PRÁTICAS DE VIOLÊNCIA EM MEU CORPO DARIA UM ROMANCE, DE HERBERT DANIEL

José Veranildo Lopes da Costa Junior

Resumo


Este artigo propõe uma leitura da narrativa Meu corpo daria um romance (1984), do escritor brasileiro Herbert Daniel. O exame analítico da fábula questiona as ressonâncias dos anos de autoritarismo no Brasil, a partir de um conjunto de práticas de violência direcionadas a um casal de homens gays após a troca de um beijo público numa parada de ônibus, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.


Palavras-chave


Literatura contemporânea; Violência discursiva; Herbert Daniel.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Letras

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras B2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.