidade de um controle mais eficiente desta qualidade, produzindo meios para o cumprimento da Portaria 518/04 do Ministério da Saúde e respeitando o direito constitucional ao abastecimento adequado de água. Este trabalho demonstra a situação existente em comunidades rurais da cidade de Santo Ângelo, denotando falta de cuidado na implantação dos poços e problemas de manutenção do sistema alternativo de abastecimento. A educação ambiental torna-se uma maneira de formação de conhecimentos nessas regiões em relação aos problemas ambientais, os cuidados, os direitos e deveres que se deve ter principalmente para a preservação das águas, tornando-se muito mais agradável ao olhar infantil por meio de atividades lúdicas como músicas, histórias em quadrinhos e teatro de fantoches.

Palavras-chave


Educação Ambiental, Recursos didáticos, água

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223613084267

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.