GESTÃO DO ÓLEO LUBRIFICANTE USADO EM POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NO MUNICÍPIO DE TEREZÓPOLIS DE GOIÁS – GO, BRASIL

Barbbara da Silva Rocha, Paulo Sergio Scalize, Poliana Nascimento Arruda, Karla Alcione da Silva Cruvinel

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236130815193

Os postos de combustíveis em geral desenvolvem atividades que geram diversos resíduos, e que necessitam de cuidados especiais em seu destino final. Como exemplos temos o óleo lubrificante usado e suas embalagens que são classificadas segundo norma brasileira como perigosos, devendo ser obedecidas às exigências feitas por resoluções específicas quanto à coleta, tratamento e disposição final. Essa pesquisa objetivou avaliar a gestão do descarte do óleo lubrificante e sua embalagem em postos de combustíveis do município de Terezópolis de Goiás – GO. Foram utilizados questionários estruturados para entrevistas com os responsáveis pelo gerenciamento desses resíduos e foi constatado que apenas 2 postos dos 5 ativos no município realizavam a troca de óleo. Em dois postos analisados o óleo lubrificante usado é coletado por empresa contratada, onde é realizada a reciclagem, porém as embalagens do óleo são destinadas ao aterro controlado do município, sendo tratado como resíduo comum. Nota-se que os postos não cumprem em sua totalidade a legislação, necessitando de fiscalizações e de discussões sobre a importância do tratamento adequado desses resíduos.

Palavras-chave


Gestão ambiental, gerenciamento, óleo lubrificante, postos de combustíveis, resíduos, embalagens.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130815193

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.