Análise do discurso político: um estudo sobre o supremo tribunal federal

Lucio Jose Dutra Lord

Resumo


O presente artigo estuda os discursos políticos sobre o papel do Supremo Tribunal Federal no contexto atual brasileiro, e visa compreender as motivações e relações mais amplas de poder por trás desses discursos. O referencial teórico que sustenta o estudo tem origem na análise de discurso (AD) e na análise do discurso político (ADP). Como conclusão o estudo mostra que os discursos políticos sobre o STF estão relacionados a discursos mais amplos sobre o Poder Judiciário e cumprem funções determinados pelas relações histórico-institucionais que estruturam o Estado Democrático de Direito brasileiro.

Palavras-chave


Análise do discurso; Análise do discurso político; Poder judiciário

Texto completo:

PDF

Referências


BARROSO, Luís Roberto. O controle de constitucionalidade no direito brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2006.

BARROSO, Luís Roberto. Combate à corrupção e Estado de Direito: a experiência brasileira. Justiça & Cidadania, n. 209, p. 8-14, 2018.

BEZERRA, Marcos O. Em nome das bases: política, favor e dependência pessoal. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1999.

BONAVIDES, Paulo. Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Malheiros, 2005.

CAETANO, Bruno. Executivo e legislativo na esfera local. Novos Estudos CEBRAP. São Paulo, n. 71, p.1001-125, 2005.

CARVALHO, José Murilo de. Pontos e bordados: escritos de história e política. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

CUNHA JÚNIOR, Dirley. Controle de constitucionalidade: teoria e prática. Salvador: JusPodivm, 2017.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1975.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1976.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1997.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 2001.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

HENRY, Paul. Os fundamentos teóricos da análise automática do discurso de Michel Pêcheux (1969). In: GADET, Françoise; HAK, Tony (org.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 3. ed. Campinas: Unicamp, 1997.

HOWARTH, David. Discourse. Buckingham UK: Open University Press, 2000.

LORENZETTO, Bruno Meneses; CLÈVE, Clèmerson Merlin. O Supremo Tribunal Federal e a autoridade constitucional compartilhada. Revista Brasileira de Direito. Passo Fundo, vol. 13, n. 3, p. 142-162, 2017.

MAIA, Lincon Macário. Do presidencialismo de coalizão ao parlamentarismo de ocasião : as relações executivo-legislativo no governo Dilma Rousseff. Brasília: Câmara dos Deputados, Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor), 2016.

MENDES, Gilmar Ferreira. Jurisdição constitucional: o controle abstrato de normas no Brasil e na Alemanha. São Paulo: Saraiva, 1996.

MOISÉS, José Álvaro. Corrupção política e democracia no Brasil contemporâneo. In: Reunião da LASA – Latin American Studies Association. Rio de Janeiro, Universidade Católica, de 11 a 14 de junho, 2009.

MOUFFE, Chantal. Democracia, cidadania e a questão do pluralismo. Política & Sociedade. Florianópolis, v.2, n.3, p.11-26, 2003.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 1990.

PINTO, Céli Regina Jardim. Elementos para uma análise do discurso político. Revista Barbarói. Santa Cruz do Sul, n. 24, p. 78-109, 2006.

POPPER, Karl. A lógica das ciências sociais. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1978.

SAYAGO, Sebastián. El análisis del discurso como técnica de investigación cualitativa y cuantitativa en las ciencias sociales. Revsita Cinta Moebio. Santiago do Chile, n. 49, p. 1-10, 2014.

SANTOS, Maria Helena de Castro. Governabilidade, governança e democracia: criação de capacidade governativa e relações executivo-legislativo no Brasil pós-constituinte. DADOS – Revista de Ciências Sociais. Rio de Janeiro, vol.40, n.3, s.p. 1997.

SENADO, Plenário do. Senado decide nesta quarta sobre impeachment de Dilma Rousseff. Notícia publicada na página do Senado as 02:32 horas do dia 31/08/2016 (disponível em www12.senado.leg.br e acessado em 06/01/2018).

SOMBRA, Thiago Luís Santos. SupremoTribunal Federal representativo? O impacto das audiências públicas na deliberação. Revista Direito FGV. São Paulo, vol. 13, n. 1, p. 236-273, 2017.

TAYLOR, M. M. O judiciário e as políticas públicas no Brasil. DADOS – Revista de Ciências Sociais. Rio de Janeiro, Vol. 50, n. 2, p. 229-257, 2007.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148531357

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Letras



 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.