HABITS OF CONSUMPTION AND ENVIRONMENTAL IMPACT: HOW THE CONSUMER HANDLES WITH THE CONSUMPTION REQUIREMENTS OF EVERYDAY LIFE

Maria Eloneide Ferreira, Cecilia Marsaro, Carla Maria Abido Valentini, Rozilaine Pelegrine Gomes Faria

Abstract


This work aimed to evaluate the socio-economic profile of economically active people aged between 18 and 30 years and the influence of advertising in relation to purchasing power taking into account the potential environmental impact caused by the bad habits of consumption . The research was conducted using a questionnaire structured with 11 objective questions and one subjective question. The income level, educational level, debts on income, level of representation in the purchase decision, advertising and which influences over purchasing activity   that produces more residue. The majority (55%) of the respondents were female, had completed secondary education (28%), 59% have income range up to one monthly wage, 46% committed over 70% of their monthly income with debts. The price was the determining factor in the purchase decision for most respondents at different educational levels. All respondents, regardless of education level, cited food and shopping in supermarkets as activities that generate the greatest amount of residue after consumption. The advertising influences the buying decision in 73% of respondents. Younger individuals and with low educational level individuals need to undertake a portion of their income on the purchase of basic items for survival, end up compromising much of the income with basic expenses. Educational campaigns focused on natural resource economics could be used reducing the environmental impact generated by the overconsumption.


Keywords


Schooling, education, sustainability.

References


ALMEIDA, J.B. de. Manual de direito do consumidor. São Paulo: Saraiva, 2003. 214p.

ANDRADE, C.Y.; DACH, J.N.W. Acesso à educação por faixas etárias segundo renda e raça/cor. Cadernos de Pesquisa, vol. 37, n.131, p.399-422, 2007.

BRANDSMA, E. H.; EPPEL, J. Produção e consumo sustentáveis: um enfoque internacional. In: RIBEMBOIM, J (org). Mudando os Padrões de Produção e Consumo. Brasília, IBAMA, 1997, p. 112.

BRASIL, Resolução 196 de 1996. Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Conselho Nacional de Saúde. Disponível em:

< http://conselho.saude.gov.br/comissao/conep/resolucao.html> Último acesso em: 09 jun 2013.

CANEPA, C. Educação ambiental: ferramenta para a criação de uma nova consciência planetária. Revista de Direito Constitucional e Internacional, vol. 12, n. 48, p. 158-166, 2004.

ENGEL, J. F.; BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P. W. Consumer behavior, 8ªed. Forth Worth: Dryden Press, 1995.

ENOKI, P. A.; ADUM, S. H. N.; FERREIRA, M. Z.; AURELIANO, C. A.; VALDEVINO, S. L.; SILVA, A. A. Estratégias de marketing verde na percepção de compra dos consumidores na grande São Paulo. Revista Jovens Pesquisadores, vol. 5, n. 1, p. 58-74, 2008.

GOMES, D.V. Educação para o Consumo Ético e Sustentável. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, vol.16, p 18-31, 2006.

LANGONI, C. G. Distribuição de Renda e Desenvolvimento Econômico do Brasil. 3ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005. 280p.

LIMA, G.F. da C. Questão ambiental e educação: contribuições para o debate. Ambiente e Sociedade, vol.0, n.5. p 135-153, 1999.

LIMA, G.F. da C. O discurso da sustentabilidade e suas implicações para a educação. Ambiente e Sociedade, vol.6, n. 2, p 99-119, 2003.

LOPES, W.; BISPO, W.; CARVALHO, J. Gestão ambiental. Projetos 2009-1/1. Palmas - TO, Faculdade Católica do Tocantins, 2009. Educação Ambiental nas Escolas: uma estratégia de mudança efetiva. Disponível em:

http://www.catolica-to.edu.br/portal/portal/downloads/docs_gestaoambiental/projetos2009-1/1-periodo/Educacao_ambiental_nas_escolas_uma_estrategia_de_mudanca_efetiva.pdf . Último acesso em: 26 jul 2013.

MIRANDA, E.P.; JOIA, P.R. A educação Ambiental Inserida na Produção de Resíduos Sólidos Domiciliares Urbanos de Aquidauana- MS. In: SIMPÓSIO SOBRE RECURSOS NATURAIS E SOCIOECONÔMICOS DO PANTANAL, IV, 2004. Corumbá- MS. Resumos...Corumbá- MS/ UFMS: UFMS, 2004. p 202.

REZENDE, V.A.; OLIVEIRA, D.E.R. Capitalismo, Relação Homem Natureza e Educação: Reflexões sobre a crise socioambiental. In: Colóquio Internacional: educação e contemporaneidade, IV, 2010. Anais, Laranjeiras- SE, 2010. p1-15.

SANTOS, J.M. O apelo ecológico na propaganda como fator de influência na atitude de compra do consumidor: um estudo experimental. 2010, 120f. Dissertação (mestrado) – Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Centro de Formação Acadêmica e Pesquisa: Rio de Janeiro, 2010.

SEDSC. Secretaria de Educação de Santa Catarina. Proposta Curricular de Santa Catarina. Versão Preliminar. SED/SC, Florianópolis, 1997. 15p.

SPÍNOLA, A.L. Consumo sustentável: o alto custo dos produtos que consumimos. Revista de Direito Ambiental, vol. 6, n. 24, p. 209-216, 2001.

ZAMBON, M.S.; BENEVIDES, G.; GIULIANI, A.C. CONGRESSO administração. Extensão, 2003. Alfenas- BH, Faculdade de administração, 2003. Comportamento do Consumidor no Varejo: Compra por Impulso e Dissonância Cognitiva. Disponível em: http://www.unifenas.br/extensao/administracao/iicongresso/080.htm . Último acesso em: 16 ago 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117012898



This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: