ANÁLISE DO POTENCIAL DE CONTAMINAÇÃO DOS CEMITÉRIOS EM CUIABÁ-MT: ESTUDO DE CASO PARQUE BOM JESUS DE CUIABÁ E CEMITÉRIO SÃO GONÇALO

Cléber Carmino Xavier, Marleide Rodrigues Amorim, Carla Maria Abido Valentini, Rozilaine Aparecida Pelegrine Gomes Faria

Abstract


O estudo foi desenvolvido com objetivo de avaliar o potencial de contaminação de cemitérios em Cuiabá-MT, tendo como estudo de caso o Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá e o Cemitério Municipal São Gonçalo. A metodologia usada foi a consulta em documentos que demonstram historicamente as instalações dos cemitérios em área pública e as Leis que as regiam e regem; dados fornecidos pela Central Municipal de Serviços Funerários do Município de Cuiabá-MT ligada a Secretaria Municipal de Infraestrutura e visitas in locu. Em função do necrochorume que escorriam dos túmulos e da varíola, peste que dizimou grande parte da população na época, os legisladores precisaram,  escrever e fazer valer práticas de posturas como forma de mitigar os possíveis impactos causados dessas práticas inadequadas de enterramento. O Governo Federal passou a tratar como empreendimento a instalação dos cemitérios e exigiu licenças para que os mesmos operassem, cabendo ao município a responsabilidade pelos mesmos. Concluiu-se que a contaminação dos respectivos cemitérios não seria considerável do ponto de vista da quantidade de inumações, porém para uma validação desta afirmação seria necessário um monitoramento constante das águas subterrâneas e solos dos locais, e faz-se necessário, conforme previsto em Lei, que obtenham licença de operação

Keywords


Necrochorum; Impacto ambiental; Poluição Ambiental

References


BRASIL. Lei nº 6.938 (1981). Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providencias. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 1981.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Resolução CONAMA n°. 237 (1997). Dispõe sobre o licenciamento ambiental. Competência da União, Estados e Municípios; listagem de atividades sujeitas ao licenciamento; Estudos de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 1997.

BRASIL. Resolução CONAMA n°. 396 (2008). Classificação e diretrizes ambientais para o enquadramento das águas subterrâneas. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2008.

BRASIL. Resolução CONAMA n°. 402 (2008). Altera os artigos 11 e 12 da Resolução nº 335, de 3 de abril de 2003. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2008.

BRASIL. Resolução CONAMA nº. 368(2006). Dispõe sobre o licenciamento ambiental de cemitérios. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2006.

BRASIL.Resolução CONAMA n°. 001 (1986). Dispõe sobre critérios básicos e diretrizes gerais para o Relatório de Impacto Ambiental - RIMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Brasília, DF, 1986.

BRASIL.Resolução CONAMA n°. 335 (2003). Dispõem sobre o licenciamento ambiental de cemitérios. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2003.

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. RDC ANVISA no306/04: aspectos jurídicos da Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA sobre Resíduos de Serviços de Saúde. Brasília, 2007.

CAMPOS, A. P. S. Avaliação do potencial de poluição no solo e nas águas subterrâneas decorrente da atividade cemiterial. 2007. 141f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) –Universidade de São Paulo, Faculdade de Saúde Pública, São Paulo.

CASTRO, D. L. Caracterização geofísica e hidrogeológica do cemitério Bom Jardim, Fortaleza – CE. Revista Brasileira de Geofísica, v. 26, n. 3, p. 251-271, 2008.

COE, A. J. H. As epidemias e a morte: mudanças nas práticas de sepultamento em São Luís na segunda metade do século XIX (1854 – 1856). Revista Outros Tempos, v.4, p.17-29, 2007. Disponível em: http://www.outrostempos.uema.br/Volume04/vol04art03.pdf. Acesso em: 01 jun.2014.

CUIABÁ. Lei Complementar nº4 (1992). Institui o Código Sanitário e de Posturas do Município, o Código de Defesa do Meio Ambiente e Recursos Naturais, o Código de Obras e Edificações e dá outras providências. Câmara Municipal de Cuiabá, MT.

MACEDO, H. B. A varíola em Curitiba. Curitiba, Editora Lítero-Técnica, pp. 18-9, 1974.

MACÊDO, J. A. B. Métodos laboratoriais de análises físico-quimicas e microbiológicas. 2ª Edição. Belo Horizonte: CRQ-MG, 2003.

MACHADO, S. S., Analise Ambiental dos Cemitérios: Um Desafio Atual para a Administração Publica, Revista de Ciências Humanas, v. 6, nº 1, p. 127-144, 2006

MIGLIORINI, R. B.; LIMA, Z. M.; ZEILHOFER, L.V.A.C. Qualidade das águas subterrâneas em áreas de cemitérios. Região de Cuiabá-MT. Águas Subterrâneas, v. 20, p.15-28, 2006.

PACHECO, A. Os cemitérios e o ambiente. Disponível em:

http://www.ambientebrasil.com.br/noticias/index.php3?action =ler &id=23638 . Acesso em: 10 jun. 2014.

PIRES, A.S.; GARCIAS, C.M. São os cemitérios a melhor solução para a Destinação dos Mortos? In: IV ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS; Brasília, 2008. Disponível em:http://www.anppas.org.br/encontro4/cd/ARQUIVOS/GT14-442-156-20080509225125. Acessado em: 07 dez. 2013.

REZENDE, E. C. M. O céu aberto na terra: uma leitura dos cemitérios na geografia urbana de São Paulo. São Paulo.

ROCHA, M. A. B. B. Transformação nas práticas de enterramentos: Cuiabá, 1850-1889 – Cuiabá: Central de Texto, 2005.

SOBRINHO, B. M. R. Cemitério e meio ambiente. Universidade Católica de Salvador. 2002. Especialização em gerenciamento ambiental. Disponível em: http://www.revistaea.org/artigo.php Acesso em 20 mai 2011.

VOLPATO, L. R. R. Cativos do sertão: vida cotidiana e escravidão em Cuiabá em 1850-1888. Cuiabá: Marco Zero/Ed. da UFMT, 1993.

WHO. The impact of cemeteries on theenvironment and public health: an indroductory briefing. Copenhagen: Word Health Organization, 199




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117017199



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: